Mel Lisboa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde outubro de 2012). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mel Lisboa
Mel Lisboa em dezembro de 2010.
Nome completo Mel Lisboa Alves
Nascimento 17 de janeiro de 1982 (32 anos),
Porto Alegre, RS
Nacionalidade  brasileira
Ocupação atriz
Cônjuge Felipe Roseno (2008-presente)
IMDb: (inglês)

Mel Lisboa Alves (Porto Alegre, RS, 17 de janeiro de 1982) é uma atriz e apresentadora brasileira.

Biografia e carreira[editar | editar código-fonte]

É filha da astróloga Cláudia Lisboa Alves e do músico Bebeto Alves. Estudou cinema na Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, mas trancou o curso para seguir a carreira de atriz. Ela não possui nenhum grau de parentesco direto com o músico gaúcho Nei Lisboa[1] .

Sua estréia como atriz foi em 2001, quando protagonizou a minissérie da Rede Globo, Presença de Anita, interpretando Anita, uma jovem misteriosa e sedutora. Devido ao grande apelo sexual que sua personagem tinha, participou de um ensaio sensual para o site paparazzo.

Em 2002, na novela Desejos de Mulher, interpretou Gabriela, uma jovem vinda do interior e aspirante a modelo. Desta vez sua personagem não obteve tanto sucesso, devido a imagem fixada da personagem anterior e os baixos índices de audiência da trama. A atriz, à época, percebeu, inclusive, que se deslumbrara após fazer um papel de destaque, mas ao ter em seguida interpretado outro com pouca aceitação a fez amadurecer.[2]

Em 2003, fez o seu segundo ensaio sensual. Desta vez para a revista Trip. No ano seguinte posou nua para a edição brasileira da revista Playboy, em sua edição de aniversário de 29 anos.

No mesmo ano, após ter assinado contrato com o SBT, a contratação não ter seguido a diante, retorna à Rede Globo e atua na novela Como uma Onda, interpretando Lenita Paiva, uma garota rica e mimada.

Em 2007, tornou-se apresentadora de televisão no canal GNT / Rede Globo Sat e lança o livro Mundo Afora - Diário de Bordo de Mel Lisboa,[3] com o enredo e fotografias do seu programa. E também participou do elenco da novela Sete Pecados, o qual viveu a personagem Carla, uma jovem de origem humilde e extremamente ambiciosa com sua dúbia personalidade.

Posteriormente, manteve-se reclusa de grandes trabalhos na televisão, por cerca de quase três anos. Neste período casou-se com Felipe Roseno músico, com quem tem dois filhos, Bernardo e Clarice, fez pequenas participações em séries da Rede Globo e se dedicou ao teatro. Em 2010, assina contrato com a Rede Record e no ano seguinte protagoniza a minissérie Sansão e Dalila, interpretando, Dalila, uma mulher sedutora e de caráter duvidoso.

Ainda em 2011, participou de mais dois ensaios sensuais: Na revista Inked, mostra suas tatuagens e fala sobre sua paixão por elas. Já na revista Maxim, mostra que literalmente a fase lolita ficou para trás.

Ganhou alguns prêmios em sua carreira, dentre eles o mais importante prêmio do cinema nacional, o Kikito, no Festival de Gramado, como melhor atriz por sua atuação em Sonhos e Desejos, no ano de 2006.

No cinema participou de filmes como: A Cartomante (2003), O Casamento de Romeu e Julieta (2005), Sonhos e Desejos (2006), e Ao Vivo (2008).

No teatro participou de peças como: Há Vaga Para Moças de Fino Trato (2002), Confissões de Adolescente (2003), Brutal (2003), Luluzinhas (2003), Mordendo os Lábios (2006), A Mulher do Candidato (2008), Cyrano (2009), Após A Chuva (2010) e Mulheres Alteradas (2010/2011).

Em outubro de 2012, foi internada com virose intestinal e precisou cancelar o espetáculo.[4]

Em 2013, a atriz retorna aos palcos do teatro com a peça Homem Não Entra, no qual a peça traz o gênero faroeste aos palcos,[5] e ela também retorna a televisão no novo seriado da GNT, As Canalhas,[6] [7] e também com a telenovela escrita por Carlos Lombardi, Pecado Mortal na Rede Record.[8]

Em 2014, Mel Lisboa interpreta a cantora Rita Lee, na peça Rita Lee Mora ao Lado - O Musical,[9] sob direção de Márcio Macena e Débora Dubois, baseada no livro Rita Lee Mora ao Lado - Uma biografia alucinada da rainha do rock, do escritor Henrique Bartsch.

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2001 Presença de Anita Anita (Cíntia)
2001 Os Normais Taty (ep. "Tentações São Normais")
2002 Desejos de Mulher Gabriela Diniz
2004 Como uma Onda Lenita Paiva
2005 Casseta & Planeta, Urgente! Melanie
2006 Oi Mundo Afora Apresentadora
2007 Sete Pecados Carla da Silva
2008 Casos e Acasos Júlia (ep. "O Ex, a Promoção e o Vizinho")
2011 Sansão e Dalila Dalila
2013 As Canalhas Mariana (ep. "Mariana")
2013 Pecado Mortal Márcia Figueiredo (Marcinha)

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2004 A Cartomante Vitória
2005 O Casamento de Romeu e Julieta Joana
2006 Sonhos e Desejos Cristiana
2007 A Última Contravenção Joana
2008 Ao Vivo Sofia (curta-metragem)

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2002 Confissões de Adolescente Natália
2003 Há Vaga Para Moças de Fino Trato Lúcia
Brutal Sol
Luluzinhas Agnes
2006 Mordendo Os Lábios Eleonora
2008 A Mulher do Candidato Silvia
2009 Cyrano Roxanne
2010 Após A Chuva Agnes
Mulheres Alteradas Lisa
2012 Cine Camaleão - A Boca do Lixo Wanda Scarlatti
2013 Homem Não Entra Brigitte
2013 Superadas Patrícia
2014 Rita Lee Mora ao Lado - O Musical Rita Lee


Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
2001 Prêmio Contigo! de TV Atriz Revelação Presença de Anita Venceu
2006 Festival de Gramado Melhor Atriz Sonhos e Desejos Venceu
2012 Prêmio Contigo! de TV Melhor Atriz de Série ou Minissérie Sansão e Dalila Indicado
2013 Prêmio Arte Qualidade Brasil Melhor Atriz de comedia Superadas Venceu
2014 Prêmio Arte Qualidade Brasil Melhor atriz de musical Rita Lee Mora ao Lado Venceu

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Mel Lisboa
Precedido por
Priscilla Rozenbaum
Kikito - Melhor Atriz - Longa-Metragem Brasileiro
2006
Sucedido por
Ingra Liberato
Precedido por
Nívea Stelmann (1998)
Prêmio Contigo! - Atriz Revelação
2002
Sucedido por
Giselle Itié


Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.