Encanto (Rio Grande do Norte)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Encanto
Vista da parcial da cidade.

Vista da parcial da cidade.
Bandeira de Encanto
Brasão de Encanto
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 20 de março de 1963 (51 anos)
Gentílico encantense
Padroeiro(a) São Sebastião
Prefeito(a) Alberone Néri de Oliveira Lima (DEM)
(2009–2012)
Localização
Localização de Encanto
Localização de Encanto no Rio Grande do Norte
Encanto está localizado em: Brasil
Encanto
Localização de Encanto no Brasil
06° 06' 39" S 38° 18' 21" O06° 06' 39" S 38° 18' 21" O
Unidade federativa  Rio Grande do Norte
Mesorregião Oeste Potiguar IBGE/2008 [1]
Microrregião Serra de São Miguel IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Ererê/CE (a norte); Água Nova, Rafael Fernandes (a sul); Pau dos Ferros (a leste); Doutor Severiano, São Miguel e Coronel João Pessoa (a oeste).
Distância até a capital 412 km[2]
Características geográficas
Área 125,747 km² (RN: 127º)[3]
População 5 264 hab. (RN: 113º) –  estimativa IBGE/2011[4]
Densidade 41,86 hab./km²
Altitude 212 m (RN: 52º) - Embrapa 2000[5]
Clima Semiárido Bsh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,629 (RN: 40º) – médio PNUD/2010 [6]
PIB R$ 21 761,432 mil (RN: 116º) – IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 4 093,57 IBGE/2008[7]
Página oficial
Prefeitura www.encanto.rn.gov.br

Encanto é um município brasileiro no interior do estado do Rio Grande do Norte. Pertencente à Microrregião da Serra de São Miguel e Mesorregião do Oeste Potiguar, localiza-se a oeste da capital do estado, distando desta cerca de 412 km.[2] Ocupa uma área de 125,747 km², sendo que 0,3682 km² estão em perímetro urbano, e sua população foi recenseada no ano de 2010 em 5 228 habitantes, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sendo então o 112º mais populoso do estado. Já em 2011, a população estimada foi de 5 264 habitantes, classificando o município na 113ª posição a nível estadual.

Com uma temperatura média de 28,1 °C, a vegetação predominante no município é a caatinga hiperxófila. Quanto à frota de veículos, foram contabilizados 646 em 2009. Com uma taxa de urbanização de 44,1% (2000), o município contava, em 2009, com apenas três estabelecimentos de saúde. O seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M) é de 0,625 (2000), considerado como médio pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), sendo o nonagésimo oitavo maior do Rio Grande do Norte, o 4 221º do Brasil e o terceiro de sua microrregião (atrás apenas de Luís Gomes e Major Sales).

Antes de ser elevado à categoria de município, era um distrito pertencente ao município de Pau dos Ferros, com o nome de Joaquim Correia. Somente em março de 1963 esse distrito foi emancipado, tornando-se novo município do estado do Rio Grande do Norte com o nome de Encanto. Atualmente, Encanto é formado apenas pelo distrito sede.

História[editar | editar código-fonte]

No século XVII, começou a ocorrer a criação de gado e o desenvolvimento da agropecuária em uma pequena propriedade pertencente a Manoel Negrão. A agropecuária teria se desenvolvido devido à fertilidade dos solos daquela região. Em 1877, assim como ocorreu no Brasil, aquele local foi atingido pela chamada "Grande Seca de 1877-78", que causou mais de um milhão de mortes, além de uma grande epidemia de cólera.[8] [9]

Em meados do século XIX, foi construída uma pequena capela de São Sebastião, em um terreno doado pelos senhores José Miguel da Silva, João Antonio da Silva e outras famílias que o habitavam. A área deste terreno doado era de aproximadamente 980 metros quadrados. Com o passar dos tempos, foi sendo construída, ao lado pequena capela, uma capela maior, pelo senhor Joaquim Jerônimo da Silva, já no início do século XIX (1905), sob licença do Padre Tertuliano Fernandes. Essa capela passou por algumas reformas no decorrer do século XIX. A primeira delas ocorreu em 1921, quando se iniciou a construção de uma torre. Dezessete anos depois, foram construídos o altar e as arcadas maiores, sob a responsabilidade de José Apolônio da Costa. No final da década de 1940, em 1949, ocorreu a sacristia.[9]

