Fuego en la sangre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fuego en la sangre
Fogo no Sangue (BR)
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 60 min
Criador(es) Julio Jiménez
apatação por Liliana Abud
País de origem  México
Idioma original Espanhol
Produção
Diretor(es) Miguel Córcega
Produtor(es) Salvador Mejía Alejandre
Elenco Adela Noriega
Eduardo Yáñez
Nora Salinas
Ernesto Laguardia
Niurka Marcos
Eduardo Capetillo
ver mais
Tema de abertura Para Siempre, por (Vicente Fernández)
Transmissão original  México: 21 de janeiro de 2008
 –  México: 2 de novembro de 2008
N.º de episódios 200
Cronologia
Último
Último
Pasión
Mañana es para siempre
Próximo
Próximo

Fuego en la sangre (Fogo no Sangue, no Brasil) é uma telenovela mexicana produzida por Salvador Mejía Alejandre, para a Televisa e exibida pelo Canal de las Estrellas entre 21 de janeiro e 2 de novembro de 2008.

Adaptada por Liliana Abud, é um remake das novelas colombianas Las Aguas Mansas e Pasión de Gavilanes.

A trama é protagonizada por Adela Noriega, Eduardo Yáñez, Jorge Salinas, Elizabeth Álvarez, Nora Salinas e Pablo Montero e antagonizada por Guillermo García Cantú e Diana Bracho

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Uma pequena cidade chamada Cidade de Serdan, estado de Puebla vivem os irmãos Juan Reyes, Oscar Franco e Líbia, esta última mantém um relacionamento com Bernardo Elizondo, proprietário da Fazenda San Agustín, vive um tempestuoso casamento com Gabriela Acevedo, uma pessoa fria, autoritária e amarga. Depois da morte de Bernardo pelas mãos de Fernando Escandón, o seu genro, Líbia está no funeral onde ela é expulsa por Gabriela, Líbia corre para o rio, e chora desconsoladamente. Fernando ainda está lá e a mata para evitar que o filho que esperava goze da fortuna deixada por Bernardo.

Todos pensam que Líbia cometeu suicídio depois de saber que Bernardo era casado , então, seus irmãos juram diante de seu túmulo se vingarem de alguma forma de Bernardo Elizondo e as três filhas dele serão sua vingança, chegam à fazenda com a ajuda de Eva fiel governanta da fazenda e se passam por pedreiros que irão construir uma pequena cabana onde possam viver Sofia e Fernando.

Sofia é a filha mais velha de Bernardo, depois de estuprada e foi casada a força por Gabriela com Fernando, a presença dos Reyes perturba as irmãs Elizondo, Juan se apaixona por Sofia, Jimena de Oscar e Sarita de Franco. Embora os três tinham concordado em namorar as Elizondo e depois abandonar-las com o coração partido se apaixonam por elas. Juan descobre uma mulher sensível e amável em Sofia, Jimena e Oscar têm o mesmo coração selvagem e rebelde e Franco e Sarita são alma gêmeas sensíveis e poéticas. Esta situação dificulta o desejo de vingança dos Reyes.

No entanto, os três percebem que seu amor é impossível por causa do juramento de vingança que fizeram a sua irmã e do péssimo caráter de Gabriela, que com a presença dos Reyes recorda um passado amor e os três irmãos o instrumento de sua vingança.

A trama deu um giro quando As Elizondo descobrem a verdadeira razão pela qual os Reis estavam perto delas, Sofia tem uma filha com Juan Reyes, que é sequestrado por Fernando Escandón, por ordens da malvada Gabriela. Além disso, após o divórcio de Sofia e Fernando, este se casa com Gabriela com a intenção de roubar sua fortuna.

Além disso, Os Reyes enfrentam outro problema, que é o de descobrir o assassino de seus pais, colocando como suspeitos o falecido Bernardo Elizondo, Ricardo Uribe, e inclusive Gabriela Elizondo. Ao descobrir que a terra dos Uribe pertence a eles expulsam essa família, assim, deve agora enfrentar o regresso de Ricardo Uribe, as loucuras de Raquel Uribe e Ruth Uribe, filha deles. Nos últimos dia da telenovela, as verdades são reveladas: Ricardo Uribe matou os pais dos Reyes, por um capricho de Gabriela, que era sua amante, com quem tiveram uma filha: Ruth Uribe. Isto explica porque o medo e a loucura de Raquel Uribe foram causados por que ela não podia ter filhos. Resultou Sofia a verdadeira filha dele.

As mortes dos Uribe, começaram a chegar, começando com o assassinato de Raquel Uribe, por seu próprio marido Ricardo Uribe. Então, ao mesmo Ricardo Uribe, que está de enfrentando os Reyes, mas uma cobra o morde e ele cai. Nos capítulos finais Ruth foi morta por Fernando Escandón.

