Backstreet Boys

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Backstreet Boys
Backstreet Boys no Old Navy Fit For Fall Fashion Show (2012).
Informação geral
Origem Orlando, Flórida
País  Estados Unidos
Gênero(s) Teen pop, pop, R&B, dance, adult contemporary, pop rock
Período em atividade 1993-presente
Gravadora(s) Jive Records (1994-2010)
Legacy Recordings (2010-presente)
Afiliação(ões) New Kids on the Block, Elton John, 'N Sync, Aaron Carter, Pitbull, Hilary Duff, Nick Lachey, 98 Degrees, Krystal Harris
Página oficial www.backstreetboys.com
Integrantes Brian Littrell
Nick Carter
AJ McLean
Howie Dorough
Kevin Richardson

Backstreet Boys é uma boyband norte-americana formado em Orlando, Flórida em 1993. O grupo consiste nos integrantes AJ McLean, Howie Dorough, Brian Littrell, Nick Carter e Kevin Richardson. Eles começaram a ficar famosos com seu álbum de estreia internacional, Backstreet Boys (1996). No ano seguinte, eles lançaram seu segundo álbum internacional, Backstreet's Back (1997) e seu álbum de estreia nos Estados Unidos, que continuou em todo o mundo o grupo de sucesso. Eles subiram ao estrelato com seu álbum Millennium (1999) e seu álbum seguinte, Black & Blue (2000). Depois de um hiato de três anos, a banda reagrupou-se e lançou seu álbum de retorno: Never Gone (2005).

De acordo com a Billboard, eles são o primeiro grupo desde Sade a ter seus primeiros sete álbuns chegar ao top 10 na Billboard 200.[1] Eles são o grupo pop de maior sucesso comercial no mundo e de acordo com o Guinness Book, a Maior Boy band de Todos os Tempos com mais de 130 milhões de álbuns vendidos.[2] Ganhadores de inúmeros prêmios, são a maior boy band do mundo em atividade, com 20 anos de carreira. Influenciaram o surgimento de grupos como 'N Sync, Five e Westlife.

O grupo recebeu uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood em 22 de abril de 2013.[3] . Em Maio, anunciaram o oitavo álbum do grupo, já nomeado como "In a World Like This" [4] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

1993-1994: Como tudo começou[editar | editar código-fonte]

Lou Pearlman, um empreendedor da área da aviação da Flórida, decidiu criar seu próprio grupo de garotos a serem agenciados por ele. Depois de uma série de testes entre 1992 e 1993, ele recrutou Nicholas Gene Carter, 13 anos, Howard Dwaine Dorough, 19, Alexander James McLean, 15, Sam Licata e Charles Edwards, que desistiram logo nos primeiros ensaios. Kevin Scott Richardson, 20 anos, apareceu em Março de 1993. O grupo adquiriu a formação final em 20 de abril de 1993, quando Brian Thomas Littrell, 18 anos -primo de Kevin- juntou-se ao grupo após um teste por telefone.[5]

O primeiro concerto oficial do grupo foi no dia 8 de maio de 1993, quando se apresentaram para 3 mil adolescentes no SeaWorld em Orlando, Flórida. Depois, Pearlman agendou uma série de apresentações em shoppings e escolas, contratando o empresário Johnny Wright.

Após o possível contrato com a gravadora Mercury não ter resultado, assinaram contrato com a Jive Records, de Cleveland - Ohio, em fevereiro de 1994 - uma gravadora pequena que era mais conhecida graças aos grupos de hip-hop.

