Força militar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrows 2.svg
Foi proposta a fusão deste verbete com: Forças armadas.

A força militar é a junção de todas as forças armadas e algumas não armadas responsáveis pela segurança e pela defesa de um país, território ou do mundo inteiro, dependendo do contexto ao qual o termo for aplicado. A força militar engloba, na maioria dos casos, o exército, a marinha, a aeronáutica e todas as entidades que de alguma forma contribuem para a segurança e a defesa do país ou território a qual pertencem.

A força militar pode ser usada ou mobilizada sempre que a vida dos civis estiver em risco, não importando o lugar ou a situação ao qual eles estão expostos. No caso de uma guerra as forças armadas se responsabilizam por defender os civis e/ou atacar o inimigo, no caso de outros problemas, como desastres naturais ou epidemias, forças militares especiais (armadas ou não armadas) podem ser chamadas para evacuar, isolar, estabilizar ou reconstruir áreas ou territórios inseguros.

As maiores forças militares do mundo estão concentradas na Ásia, na Europa e na América do Norte, embora também existam potências militares fora desses três continentes.

Os países com as maiores forças armadas do mundo são os Estados Unidos, a Rússia, a China, a Inglaterra, a França, a Alemanha, o Irã, o Japão, o Canadá, o Brasil, o Israel, a Índia, a Coreia do Norte, o Paquistão, a Coreia do Sul e a Turquia. Embora isso seja um tanto relativo, já que a China e a Índia possuem os maiores exércitos do mundo e nem por isso são as maiores potências militares do mundo.

Força terrestre[editar | editar código-fonte]

As forças militares terrestres possuem uma grande variedade de unidades militares, desde tanques de guerra até caminhões de transporte de soldados, munição e mantimentos.

O exército é responsável pela ocupação, evacuação, isolamento, estabilização e proteção de um determinado território. Desempenham, portanto, o papel mais importante dentre todas as forças militares.

Força aérea[editar | editar código-fonte]

O F-35 Joint Strike Fighter é a próxima geração de caças americanos

Dentre todas as forças militares, a força aérea é a que consegue atingir o inimigo em maior profundidade e a que se movimenta mais rapidamente no campo de batalha.

Os caças, helicópteros e mísseis são caros e necessitam de manutenção especializada, já que incorporam algumas das mais avançadas tecnologias do mundo. Por esse motivo a força aérea recebe uma fatia considerável das verbas destinadas a fins militares.

Dentre os caças mais modernos do mundo podemos citar o Sukhoi Su-37, o JAS 39 Gripen, o F-22 Raptor, o Dassault Rafale e o Mig-35. Dentre os bombardeiros, destaca-se o B-2 Spirit, único do tipo no mundo.

Força naval[editar | editar código-fonte]

USS Nimitz, o maior porta-aviões do mundo

A principal função das forças militares navais é proteger as zonas costeiras e marítimas de possíveis ataques ou invasões, para tal a força naval conta com porta-aviões, fragatas, navios de transporte, submarinos e várias outras unidades militares.

Existem muitos países sem saída para o mar que não possuem forças militares navais. Já nos países que possuem, normalmente verifica-se a unificação das forças navais armadas em uma única entidade, a marinha.

Atualmente, países como Rússia e China vem modernizando seus arsenais e gerando novas tecnologias. Existem programas entre a Rússia, a China e a India, cuja previsão até 2020 é que Rússia e China tenham ultrapassado o poderio bélico existente na atualidade, superando militarmente os Estados Unidos em forças conjuntas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]