O progresso do povoado, na época pertencente ao município de Pau dos Ferros, desde a construção da capela à emancipação política municipal ocorreu de forma lenta. Segundo o historiador Alberto Mendes de Freitas, na década de 1950, a população do local era de apenas 273 moradores, que habitavam 71 residências, sendo 46 de alvenaria e 25 feitas de taipa. Em 21 de dezembro de 1953, a lei estadual n° 55 elevou o povoado à categoria de distrito, subordinado a Pau dos Ferros.[8]

Finalmente, em 20 de março de 1963, a lei estadual n° 2833 altera o distrito de "Joaquim Correia" para "Encanto" e, ao mesmo tempo, desmembra aquele distrito do município de Pau dos Ferros e o torna novo município do estado do Rio Grande do Norte. Uma das versões sobre o nome "Encanto" faz referência a um tipo de formação de rochosa, o "Pico do Encanto", que cerca o município.[8]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Encanto e municípios limítrofes.
  Encanto (RN);
  Ceará.

O município do Encanto está localizado no Alto Oeste do estado do Rio Grande do Norte, na Mesorregião do Oeste Potiguar e Microrregião da Serra de São Miguel. Limita-se com os municípios de Ererê (no estado de Ceará) a norte, Água Nova e Rafael Fernandes a sul, Pau dos Ferros a leste, São Miguel e Doutor Severiano a oeste.[2]

O relevo é formado pelo Planalto da Borborema, que compreende antigos terrenos formados a partir de rochas do período Pré-Cambriano, com altitudes variando entre duzentos e quatrocentos metros. As serras localizadas no município são a do Cantinho, do Castelo, Croata e das Melancias. O tipo de solo predominante é o podzólico, do tipo "vermelho amarelo equivalente eutrófico", que possui alta fertilidade, média textura, drenagem acentuada, relevo suave e ondulado ondulado. Encanto se situa em uma área de abrangência das rochas metamórficas que compõem o embasamento cristalino, de idade Pré-Cambriana média, variando entre 1000 e 2500 milhões de anos, onde predominam gnaisses e migmatitos variados, granitos, xistos e anfibolitos, às vezes cortados por veios de quartzo e pegmatitos. Geomorfologicamente predominam formas tabulares de relevos, de topo plano, com diferentes ordens de grandeza e de aprofundamento de drenagem, separados geralmente por vales de fundo plano.[2]

A cobertura vegetal do município é tipicamente formada pela caatinga hiperxerófila, com espécies de baixo porte, adaptadas à seca e abundância de cactáceas. Entre as espécies mais encontradas estão o facheiro, o faveleiro, a jurema-preta, o marmeleiro, o mufumbo e o xique-xique.[2]

O clima do Encanto é o tropical com estação seca (tipo As na classificação climática de Köppen-Geiger), com temperatura média anual de 26,7 graus (ºC) e precipitação média de 866 milímetros por ano. A temperatura média do mês mais quente, dezembro, é de 27,9 ºC, e a do mês mais frio, julho, de 25,6 ºC. A precipitação média do mês mais chuvoso, março, é de 236 milímetros, e dos meses mais secos, setembro e outubro, de apenas cinco milímetros.[10] Segundo dados da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte, os maiores acumulados de chuva já registrado em 24 horas, no posto pluviométrico da prefeitura, entre 2005 e 2013, foram de 120,1 milímetros (mm) em 23 de janeiro de 2009,[11] 120 mm em 10 de maio de 2013,[12] 100,5 mm em 14 de fevereiro de 2007,[13] e 100,2 mm em 19 de janeiro de 2010.[14] Os maiores acumulados mensais, registrados no mesmo período, foram de 504,6 mm em março de 2008[15] e 432,2 mm em abril de 2009.[16]