Em Junho de 1994 gravaram o seu primeiro single, "We've Got It Goin' On", escrito e produzido por Denniz PoP. O single não foi tão bem sucedido nos Estados Unidos, ficando apenas na 69ª posição no ranking da Billboard, mas vendeu bem na Europa, dando o primeiro disco de ouro ao grupo, na Alemanha. Em 1995, o primeiro álbum, "Backstreet Boys", foi lançado apenas na Europa e Canadá, alcançando o top 10 em diversas cidades e a quarta posição na Billboard. Aconselhados pelo empresário, a banda se promoveu fazendo shows todas as noites em turnês que levavam até cinco meses seguidos.[6]

1996-1998: Backstreet Boys e Backstreet's Back[editar | editar código-fonte]

O ano de 1996 marcou o crescimento da popularidade da banda na Europa. Eles terminaram o ano sendo o grupo internacional mais votado na Alemanha. "I'll Never Break Your Heart" foi ouro e nº 1 na Áustria. O grupo ganhou o seu primeiro disco de platina na Alemanha (500,000 álbuns vendidos) e andaram em tour pela Ásia e Canadá.

Em 1997, quando grupos como Spice Girls, Aqua, Hanson e Savage Garden faziam sucesso com música dance e pop nos Estados Unidos, a Jive e Pearlman decidiram trazer o grupo de volta aos Estados Unidos após venderem 8.5 milhões de álbuns pela Europa e Ásia. Eles estrearam no mercado norte-americano com "Quit Playin' Games (With My Heart)". Esse single rapidamente ganhou certificado de platina e ficou na segunda posição no Billboard Hot 100.

Para aproveitar o sucesso nos Estados Unidos foi lançado a versão americana de Backstreet Boys a fim de lançar o grupo no país, enquanto que na Europa e em outros continentes foi lançado o álbum Backstreet's Back, segundo da carreira da banda. O álbum Backstreet Boys (Estados Unidos) foi o álbum mais vendido nos Estados Unidos em 1997, ganhando o disco de platina por 14 vezes no ano.[carece de fontes?]

Em Agosto, o grupo estava em todos as paradas musicais americanas com seu mais novo álbum Backstreet's Back, que já era 1º lugar na Alemanha, Noruega, Suécia, Finlândia, Áustria, Inglaterra e outros países, vendendo 30 milhões de cópias ao redor do mundo (14 milhões de cópias nos Estados Unidos). Em Dezembro, os BSB realizaram uma tour por 60 cidades e 20 países.[7]

Em maio de 1998, os Backstreet Boys cancelaram algumas apresentações para que Brian Littrell fizesse uma cirurgia para corrigir um defeito congênito no coração que o deixava vulnerável à infecções e outros problemas. A cirurgia correu bem e ao invés das oito semanas de repouso recomendadas para esse tipo de cirurgia, Brian se recuperou em três semanas e voltou aos ensaios da turnê, oito semanas depois da cirurgia estava no palco novamente. Depois disso, os Backstreet Boys cancelaram uma aparição em Minnesota após o falecimento da irmã do Howie Dorough, Caroline Dorough, vítima da doença Lupus, na mesma época ele fundou o "Dorough Lupus Foundation". Quatro dos Backstreet Boys entraram com uma ação na justiça contra Lou Pearlman, na qual eles acusaram-no de não ter pago mais de US$200 mil, que eles deveriam ter recebido até a data do processo.[8] Em 7 de Outubro, o grupo recebeu as chaves da cidade de Orlando por doações feitas a vítimas locais de um tornado. As chaves foram entregues pela então prefeita de Orlando, Glenda Hood, que fez desse dia o dia oficial dos Backstreet Boys (Backstreet Day).

1999: Millennium[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro, receberam a primeira certificação de Diamante do RIAA pela venda de 10 milhões de álbuns do seu álbum de estreia.[carece de fontes?] Nesse tempo, eram assessorados por uma equipe de empresários chamada "The Firm".

Em maio, Millennium foi lançado, vendendo mais de 9 milhões de cópias só na primeira semana. O álbum esteve em todos os rankings mundiais, ficando em 1° em 25 países. O álbum ganhou a platina 11 vezes em dezembro de 1999, tornando-se o álbum vendido mais rapidamente no mundo, com mais de 34 milhões de cópias em todo o mundo.[carece de fontes?]

O primeiro single do álbum, "I Want It That Way", quebrou o recorde de solicitações em estações de rádio na primeira semana, ficou no topo do ranking dos singles do Reino Unido por duas semanas. A canção foi número um em 18 países e recebeu disco de ouro em 45 países. Foram nomeados cinco vezes para o Grammy, sendo uma das indicações para "Álbum do Ano".

