Niña... amada mía

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Niña...amada mía
Menina Amada Minha (BR)
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 50 minutos (segunda a sexta)
Criador(es) César Miguel Rondón (obra original)
Gabriela Ortigoza (adaptação)
País de origem  México
Idioma original (em espanhol)
Produção
Diretor(es) Alfredo Gurrola
Produtor(es) Angelli Nesma Medina
Elenco Karyme Lozano
Sergio Goyri
Sergio Sendel
Otto Sirgo
Mayrín Villanueva
Ludwika Paleta
ver mais
Tema de abertura «Niña amada mía» por Alejandro Fernández
Tema de
encerramento
«Mátalas» por (Alejandro Fernández
Exibição
Emissora de
televisão original
México Canal de las Estrellas

Brasil SBT

Transmissão original México 27 de janeiro - 27 de junho de 2003
N.º de episódios México 110
Cronologia
Último
Último
Así son ellas
Velo de novia
Próximo
Próximo
Programas relacionados Las amazonas
Quirpa de tres mujeres
Las Bandidas

Niña... amada mía (no Brasil: Menina Amada Minha) é uma telenovela mexicana produzida por Angelli Nesma Medina para a Televisa e exibida pelo Canal de las Estrellas, entre 27 de janeiro e 27 de junho de 2003, substituíndo Así son ellas e substituída por Velo de novia.

A trama é protagonizada por Karyme Lozano e Sergio Goyri, co-protagonizada por Mayrín Villanueva, Otto Sirgo, Ludwika Paleta e Julio Mannino e as participações antagônicas de Mercedes Molto, Juan Pablo Gamboa e Eric del Castillo.

A telenovela foi apresentada pelo SBT entre 26 de janeiro e 17 de maio de 2004, substituíndo No Limite da Paixão, às 18h. Nesta exibição, a emissora ignorou a portaria do Ministério da Justiça, que classificou a telenovela mexicana como inadequada para antes das 20h.[1]

O Ministério da Justiça reavaliou todos os capítulos da novela e nessa reavaliação a classificação da novela será não recomendado para menores de 10 anos nisso a novela será reexibida pelo SBT a partir de janeiro de 2015 ás 16h45 da Tarde substituindo

a novela No Límite da Paixão, e será substituida por Manancial.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Clemente Soriano orgulha-se sobre sua riqueza, o poder e a família. Ele tem três lindas filhas, uma jovem e bela esposa, e fiéis servos. Ele acredita que suas filhas, Isabella, Diana, e Carolina, só merecem o melhor. No entanto, passada a máscara de um pai amoroso, estabelece-se o homem que vai fazer de tudo para ganhar o que ele quer, até mesmo cometer um assassinato.

Otávio Uriarte e sua mãe Socorro foram os inimigos de Clemente, desde o nascimento de sua primeira filha. Ambos estão convencidos de que Clemente matou o irmão de Otávio, Orlando Uriarte, para ganhar a posse de sua fazenda "La Noria" e sua esposa. Mas só Paz, a fiel empregada doméstica e babá das filhas do Clemente, e Pascoal, o patrão de "La Noria", sabem a verdade sobre o que realmente aconteceu entre Clemente e Orlando 28 anos atrás.

Isabella é a filha mais velha de Clemente, ele é o pai cheio de orgulho e alegria. Ela é sua filha preferida, e é implacável nos negócios assim como seu pai. Ela ama seu pai, e acredita que a nova esposa do pai, Karina, só está interessada na riqueza e poder que ganhou com o seu casamento.

Isabella é comprometida com Cesar, um cavaleiro olímpico e criador de cavalos, porém ela se encontra atraída pelo novo veterinário do haras, Vítor Izzaguirre. O veterinário não é legalmente divorciado, é apenas afastado de sua esposa Consuelo, mãe de suas duas filhas, Ximena e Pili. Victor adora Isabella, mas então Karina decide seduzi-lo: mesmo Victor amando muito Isabella, ele cai nas armadilhas de Karina. Seu pai pede que Isabella se case com César, ela se recusa a ouvir Vítor e torna-se noiva de César mais uma vez.

Isabella também tem uma situação paralela que tem a ver com a sua origem. Para ela, é doloroso não conhecer a verdade sobre seu nascimento e sua origem, e ela sente raiva de Paz, sua babá, por ter mentido para ela. No final, Clemente reconhece a verdade na frente de Isabella.

Diana, a segunda das irmãs, volta para casa com uma licenciatura em arquitetura. Sem saber da rivalidade do pai com Otávio Uriarte, ela começa a trabalhar para sua empresa. Mesmo após ela descobrir sobre a rivalidade, ela se apaixona por Otávio. Além do amor por Otávio, ele também foi seu professor quando ela estudou arquitetura. O que pode separar o casal é o fato de que eles são de duas famílias rivais, e a diferença de idade. O fato de Mauricio, que é proteger de Otávio, também ser apaixonado por Diana, acrescenta-se aos outros dois obstáculos. Mesmo com todos esses impedimentos, Diana se entrega ao amor de Otávio, mas então percebe que o ódio entre as duas famílias parece insuperável. Otávio, desiludido com Diana, casa com Mariana, sua antiga namorada.

Carolina, a mais jovem das irmãs, retorna a partir de seus estudos nos Estados Unidos para reavivar a sua relação com Rafael, um homem que parece apenas interessado em sua fortuna. No entanto, ela acaba caindo de amor por Paulo, filho de Paz, apesar de ela ter rejeitado por causa de seu status humilde.

Por acreditar que suas filhas merecem o melhor, Clemente destrói suas vidas amorosas e ele, inadvertidamente, distancia suas filhas entre si. Sem intenção, Clemente se torna o vilão da história. Ele recebe o que merece quando o seu casamento é destruído. Ele torna-se isolado e rejeitado por suas filhas, que são seu mais valioso tesouro. No entanto, ele reconhece todos os erros que fez, aceita suas filhas, seus estilos de vida e suas escolhas amorosas, e obtém o perdão das mesmas.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Premios TVyNovelas 2003[editar | editar código-fonte]

Categoria Pessoa Resultado
Melhor telenovela Angelli Nesma Nomeada
Melhor atriz protagonista Karyme Lozano Nomeada
Melhor ator protagonista Sergio Goyri Nomeado
Melhor atriz antagonista Mercedes Molto Nomeada
Melhor ator antagonista Juan Pablo Gamboa Nomeado
Melhor atriz co-protagonista Eugenia Cauduro Ganhadora
Melhor atriz principal Emilia Carranza Nomeada
Melhor ator principal Eric del Castillo Nomeado
Melhor revelação feminina Mayrín Villanueva Ganhadora
Melhor revelação masculina Julio Mannino Nomeado
Melhor direção de cena Alfredo Gurrola Nomeado

Versões[editar | editar código-fonte]

Audiência[editar | editar código-fonte]

Não conseguiu manter os índices da antecessora, No Limite da Paixão, e mesmo sendo exibida num melhor horário, 18h30, e posteriormente às 19h, teve apenas 6 pontos de média geral, índice considerado extremamente baixo para a faixa, cuja meta era 8/10 pontos.

Apesar de não ter feito sucesso no Brasil, no México foi um sucesso, com média total de 25.9.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Daniel Castro (29 de janeiro de 2004). Globo adia mudança de Faustão para SP Folha de São Paulo UOL. Visitado em 27 de setembro de 2014.
  2. esmas

Ligações externas[editar | editar código-fonte]