Dados climatológicos para Encanto
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 32,8 31,8 30,8 30,4 30,2 30,4 30,8 31,9 32,9 33,5 33,5 33,4 31,9
Temperatura média (°C) 27,6 27 26,4 26,2 25,8 25,6 25,6 26,2 27 27,6 27,8 27,9 26,7
Temperatura mínima média (°C) 22,4 22,3 22,1 22 21,5 20,8 20,4 20,5 21,2 21,7 22,1 22,5 21,6
Precipitação (mm) 73 125 236 204 114 42 25 6 5 5 7 24 866
Fonte: Climate Data[10]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Crescimento populacional
Censo Pop.
1970 3 433
1980 4 178 21,7%
1991 4 720 13,0%
2000 4 798 1,7%
2010 5 231 9,0%
Censos demográficos do
IBGE (1970-2010)[17] [18]

A população municipal estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2011 é de 5 264 habitantes, o que classifica Encanto como o 113º município mais populoso do estado do Rio Grande do Norte, com uma densidade demográfica de 41,86 por quilômetro quadrado.[4] Já de acordo com o censo demográfico de 2010, também realizado pelo IBGE, era de 5 231 habitantes, dos quais 2 565 habitantes eram homens e 2 666 restantes eram mulheres. Ainda de acordo o mesmo censo, 2 130 habitantes viviam na zona urbana (40,72%) e 3 101 na zona rural (59,28%). A densidade demográfica, que é uma divisão entre a população e sua área, era de 41,6 habitantes por quilômetro quadrado.[18] [19]

Em relação ao censo de 2000, sua população era de 4 798 habitantes, sendo que 2 116 pessoas dos habitantes viviam na zona urbana (44,1%) e os 2 682 restantes residiam em áreas rurais (55,9%). Segundo aquele mesmo censo, 2 317 habitantes eram homens e 2 481 restantes eram mulheres.[17] [20] [21]

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) do Encanto, considerado médio pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), é de 0,625, sendo o 98° maior do estado do Rio Grande do Norte (em 166 municípios), o terceiro da microrregião e o 4 221° do Brasil. Considerando apenas a educação o índice é de 0,729, o índice da longevidade é de 0,664 e o de renda é de 0,481. Em 1991, o IDH calculado foi de 0,539, sendo 0,459 o índice de educação, 0,599 o índice de longevidade e 0,466 o índice de renda.[22]

O coeficiente de Gini, que mede a desigualdade social, é de 0,39, sendo que 1,00 é o pior número e 0,00 é o melhor. A incidência da pobreza, medida pelo IBGE, é de 67,12%, o limite superior da incidência de pobreza é de 75,68%, o inferior é de 58,55% e a incidência da pobreza subjetiva é de 75,14%.[23]

Religião e etnias[editar | editar código-fonte]

Tal como a variedade cultural no Encanto, são diversas as manifestações religiosas presentes no município. Embora tenha se desenvolvido sobre uma matriz social eminentemente católica, é possível encontrar atualmente na cidade dezenas de denominações protestantes diferentes.[24] De acordo com dados do censo de 2000, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a população do Encanto é composta por: católicos (92,1%), evangélicos (1,65%), pessoas sem religião (5,35%). Outras religiões (como espiritismo) não são encontradas no município.[24]

De acordo com o censo demográfico realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística no ano de 2010, a população encantense é formada por: brancos (51,92%), pardos (45,56%), pretos (1,84%), amarelos (0,67%) e indígenas (0,02%).[25]

Política[editar | editar código-fonte]

O poder executivo do município de Encanto é representado pelo prefeito, auxiliado pelo seu gabinete de secretários. O primeiro prefeito interino do município foi o Dr. José Fernandes de Melo, que assumiu em 20 de março de 1963.[26] Já o primeiro prefeito constitucional do Encanto foi Umbelino Alves Granjeiro, eleito em 24 de janeiro de 1965 e empossado em 31 de janeiro do mesmo ano.[26] O atual é Alberone Néri de Oliveira Lima, do Democratas (DEM), eleito nas eleições municipais de 2008[27] e reeleito em 2012, tendo como vice-prefeito Alex Adnauer.[28] O poder legislativo é constituído pela câmara, composta por nove vereadores eleitos para mandatos de quatro anos. Na atual legislatura, iniciada em 2013, é formada por cinco cadeiras do Democratas (DEM), duas do Partido Socialista Brasileiro (PSB), uma do Partido Progressista (PP) e uma do Partido dos Trabalhadores (PT).[29]