Em agosto, esgotaram os ingressos em 39 cidades, vendendo 765,000 ingressos em algumas horas. Ao todo, eles esgotaram os concertos em 53 cidades com a Into the Millennium Tour. A turnê foi vista por mais de 2 milhões de fãs, quebrando o recorde de maior audiência em local coberto. No fim de 1999, os Backstreet Boys tiveram novos problemas judiciais, desta vez com a Jive, mas fizeram um acordo de 60 milhões de dólares.

2000: Black & Blue[editar | editar código-fonte]

Apresentação relâmpago da banda no Rio de Janeiro, Brasil.

No dia 15 de novembro, para promover o álbum recém lançado Black & Blue, os Backstreet Boys fizeram uma turnê de 100 horas passando por 6 países: Suécia, Japão, Austrália, África do Sul, Brasil e Estados Unidos. Várias equipes de rádio e TV acompanharam a banda, inclusive a MTV que depois fez um programa especial com as imagens da viagem. De todos os países visitados, a banda toda concorda que o Brasil foi o que mais impressionou: no dia 20 de novembro os Backstreet Boys pousaram no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro para divulgar o álbum e ficarem 11 horas em terra, a passagem da banda levou 15 horas (de muito tumulto e caos) que terminaram num show de 20 minutos improvisado para 40 mil fãs que estavam na frente do hotel para vê-los. Espantados com a recepção das fãs, prometeram voltar em 2001 para fazer o show completo.

2001: Black & Blue Tour e The Hits: Chapter One[editar | editar código-fonte]

Performance dos Backstreet Boys no Maracanã em maio de 2001.

Em maio de 2001, o grupo fez sua segunda visita ao Brasil com a turnê Black & Blue Tour onde fizeram três apresentações, uma no Rio de Janeiro, em 3 de maio de 2001 e duas em São Paulo, nos dias 5 e 6 de maio. Os fãs ficaram cerca de 15 dias acampados na porta do Maracanã e da Arena Anhembi para assistir ao show para assistir ao show em ambas as metrópoles. Cerca de 75 mil fãs lotaram o Maracanã para ve-lôs no Rio e em São Paulo, o público total foi de cerca de 60 mil pessoas (30 mil por show).

Em agosto, o grupo parou a turnê por três meses para que AJ McLean pudesse se internar em uma clínica de reabilitação de drogas e álcool. AJ vinha sofrendo com o abuso de álcool a algum tempo e coube aos outros membros da banda dar a notícia às fãs enquanto AJ ia para a clínica no Arizona. A banda optou por dar a notícia em uma entrevista pela MTV, o grupo se mostrava muito emocionados, em especial Nick e Kevin.[9] Em Outubro, a gravadora lançou o álbum The Hits: Chapter One, uma compilação que reúne os grandes sucessos do grupo além da música "Drowning", o último single inédito até o retorno da banda em 2005. Em novembro a banda remotou a turnê pelos Estados Unidos e no meio de uma apresentação em Houston, AJ agradeceu publicamente aos fãs pelo apoio que recebeu de todos.[10] Nesse ano, eles também se uniram a outros artistas como Bono, Britney Spears, Christina Aguilera e Destiny's Child para regravar o single "What's Going On", em prol das vítimas dos Ataques de 11 de Setembro de 2001 e depois pela AIDS na África.

2002-2004: Álbum solo de Nick e hiato do grupo[editar | editar código-fonte]

Em 2002, Nick lançou seu álbum solo, Now or Never. O álbum, apesar de ter sido bastante apreciado pelas fãs, teve o efeito contrário na mídia, teve as vendas mais baixas do que o esperado. Conta-se que a baixa média do álbum esteve associado ao fato de Nick não ter tido o apoio necessário da gravadora, que sempre se mostrou mais empenhada na carreira de Justin Timberlake, que lançou seu primeiro álbum solo (após o fim do 'N Sync) apenas um mês antes de Nick.[11]