No final, Fernando Escandón, finge sua morte e assim sequestra Sofia, e confessa a ela que a estuprou e todos os seus outros crimes, mas Juan a resgata e tem uma luta com Fernando, Fernando se sentindo encurralado comete suicídio com uma bala na nuca. Entretanto, Gabriela Acevedo, tendo sido enterrada (e todos acreditavam que havia morrido com um veneno que a mantem em sono), desperta na sepultura e grita por ajuda. Sua claustrofobia a deixa louca, e, ela grita o nome de Fernando como um traidor, por não ter desenterrado ela, mas, Fernando já estava morto. Gabriela morre asfixiada em seu caixão, em poucas palavras: enterrada viva.

Os Reyes e As Elizondo, casam-se no mesmo dia na igreja do padre Tadeu, e vivem felizes na terra de João, Oscar e Franco Reyes.

Temas Recorrentes[editar | editar código-fonte]

  • Crime - Fernando Escandón e Gabriela Elizondo Acevedo
  • Estupro - Fernando a Sofía
  • Triângulo Amoroso - Sarita, Rosario e Franco
  • Loucura - Fernando Escaldón
  • Dança - Maracuyá e Rosario
  • Assassinato - Fernando a Bernado, Rosario, Padre Tadeo, Armando, Libia e Doutor Gomez

Elenco[editar | editar código-fonte]

Protagonistas

  • Adela Noriega - Sofia Elizondo Rodríguez de Reyes
  • Ana Layevska - Virgínia Hernández/Mariana Acuña de Moreno
  • Daniel Arenas - José Luis Santibañez
  • Elizabeth Álvarez - Jimena Elizondo Acevedo

Antagonistas

Co-Protagonistas

Atuações estelares de:

E O regresso as telenovelas de:

Apresentação na TV de:

Atuações Especiais:

Dados Técnicos[editar | editar código-fonte]

  • História original - Julio Jiménez
  • Versão original - Liliana Abud
  • Adaptação - Ricardo Fiallega
  • Edição literária - Dolores Ortega
  • Diretora de arte - Cristina Martinez de Velasco
  • Cenografia - Diego Lazcuráin Farell
  • Ambientação - Angélica Serafín
  • Coordenador artístico - Gerardo Lucio
  • Figurinista - Gabriela Castellanos
  • Chefes de produção - Beatriz de Anda, Alfonso López
  • Tema principal - Para siempre (Autor: Joan Sebastian; intérprete: Vicente Fernández)
  • Música original - José Antonio “Potro” Farías
  • Coordenação musical - Luis Alberto Diazayas
  • Edição - Marco A. Rocha, Pablo Peralta, Alfredo Frutos Maza
  • Coordenação geral - Laura Mezta
  • Supervisor de edição - Adrián Frutos Maza
  • Gerente de produção - Aarón Gutiérrez
  • Direção de câmeras em locação - Jesús Acuña Lee
  • Produtor associado - Bosco Primo de Rivera
  • Direção de câmeras - Manuel Barajas
  • Direção de cena - Miguel Córcega, Edgar Ramírez y Alberto Díaz
  • Produtor Executivo - Salvador Mejía

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmios TVyNovelas (México) 2009[editar | editar código-fonte]

Ganhadores

Nomeações

  • TVyNovelas (México) a melhor atriz protagônica: Adela Noriega
  • TVyNovelas (México) o melhor ator protagônico: Eduardo Yáñez
  • Anexo:TVyNovelas (México) o melhor ator protagônico: Jorge Salinas
  • TVyNovelas (México) o melhor ator co-estelar: René Casados
  • Melhor direção de cena: Javier Yerandi
  • Melhor direção de câmeras: Manuel Barajas, Jesús Acuña
  • Melhor história e melhor adaptação

Prêmios Oye! 2008[editar | editar código-fonte]

Prêmios Fama 2008[editar | editar código-fonte]

Resumo Anual de Televisa 2008[editar | editar código-fonte]

  • Novela do ano

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Essa novela é uma produção de Salvador Mejía Alejandre, produtor renomado que tem no curriculum as novelas La usurpadora e La Madrasta. Grandes sucessos no México e no Brasil.
  • Salvador Mejía declarou que a novela era um resgate do Cine Del Oro.
  • A novela foi marcada por erros técnicos como fios de Microfones aparecendo e erros de continuidade.[1][2]
  • Adela Noriega e Eduardo Yañez foram par romântico em Dulce Desafío e Guadalupe.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Telenovelas das 21 horas do Canal de Las Estrellas

Pasión
(2007/2008)
Fuego en la Sangre
(2008)
Mañana es para siempre
(2008/2009)