Em complementação ao processo legislativo e ao trabalho das secretarias, existem também conselhos municipais em atividade. São eles: Alimentação, Assistência Social, Direito da Criança e do Adolescente e Saúde.[2] Encanto possui lei orgânica, promulgada em 8 de abril de 1990,[2] e pertence à Comarca de Pau dos Ferros, classificada como de terceira entrância.[30]

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, o município possuía, em dezembro de 2013, 3 809 eleitores, o que representa 0,162% do total do Rio Grande do Norte.[31]

Economia[editar | editar código-fonte]

O Produto Interno Bruto - PIB - do Encanto é o quarto maior de sua microrregião,[7] destacando-se na área de prestação de serviços. 1 468 mil são de impostos sobre produtos líquidos de subsídios a preços correntes.[7] De acordo com dados do IBGE, relativos a 2008, o PIB do município era de R$ 21 761 mil.[7] O PIB per capita é de R$ 4 093,57[7]

O setor primário é o segundo mais relevante da economia de Encanto. De todo o PIB da cidade 3 211 mil reais é o valor adicionado bruto da agropecuária.[7] Segundo o IBGE, em 2009 o município possuía um rebanho de 4 253 bovinos, 130 equinos, 1 196 suínos, 415 caprinos, 265 asininos, 123 muares, 1 170 ovinos, e 14 746 aves, dentre estas 3 576 galinhas e 11 170 galos, frangos e pintinhos. Em 2009 o município produziu 499 mil de litros de leite de 867 vacas. Foram produzidas 21 mil dúzias de ovos de galinha e 5 745 quilos de mel-de-abelha. Na lavoura temporária são produzidos principalmente o arroz (332 toneladas), batata-doce (vinte toneladas), cana-de-açúcar (392 toneladas), feijão (96 toneladas), milho (280 toneladas) e tomate (25 toneladas).[23]

O setor secundário é o menos relevante para a economia do município. 1 355 reais do PIB municipal são do valor adicionado bruto da indústria (setor secundário).[7] Já o setor terciário é o mais relevante para a economia municipal. A prestação de serviços rende 15 727 reais ao PIB encantense, sendo a maior fonte geradora do PIB do Encanto. De acordo com o IBGE, a cidade possuía, no ano de 2008, 47 unidades locais, 47 empresas e estabelecimentos comerciais atuantes e 390 trabalhadores, sendo 211 pessoais ocupados totais e 179 ocupados assalariados. Salários juntamente com outras remunerações somavam 1 851 reais e o salário médio mensal de todo município era de 1,7 salários mínimos.[23]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Saúde[editar | editar código-fonte]

Em 2009, o município possuía apenas três estabelecimentos de saúde, sendo todos eles públicos e com 23 leitos para internação. A cidade também conta com atendimento ambulatorial com atendimento médico em especialidades básicas, atendimento odontológico com dentista e presta serviço ao Sistema Único de Saúde (SUS).[23] O município pertence à VI URSAP, que reúne 36 municípios do Rio Grande do Norte e está sediada na cidade de Pau dos Ferros.[32] Em 2009 existiam 1 629 mulheres em idade fértil (entre 10 e 49 anos). Encanto contava em abril de 2010 com onze médicos (seis clínicos gerais, três médicos de família, um anestesista e um cirurgião geral), oito técnicos de enfermagem, seis auxiliares de enfermagem, quatro enfermeiros, dois cirurgiões dentistas, um assistente social e um farmacêutico, totalizando 33 profissionais de saúde. Em 2008 foram registrados noventa nascidos vivos e 41 óbitos.[33]

Educação[editar | editar código-fonte]

Educação do Encanto em números[23]
Nível Matrículas Docentes Escolas (total)
Ensino pré-escolar 183 11 6
Ensino fundamental 1 011 50 9
Ensino médio 215 10 1