Em 26 de Novembro de 2002, nasceu o primeiro filho de Brian e Leighanne, Baylee Thomas Wylee Littrell. No dia seguinte foi anunciado que o grupo desfez o contrato de US$ 75 milhões que tinha com a Zomba alegando quebra de contrato. Segundo informações a gravadora focou as atenções no álbum solo de Nick e atrasou os planos da banda de lançar um novo álbum.[12]

Em dezembro de 2003, AJ McLean foi ao programa The Oprah Winfrey Show, onde ele falou, pela primeira vez, sobre seu vício por álcool e drogas. Os outros membros do grupo apareceram de surpresa no meio do programa para demonstrar seu apoio a AJ, essa foi a primeira aparição em público da banda toda reunida em quase dois anos, e eles decidiram então reunir-se novamente para gravar um álbum novo.[13]

Em 2004, voltaram a apresentar-se juntos para promover seu retorno ao cenário musical. Em setembro, eles iniciaram uma pequena turnê pela Ásia, em Pequim e Xangai, assim como em Tóquio. Eles também foram para o México e Estados Unidos.

2005-2006: Never Gone, o álbum solo de Brian e a saída de Kevin[editar | editar código-fonte]

Após uma pausa de cinco anos sem lançar álbuns inéditos, lançaram o single "Incomplete", que rapidamente ficou em primeiro lugar tanto nos Estados Unidos quanto no resto do mundo. No dia 14 de junho, o álbum Never Gone foi lançado e estreou em terceiro lugar nos Estados Unidos com 291.000 cópias vendidas na primeira semana e 2,1 milhões ao redor do mundo. Foi número 1 no Japão, Alemanha, Índia, Chile, Brasil, Austrália e Coreia do Sul. Os Backstreet Boys iniciaram a Never Gone Tour em Julho de 2005, na Flórida. O segundo single foi "Just Want You to Know" e o terceiro foi "I Still...", que foi divulgado por todo o mundo, menos nos Estados Unidos, onde o single trabalhado foi "Crawling Back to You".

Em Abril de 2005, foram homenageados com o Recording Academy Award, em Miami Beach, Flórida, que marcou seu sucesso na indústria da música. Eles cantaram a música "Weird World" e foram lembrados como a banda que lançou os maiores hits do mercado musical pop dos anos 1990.

Em 11 de novembro de 2005, passaram por Portugal e realizaram um megaconcerto na sua turnê Never Gone Tour. Cerca de 12 mil pessoas foram ver de perto a energia dos cinco rapazes. Um concerto que mostrou que o grupo, mesmo após quatro anos separados, estava em plena forma e que o tempo trouxe amadurecimento.

Brian Littrell lançou no dia 2 de maio de 2006, seu primeiro álbum solo, Welcome Home[14] , um álbum estilo gospel. Ele conseguiu emplacar sua carreira nos Estados Unidos e em outras partes do mundo, porém, no Brasil, o seu videoclipe ficou poucas semanas nas paradas nacionais. O álbum também foi bem conceituado e premiado nos eventos de música gospel.

Em 26 de junho de 2006, Kevin Richardson anunciou com uma pequena nota no site oficial que estava deixando os Backstreet Boys para se dedicar mais à família e a projetos solo. Na nota ele disse dar seu apoio para que a banda continuasse e que sua saída foi amigável, não havendo brigas. Os outros integrantes também escreveram uma nota dizendo que respeitavam a decisão de Kevin e que se ele quisesse voltar as portas estariam sempre abertas e que eles se apoiariam sempre.[15]

2007-2008: Unbreakable[editar | editar código-fonte]

Backstreet Boys em Estocolmo, Suécia (2008).

O primeiro single "Inconsolable", lançado dia 27 de agosto de 2007, alcançou segunda posição nas paradas brasileiras, terceira posição no Hot 100 Singles do Japão, oitava na Suécia e 86ª no Hot 100 da Billboard. Unbreakable foi lançado mundialmente dia 30 de outubro de 2007, com versão Deluxe nos Estados Unidos e Japão, e alcançou o quarto lugar na votação online da Billboard de melhor álbum de 2007, além de ter recebido ótimas críticas no meio musical.

Em janeiro de 2008, iniciaram a Unbreakable Tour para promover o álbum, até o mês de maio. A banda se apresentou desde países já visitados anteriormente como Suécia, Espanha, Portugal, Inglaterra, África do Sul, Japão, Austrália, Alemanha, Canadá, Itália e México; a países onde fizeram shows pela primeira vez como Indonésia, Filipinas, Noruega, País de Gales, Bélgica, Rússia, Estônia, Lituânia, Finlândia, Dinamarca e Luxemburgo, todos sempre lotados.

No mundo inteiro, Unbreakable vendeu cerca de 2 milhões de cópias, foram 1 milhão só no primeiro mês, o que garantiu ao álbum o sétimo lugar dos álbuns mais vendidos de 2007 pela Billboard.

No dia 25 de abril de 2008, se apresentaram em Portugal, no Pavilhão Atlântico. Cerca de 6 mil fãs foram ao local para ver a banda, público que não preenche a capacidade total do teatro, mas era a cotação máxima de ingressos dispostos à venda. A banda empolgou os fãs presentes e fez uma performace "limpa e correta", além de serem elogiados pela qualidade do som do espetáculo.[16]

Em 9 de junho o grupo cancelou os shows marcados na África do Sul para que Howie pudesse dar atenção à sua família e passar um tempo com o pai, Hoke Dorough, que estava em fase terminal de câncer de pulmão e cérebro. Howie deixou uma mensagem no site oficial se desculpando com os fãs da África do Sul e pediu o apoio de todos. No dia 22 de junho de 2008, Hoke morreu em sua casa na Flórida às 9h da manhã (hora local). A banda voltou aos palcos em Agosto com a parte norte-americana da turnê, que abrangeu algumas cidades dos Estados Unidos e Canadá.

No dia 26 de junho o portal MSN In Concert exibiu o show que fizeram em Londres no O2 Arena dia 14 de junho de 2008. A transmissão foi feita em HD e em quatro dias era o segundo vídeo mais visto do mês com mais de 92.000 visualizações até o dia 30 de junho. Em outubro já tinha mais de 162.000 visualizações.[17]

No dia 21 de fevereiro de 2009 aconteceu em San Juan, Porto Rico; o primeiro show da parte latino-americana da turnê Unbreakable Tour. A turnê passou por sete países ao todo: Porto Rico, Peru, Venezuela, Chile, Argentina, Brasil e México, sendo dois shows no Brasil, nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, e quatro no México.

2009-2010: This Is Us[editar | editar código-fonte]

Logotipo de Backstreet Boys do álbum This Is Us.

Em 2009, o grupo começou a trabalhar em um novo álbum que foi lançado em 6 de outubro de 2009 chamado This Is Us, o sétimo álbum de estúdio. O grupo se reuniu com o colaborador e produtor anterior, Max Martin, (responsável pelo hit de maior sucesso do grupo, "I Want It That Way") do álbum de grande sucesso mundial lançado em 1999, Millennium. Eles trabalharam com Ryan Tedder, Claude Kelly, Jim Jonsin e T-Pain para a criação do novo álbum.

O primeiro single foi "Straight Through My Heart" produzido por RedOne e lançado nas rádios em 17 de agosto de 2009. O disco atingiu o número 24 na parada Billboard Songs Dance e ficou em 3º no Hot 100 Singles, no Japão.

O segundo single foi "Bigger", lançado em 29 de novembro de 2009 e foi número 1 no Top 10 de Taiwan. Em 30 de outubro de 2009, iniciou a turnê This Is Us Tour que foi concluída em Hanoi, no Vietnã em 26 de março de 2010.

Em 28 de maio de 2010 foi noticiado no site oficial que eles deixaram a gravadora Jive Records.[18]

Em agosto de 2010, foi citado que o grupo planeja fazer uma turnê com o New Kids on the Block em 2011.[19]

Em 6 de dezembro de 2010 foi confirmado em seu site oficial a apresentação do grupo com a turnê This Is Us Tour em cinco cidades no Brasil em fevereiro de 2011.[20] Fizeram cinco shows pelo Brasil com a turnê This Is Us Tour em Recife, Belo Horizonte, Brasília, Rio e São Paulo. Após o término da turnê This Is Us, os Backstreet Boys farão uma turnê com os New Kids on the Block.