O município de Encanto possuía, em 2009, aproximadamente 1 409 matrículas e dezesseis escolas nas redes públicas e particulares entre os ensinos pré-escolar, fundamental e médio.[23] No ano de 2009, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) das escolas estaduais era, de acordo com Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) de 3,7 tanto para estudantes de 1ª à 4ª série quanto para estudantes de 5ª à 8ª série, enquanto que o índice das escolas municipais era de 3,4 para estudantes no ensino primário e 2,3 para estudantes do ginásio (de quinta à oitava série).[34] Atualmente, o governo do estado vem trabalhando e realizando estudos para melhorar o IDEB do estado e dos municípios.[35] Ainda de acordo com o INEP, a escola encantense de primeira à quarta série com o melhor IDEB era a Escola Estadual Adolfo Fernandes, cujo valor do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica era de 3,7 (2009), classificando esta escola como sendo a 220ª melhor escola do estado do Rio Grande do Norte (empatado com várias outras escolas existentes no estado) e a 29638ª do país; depois desta escola estadual, vem ainda a Escola Municipal Maria Pereira Leite, cujo índice era de 3,0.[36] Já dentre as escolas que ministravam o ginásio (quinta à oitava série), também ocupava a primeira posição a Escola Municipal Maria Pereira Leite, cujo índice era de 2,3 (classificando-a como a 476ª escola potiguar com maior IDEB), seguida pela Escola Estadual Cid Rosado (de IDEB 3,7 em 2007).[37]

Segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e do Ministério da Educação (MEC), o índice de analfabetismo no ano de 2000 entre pessoas era mais frequente entre pessoas com faixa etária entre acima de 25 anos de idade (39,93%), enquanto o menor índice era registrado com pessoas entre quinze e dezessete anos (6,7%).[38] A taxa bruta de frequência à escola passou de 64,96% em 1991 para 81,8% em 2000.[39] 395 habitantes possuíam menos de um ano de estudo ou não contava com instrução alguma.[40]

Serviços e transportes[editar | editar código-fonte]

Vista panorâmica do município, com a rodovia estadual RN-177 ao meio.

O serviço de abastecimento de água de todo o município é feito pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), onde toda a água que abastece o município provém do Açude Encanto,[41] enquanto a responsável pelo abastecimento de energia elétrica é a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), que fornece energia em todos os municípios do estado do Rio Grande do Norte.[42] O serviço telefônico móvel, por telefone celular, é oferecido por diversas operadoras. O código de área (DDD) do Encanto é 084[43] e o Código de Endereçamento Postal (CEP) da cidade é de 59905-000.[44] No dia 10 de novembro de 2008 o município passou a ser servido pela portabilidade, juntamente com outras cidades de DDDs 33 e 38, em Minas Gerais; 44, no Paraná; 49, em Santa Catarina; além de outros municípios com código 84, no Rio Grande do Norte.[45]

A frota municipal no ano de 2010 era de 756 veículos, sendo 509 motocicletas, 125 automóveis, 46 caminhonetes, 37 motonetas, nove micro-ônibus, oito ônibus e um veículo utilitário.[23] Por não possuir rios em abundância, o município não possui muita tradição no transporte hidroviário, e também não é cortada por ferrovias em seu território. No Encanto, passam apenas duas rodovias, ambas estaduais: a RN-177, que começa em Riacho da Cruz e faz a ligação entre Encanto e outros municípios do Alto Oeste, como Pau dos Ferros, São Miguel e Venha-Ver; e a RN-079, que liga Encanto a outros municípios, desde a fronteira com o estado do Ceará (a norte) até municípios situados na extremidade ocidental do estado do Rio Grande do Norte, como Água Nova e Coronel João Pessoa.[46]

Habitação e infraestrutura básica[editar | editar código-fonte]

De acordo com o censo demográfico de 2010 realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Encanto possuía, em geral, 1 481 domicílios. De todo esse total, existiam 1 480 casas (99,93%) e apenas um apartamento (0,07%).[47] Já em relação à condição de ocupação do domicílio, 1 071 eram imóveis próprios (72,32%), 198 eram alugados (13,37%), 208 cedidos (14,24%) e apenas quatro eram ocupados sob uma outra condição (0,27%). Em relação ao abastecimento de água realizado nas residências, 1 081 recebiam água tratada a partir de uma rede geral de distribuição (72,99%), 83 imóveis eram abastecidos por um poço ou nascente na propriedade (5,6%) e 317 unidades possuíam abastecimento de água vindo de outras fontes (21,4%). Quanto à energia elétrica, 1 474 imóveis eram abastecidos (99,53%), sendo 1 472 a partir de uma companhia distribuidora de energia (99,39%) e apenas dois com energia vinda de outra fonte (0,14%); outros sete domicílios não tinham ou não eram abastecidos pela rede elétrica (0,47%).[48]