2011-presente: NKOTBSB e o retorno de Kevin[editar | editar código-fonte]

NKOTBSB em 2011.

Em novembro de 2010, os Backstreet Boys fechou o American Music Awards com o New Kids on the Block.[21] Em 8 de novembro de 2010, foi confirmado que eles estavam planejando realizar uma turnê conjunta com New Kids on the Block em 2011. Antes da turnê, o novo supergrupo lançou um álbum de seus maiores hits, incluindo duas novas músicas: "Don't Turn out the Lights" e "All in My Head". Em 16 de outubro de 2011, novas datas foram anunciadas para o Reino Unido e na Europa.

Em 25 de outubro de 2011, Kevin Richardson fez um anúncio para Ryan Seacrest que ele estará hospedando um concerto especial Beach Party Concert in the Bahamas em 3 de dezembro de 2011. A festa faz parte do segundo cruzeiro anual do grupo, o Backstreet SS, que teve em início de dezembro. Ele também afirmou que gostaria de se apresentar com o grupo novamente numa base mais regular.[22]

Em 29 de abril de 2012, no meio de um show em Londres, o grupo anunciou que Kevin Richardson voltou ao grupo e eles vão começar a gravar seu novo álbum em Londres em julho de 2012.[23] [24]

A comissão da Calçada da Fama anunciou os homenageados de 2013, em uma conferência de imprensa ao vivo em 22 de junho de 2012 e os Backstreet Boys são um dos destinatários recém-selecionados.[25] [26]

Em 17 de julho de 2012, os Backstreet Boys anunciaram no programa Good Morning America ao vivo via satélite de Londres que estavam novamente juntos e estaria fazendo sua primeira apresentação juntos no programa matinal da Série de Concertos de Verão em 31 de agosto de 2012 no Central Park, em Nova York.[27] [28] Eles também revelaram que eles estavam vivendo em uma casa por si mesmos, no momento em que trabalhavam em seu novo álbum com o produtor Martin Terefe em Londres.[28] O grupo falou positivamente sobre o retorno de Richardson, afirmando que eles não poderiam ser mais felizes em tê-lo de volta. Richardson estava emocionado por estar de volta a seus antigos colegas, dizendo que eles têm uma química e um vínculo.[29] [30]

Em 31 de agosto de 2012, os Backstreet Boys encerraram a Série de Concertos de Verão do Good Morning America.[31] Foi sua primeira apresentação desde Richardson aderiu ao grupo. Durante sua aparição, eles anunciaram que estavam planejando lançar seu oitavo álbum de estúdio no início de 2013 e eles iam ter o seu terceiro cruzeiro em outubro de 2013. Será o primeiro cruzeiro a apresentar todos os cinco membros.[32]

O primeiro single com vocais de Richardson em seis anos, uma canção de Natal intitulado "It's Christmas Time Again", estreou na AOL Music em 5 de novembro de 2012[33] , e lançado em 6 de novembro de 2012 no iTunes.[34]

O grupo recebeu uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood em 22 de abril de 2013.[3] A data foi declarada como Backstreet Boys Day, em Hollywood.

Os Backstreet Boys apresentaram o seu novo single "Permanent Stain" no programa Good Morning America e revelaram a data de lançamento de seu oitavo álbum de estúdio, In a World Like This, que será lançado em 30 de julho de 2013.[35] [36]

"Afilhados" musicais[editar | editar código-fonte]

Eles apadrinharam alguns artistas. São eles:

Irmão caçula de Nick que foi lançado nos Estados Unidos e na Europa em 1997[37] com apenas 9 anos, quando lançou seu primeiro álbum e abriu shows para os Backstreet Boys. Aaron lançou quatro álbums de estúdio. Nick chegou a fazer duas participação nas músicas "Oh Aaron" e "Not Too Young Not Too Old" do álbum também titulado Oh Aaron, seu terceiro álbum lançado em 2001, quando Aaron tinha 13 anos. Seu último álbum de estúdio Another Earthquake foi lançado em 2002. Aaron também fez parte do reality show da família de Nick, House of Carters. Atualmente, Aaron está trablhando em seu quinto álbum e fazendo algumas apresentações na peça Off-Broadway The Fantasticks.

  • Pollyanna

Irmã de Howie, lançada nos Estados Unidos em 2000 com o single "Fly to Heaven". Foi apresentada ao Brasil em 2001 ao abrir os shows deles no Brasil durante a turnê do álbum Black & Blue, porém, depois disso, ela sumiu da mídia brasileira e ficou restrita de novo aos Estados Unidos.[38]

Quinteto formado em 1999 e apadrinhado por AJ, lançou um único álbum e um single de mesmo nome: "Time". Sua integrante mais famosa foi Amanda Latona, namorada de AJ na época. O sucesso do grupo ficou restrito aos norte-americanos e, antes do lançamento do álbum, foram dançarinas da banda. O grupo acabou oficialmente em 2001.

Cantora de música pop apadrinhada por Kevin Richardson, seu lançamento foi em 2001 na turnê Black & Blue Tour no Brasil. Lançou o single "Supergirl" para o filme O Diário da Princesa, e o álbum Me & My Piano foi lançado no mesmo ano. Depois que Krystal espalhou boatos de que saiu com Howie D, a banda perdeu a confiança em Krystal e retirou seu apoio à cantora, condenando-a ao anonimato.[39]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Turnês[editar | editar código-fonte]

  • We Wanna Be with You Tour (1995–1996)
  • The Space Show (1996–1996)
  • Backstreet Boys: Live In Concert Tour (1996–1997)
  • Backstreet's Back Tour (1997–1998)
  • Into the Millennium Tour (1999–2000)
  • The Black & Blue Tour (2000–2001)
  • Up Close & Personal Tour (2005)
  • The Never Gone Tour (2005–2006)
  • Unbreakable Tour (2008–2009)
  • This Is Us Tour (2009–2011)
  • NKOTBSB Tour (2011–2012)
  • In a World Like This Tour (2013–2014)