Em relação ao destino do lixo, 975 domicílios possuíam coleta (65,83%), dos quais 754 eram coletados por serviço de limpeza (50,91%) e 221 possuíam a coleta feita a partir de uma caçamba de serviço de limpeza (14,92%); outros 506 imóveis jogavam o lixo em outros destinos (34,17%).[48] Quanto ao esgotamento sanitário, 61 domicílios não possuíam banheiros nem sanitários (4,12%); já entre os 7 865 domicílios que a possuíam (95,88%), 146 tinham esgotamento sanitário feito a partir da rede geral de esgotos ou pluvial (9,86%), 92 a partir de uma fossa séptica (6,21%) e 1 182 com esgotamento sanitário feito de uma outra maneira (79,81%).[49]

Cultura[editar | editar código-fonte]

A secretaria responsável por atuar no setor cultural, é a Secretaria Municipal de Cultura - SeCult, cuja implantação está em tramitação na Câmara Municipal.[50]

Artesanato, esporte e literatura[editar | editar código-fonte]

O artesanato é uma das formas mais espontâneas da expressão cultural encantense. Em várias partes do município é possível encontrar uma produção artesanal diferenciada, feita com matérias-primas regionais e criada de acordo com a cultura e o modo de vida local. Alguns grupos reúnem diversos artesãos da região, disponibilizando espaço para confecção, exposição e venda dos produtos artesanais. Normalmente essas peças são vendidas em feiras, exposições ou lojas de artesanato.[51] [52] [53]

A I Regional de Futsal, realizado pela primeira vez em julho de 2011 e que contou com equipes vindas dos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará.[54] No município, existem algumas associações culturais, desportivas, sociais, entre outros, como, por exemplo, a "Associação Comunitária dos Produtores Rurais de Nova Esperança", "Associação Comunitária Encanto", "Associação Comunitária de Encanto" e "Associação Comunitária dos Produtores de Nadador".[55]

Turismo e eventos[editar | editar código-fonte]

Dentre os pontos turísticos conhecidos daquele município, destaca-se a capela de São Sebastião, que hoje é a igreja matriz, sede da paróquia, pertencente à Diocese de Mossoró. A pequena capela foi construída em 1905 e passou por algumas reformas no decorrer de sua história, como a construção da torre (1921) e a construção do altar e arcadas (1938).[56]

Para estimular o desenvolvimento socioeconômico local, a prefeitura do Encanto, juntamente ou não com empresas locais, investe no segmento de festas e eventos. Essas festas, muitas vezes atraem pessoas de outras cidades, exigindo uma melhor infraestrutura no município e estimulando a profissionalização do setor, o que é benéfico não só aos turistas, mas também a toda população da cidade. Dentre os principais eventos realizados no município, os principais são o projeto Sexta Cultural, realizado em todas as primeiras sextas-feiras de cada mês; a Festa de São Sebastião (padroeiro municipal), que ocorre durante dez dias, entre 10 e 20 de janeiro, anualmente, além da festa de emancipação política do Encanto, que ocorre em 20 de março.[57] Além desses, também são organizados o "Arraiá da Roça" (desde 2009),[58] o "Arraiá Intinerante" (desde 2011),[59] a Conferência Municipal de Saúde (desde 2008),[60] entre outros.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. a b c d e f g ENCANTO. IDEMA/RN (2008). Arquivado do original em 9 de novembro de 2011. Página visitada em 9 de novembro de 2011.
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 de dezembro de 2010.
  4. a b ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2011 (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (30 de agosto de 2011). Arquivado do original em 15 de outubro de 2011. Página visitada em 31 de agosto de 2011.
  5. Embrapa Monitoramento por Satélite. Rio Grande do Norte. Arquivado do original em 27 de fevereiro de 2011. Página visitada em 18 de julho de 2011.
  6. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de agosto de 2013.
  7. a b c d e f g h Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  8. a b c Histórico. IBGE. Arquivado do original em 26 de janeiro de 2012. Página visitada em 18 de julho de 2011.
  9. a b História religiosa. Portal Encanto. Arquivado do original em 26 de janeiro de 2012. Página visitada em 18 de julho de 2011.
  10. a b Clima: Encanto. Climate Data. Página visitada em 26 de março de 2014.
  11. Posto: ENCANTO(PREFEITURA). Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (2009). Página visitada em 23 de fevereiro de 2014.
  12. Posto: ENCANTO(PREFEITURA). Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (2013). Página visitada em 23 de fevereiro de 2014.
  13. Posto: ENCANTO(PREFEITURA). Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (2007). Página visitada em 23 de fevereiro de 2014.
  14. Posto: ENCANTO(PREFEITURA). Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (2010). Página visitada em 23 de fevereiro de 2014.
  15. Análise de precipitação acumulada por mês - Ano: 2008. Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (2008). Página visitada em 23 de fevereiro de 2014.
  16. Análise de precipitação acumulada por mês - Ano: 2009. Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (2009). Página visitada em 23 de fevereiro de 2014.
  17. a b Portal Encanto. Demografia - População Total. Arquivado do original em 14 de janeiro de 2012. Página visitada em 19 de julho de 2011.
  18. a b Tabela 2.7 - População residente, por situação do domicílio e sexo, segundo os municípios – 2010. IBGE (2010-2011). Arquivado do original em 7 de outubro de 2011. Página visitada em 13 de outubro de 2011.
  19. Tabela 2.7 - População residente, por situação do domicílio e sexo, segundo os municípios – 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Página visitada em 5 de dezembro de 2011.
  20. População Urbana. Portal Encanto. Arquivado do original em 14 de janeiro de 2012. Página visitada em 14 de janeiro de 2012.
  21. População Rural. Portal Encanto. Arquivado do original em 14 de janeiro de 2012. Página visitada em 14 de janeiro de 2012.
  22. Atlas de Desenvolvimento Humano. Portal Encanto. Arquivado do original em 27 de janeiro de 2012. Página visitada em 27 de janeiro de 2012.
  23. a b c d e f g Cidades@ - IBGE. ENCANTO - RN. Arquivado do original em 26 de janeiro de 2012. Página visitada em 19 de julho de 2011.
  24. a b Dados do Município: Encanto - RN. Arquivado do original em 26 de janeiro de 2012. Página visitada em 29 de abril de 2011.
  25. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). Tabela 3145 - População residente por sexo, situação do domicílio e cor ou raça - Resultados Preliminares do Universo. Sistema IBGE de Recuperação Automática. Página visitada em 27 de janeiro de 2012.
  26. a b Jota Maria. EX-PREFEITOS DO ENCANTO-RN. Página visitada em 14 de janeiro de 2012.
  27. Prefeito. Terra (2008). Arquivado do original em 14 de janeiro de 2012. Página visitada em 14 de janeiro de 2012.
  28. ALBERONE NERI - 25. Eleições UOL (2012). Página visitada em 24 de fevereiro de 2014.
  29. Apuração 1º turno. Eleições UOL (2012). Página visitada em 24 de fevereiro de 2014.
  30. Wendell de Oliveira Costa (10 de maio de 2010). Mapa do RN Dividido por Comarcas. Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Arquivado do original em 30 de outubro de 2011. Página visitada em 30 de outubro de 2011.
  31. Eleitorado WEB. TSE (setembro de 2011). Página visitada em 30 de outubro de 2011.
  32. Dispositivos 6ª região de saúde  » Dispositivos da 6ª região de saúde do Rio Grande do Norte. Arquivado do original em 15 de outubro de 2011. Página visitada em 10 de setembro de 2011.
  33. Município: Encanto - RN (xls). DATASUS. Página visitada em 11 de outubro de 2010.
  34. IDEB - Resultados e Metas. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Página visitada em 11 de outubro de 2011.
  35. RN: Governo trabalha para melhorar Ideb. Jornal de Fato (19 de setembro de 2011). Arquivado do original em 24 de dezembro de 2011. Página visitada em 26 de janeiro de 2012.
  36. IDEB 2009 CLASSIFICAÇÃO DAS ESCOLAS DO RIO GRANDE DO NORTE – 1ª A 4ª SÉRIES. INEP (2009). Arquivado do original em 12 de novembro de 2011. Página visitada em 26 de janeiro de 2012.
  37. IDEB 2009 CLASSIFICAÇÃO DAS ESCOLAS DO RIO GRANDE DO NORTE – 5ª A 8ª SÉRIES. INEP (2009). Arquivado do original em 12 de novembro de 2011. Página visitada em 12 de novembro de 2011.
  38. Analfabetismo. Portal Encanto. Arquivado do original em 26 de janeiro de 2012. Página visitada em 26 de janeiro de 2012.
  39. Freqüência Escolar. Portal Encanto. Arquivado do original em 26 de janeiro de 2012. Página visitada em 26 de janeiro de 2012.
  40. Confederação Nacional de Municípios (CNM). Anos de Estudo. Arquivado do original em 26 de janeiro de 2012. Página visitada em 26 de janeiro de 2012.
  41. Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Resumo dos Custos Totais de Poços Para Atender a Demanda Humana Concentrada no Ano 2020. Arquivado do original em 15 de agosto de 2011. Página visitada em 26 de janeiro de 2012.
  42. Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte. A COSERN. Página visitada em 26 de janeiro de 2012.
  43. Guiatel. Rio Grande do Norte. Arquivado do original em 1° de março de 2011. Página visitada em 19 de julho de 2011.
  44. Sobre Encanto. CityBrazil. Arquivado do original em 26 de janeiro de 2012. Página visitada em 19 de julho de 2011.
  45. Portabilidade numérica chega a mais 8 milhões na 2ªf. Estadão (7 de novembro de 2008). Arquivado do original em 1° de março de 2011. Página visitada em 19 de julho de 2011.
  46. Google Maps. Página visitada em 19 de julho de 2011).
  47. IBGE (2010). Tabela 3152 - Domicílios particulares permanentes, por tipo do domicílio e número de moradores - Resultados Preliminares do Universo. Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA). Página visitada em 26 de janeiro de 2012.
  48. a b IBGE (2010). Tabela 3157 - Domicílios particulares permanentes, por condição de ocupação do domicílio, da existência de energia elétrica, da forma de abastecimento de água e do destino do lixo - Resultados Preliminares do Universo. Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA). Página visitada em 26 de janeiro de 2012.
  49. IBGE (2010). Tabela 3154 - Domicílios particulares permanentes, por existência de banheiro ou sanitário e tipo de esgotamento sanitário - Resultados Preliminares do Universo. Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA). Página visitada em 26 de janeiro de 2012.
  50. Estrutura Administrativa. Página visitada em 19 de julho de 2011.
  51. SEBRAE/RN – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte. Mãos Potiguares. Página visitada em 25 de outubro de 2011.
  52. Sebrae lança catálogo de artesanato potiguar. Correio da Tarde (27 de outubro de 2010). Arquivado do original em 25 de outubro de 2011. Página visitada em 25 de outubro de 2011.
  53. Cleonildo Mello (20 de outubro de 2010). Sebrae lança catálogo para divulgar peças artesanais do RN. SEBRAE/RN. Arquivado do original em 25 de outubro de 2011. Página visitada em 25 de outubro de 2011.
  54. Começa nesta sexta feira o I Regional Encanto de Futsal. Prefeitura. Página visitada em 20 de julho de 2011.
  55. Associações: empresas e segmentos em Encanto, RN. Página visitada em 20 de julho de 2011.
  56. Prefeitura. Pontos turísticos. Página visitada em 19 de julho de 2011.
  57. Prefeitura. Festas e eventos. Página visitada em 19 de julho de 2011.
  58. Prefeito Alberone Neri anuncia atrações musicais do III Arraiá da Roça. Prefeitura Municipal (junho de 2011). Página visitada em 20 de julho de 2011.
  59. Arraiá Alegria da Terra da Nova Terra Boa é a campeã do I Arraiá Intinerante. Prefeitura Municipal (junho de 2011). Página visitada em 20 de julho de 2011.
  60. IV Conferência Municipal de Saúde será realizada nesta sexta feira. Prefeitura Municipal (junho de 2011). Página visitada em 20 de julho de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikcionário Definições no Wikcionário
Wikisource Textos originais no Wikisource
Commons Categoria no Commons
Este é um artigo bom. Clique aqui para mais informações.