Referências

  1. Never Gone – Backstreet Boys (em inglês). Billboard.com (2 de julho de 2005). Página visitada em 10 de janeiro de 2012.
  2. Backstreet Boys - Biography. IMDb. Página visitada em 7 de maio de 2012.
  3. a b Backstreet Boys ganham estrela na Calçada da Fama de Hollywood. F5 (Folha de S. Paulo) (23 de abril de 2013). Página visitada em 29 de abril de 2013.
  4. http://www.billboard.com/articles/columns/pop-shop/1562292/backstreet-boys-announce-new-studio-album-and-summer-tour
  5. allmusic - Biography (em inglês). allmusic.
  6. Mad About the Boys (em inglês). Vanityfair.com (novembro de 2007). Página visitada em 7 de maio de 2012.
  7. VH1 Behind The Music [ligação inativa]. Vh1.com.
  8. Sleazeball Behind Boy Bands (em inglês). Nypost.com (2 de outubro de 2007). Página visitada em 7 de maio de 2012.
  9. We Want to Be Honest (em inglês). MTV.com. Página visitada em 7 de maio de 2012.
  10. VH1 Behind The Music [ligação inativa]. Vh1.com.
  11. Nick of Time (em inglês). Entertaiment Weekly (17 de novembro de 2002). Página visitada em 7 de maio de 2012.
  12. Backstreet Boys' Backs Are Up (em inglês). CBS News Entertaiment (11 de fevereiro de 2009). Página visitada em 7 de maio de 2012.
  13. Oprah Website] [ligação inativa] (em inglês). Oprah.com.
  14. Aaron M. (15 de junho de 2006). Brian Littrell: Welcome Home. Território da Música. Página visitada em 26 de novembro de 2012.
  15. Stephan M. Silverman (26 de junho de 2006). Kevin Richardson Leaving Backstreet Boys (em inglês). People.
  16. Backstreet Boys não desiludem fãs. Destak (28 de abril de 2008). Página visitada em 7 de maio de 2012.
  17. Backstreet Boys ao vivo. Video.msn.com (26 de junho de 2008). Página visitada em 7 de maio de 2012.
  18. Backstreet Boys Leave Label Jive (em inglês). Music-mix.ew.com (28 de maio de 2010). Página visitada em 16 de outubro de 2010.
  19. "Backstreet Boys, New Kids on the Block Talking Joint Tour" (em inglês). Billboard.com (10 de outubro de 2010). Página visitada em 16 de outubro de 2010.
  20. Backstreet Boys voltam ao Brasil para cinco shows em fevereiro de 2011. G1 (6 de dezembro de 2011). Página visitada em 9 de janeiro de 2011.
  21. Vena, Jocelyn (21 de novembro de 2010). Backstreet Boys And New Kids On The Block Close The AMAs (em inglês). MTV.com. Página visitada em 11 de janeiro de 2012.
  22. Kelly Ballhorn (25 de outubro de 2011). Kevin Richardson On Appearing With The Backstreet Boys Again (AUDIO) (em inglês). ryanseacrest.com. Página visitada em 11 de janeiro de 2012.
  23. Backstreet Boys anuncia novo disco e volta de Kevin Richardson. Folha.com (1 de maio de 2012). Página visitada em 7 de maio de 2012.
  24. Special Announcement from London! (em inglês). Backstreetboys.com (29 de abril de 2012). Página visitada em 7 de maio de 2012.
  25. Press (em inglês). Walk of Fame.com (22 de junho de 2012). Página visitada em 29 de junho de 2012.
  26. BSB Is Getting A Walk Of Fame Star! (em inglês). Backstreet Boys.com (22 de junho de 2012). Página visitada em 29 de junho de 2012.
  27. Reunited Backstreet Boys Announce 'Good Morning America' Concert (em inglês). Huffington Post (17 de julho de 2012). Página visitada em 26 de novembro de 2012.
  28. a b Banda Backstreet Boys grava novo álbum em Londres. Caras (12 de julho de 2012). Página visitada em 26 de novembro de 2012.
  29. Backstreet Boys Recording Fifth Album as a Quintet, Living Together in London (em inglês). US Magazine. Página visitada em 26 de novembro de 2012.
  30. All Five Original Backstreet Boys Prep New Album (em inglês). Rolling Stone (18 de julho de 2012). Página visitada em 26 de novembro de 2012.
  31. Backstreet Boys se reúnem pela primeira vez desde 2006. Caras (1 de setembro de 2012). Página visitada em 26 de novembro de 2012.
  32. The Backstreet Boys Reunite On 'Good Morning America,' Announce Backstreet Cruise For 2013 (VIDEO) (em inglês). Huffington Post (31 de agosto de 2012). Página visitada em 26 de novembro de 2012.
  33. Malach, Maggie (5 de novembro de 2012). Backstreet Boys, 'It's Christmas Time Again' Premiere: Band Rings in Holiday Season with New Song (em inglês). AOL Music. Página visitada em 26 de novembro de 2012.
  34. Backstreet Boys lança música natalina para marcar volta da formação original. Vírgula (5 de novembro de 2012). Página visitada em 26 de novembro de 2012.
  35. Leonardo Torres (15 de maio de 2013). “Permanent Stain”: Backstreet Boys fazem performance de música nova no “Good Morning America”. Popline. Página visitada em 16 de maio de 2013.
  36. Backstreet Boys anuncia data de lançamento de álbum e turnê com novo single. Estrelando (16 de maio de 2013). Página visitada em 16 de maio de 2013.
  37. Aaron Carter (Terra.com)
  38. Pollyanna News. Pollyanna.net.
  39. Krystal - The Supergirl (em inglês). Ukmix.org (2001). Página visitada em 7 de maio de 2012.
  40. Pagina do álbum, em inglês

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons