Michael Vescera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Michael Vescera (Prospect, 13 de junho de 1962) é tecladista e vocalista estadunidense, que se destacou por fazer parte das bandas Obsession, Loudness, Yngwie Malmsteen e Dr. Sin.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou com êxito a sua carreira, integrando a mais consagrada banda de heavy metal japonesa, o Loudness. Michael gravou três trabalhos com a banda: "On the Prowl" e "Soldier of Fortune".

Passou também por bandas consagradas como Obsession nos álbuns "Methods of Madness" e "Scarred for Life".

Sondado pelo guitarrista sueco Yngwie J. Malmsteen em meados da década de 1990, foi convidado para integrar a sua banda que contava com músicos de renome. Suas primeiras participações na banda foi em 1994 na gravação de um dos trabalhos que mais se destacaram em toda a carreira de Malmsteen.

O nome desses trabalhos são "Seveth Sign" e "I Can Wait", que contou com: Yngwie Malmsteen (guitarra e baixo), Mats Olausson (teclados) e Mike Terrana (bateria), além de Michael nos vocais, claro.

O último trabalho que Mike apresentou na banda de Malmsteen foi o pesado "Magnum Opus", nele participaram os músicos: Yngwie Malmsteen (guitarra), Michael Vescera (vocais), Barry Sparks (baixo), Mats Olausson (teclados) e Shane Gaalas (bateria).

Todos foram álbuns que deram importante destaque para o guitarrista.

Após sua saída de forma "amigável" da banda de Malmsteen, Mike formou seu projeto solo que levou o nome de MVP (Michael Vescera Project), onde lançou dois álbuns, "Animation" e "Windows", inclusive nesse último, contou com a presença do excelente guitarrista brasileiro Eduardo Ardanuy em três faixas do cd.

Em 1997, Michael co-produziu o cd "Insinity" da banda brasileira Dr. Sin, e participou do cd cantando a música "No Rules".

Em 1999 se apresentou com o MVP no Brasil, ao lado de grandes nomes como Quiet Riot e Dr. Sin. Esse grande evento ocorreu na cidade de Campinas e foi um sucesso em bilheterias. No mesmo ano recebeu um convite do guitarrista Roland Grapow, que ainda integrava a banda Helloween, para o seu segundo projeto paralelo, o intitulado "Kaleidoscope".

O ano de 2000 foi o ano de Michael deixar seu nome aqui em terras brasileiras. Devido a forte amizade que teve com os membros do Dr. Sin, Michael se tornou o vocalista da banda, e gravou o cd Dr. Sin II, que foi um dos trabalhos independentes mais bem sucedidos do país.

Devido a incompatibilidade de agenda, Michael teve que deixar a banda. Vivia e tinha uma família nos EUA e a banda brasileira muitas vezes apresentou sem o vocalista.

Michael possui uma amizade muito forte com a banda até os dias atuais, e em entrevista, a banda Dr. Sin disse que pretendem lançar outro cd com Michael no vocal.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Obsession[editar | editar código-fonte]

  • Marshall Law - EP - (1982)
  • Scarred for life - 1986
  • Methods of Madness - 1987
  • Carnival of Lies -(2006)
  • Obsession - (Demos and B sides) (2008, Japan only)
  • Order of Chaos (2012)

Loudness[editar | editar código-fonte]

Soldier of Fortune - 1989

Loud n'Rare - 1991

On the Prowl - 1991

Yngwie Malmsteen[editar | editar código-fonte]

The Seveth Sign - 1994

Magnum Opus - 1995

MVP (Michael Vescera Project)[editar | editar código-fonte]

MVP (Mike Vescera Project) - Windows (1997)

MVP (Mike Vescera Project) - Animation (1999)

MVP (Mike Vescera Project) - The Altar (2003)

MVP (Mike Vescera Project) - Crossing the Line (2004)

Michael Vescera - A Sign of Things to Come (2008)

Roland Grapow[editar | editar código-fonte]

Kaleidoscope - 1999

Dr. Sin[editar | editar código-fonte]

Dr. Sin II - 2000

Animetal USA[editar | editar código-fonte]

Animetal USA - Animetal USA (2011)

Animetal USA - W (2012)

Other[editar | editar código-fonte]

  • Palace of Black - Palace of Black (2002)
  • Safe Haven - Safe Haven (2004)
  • Stygia (2007)
  • Nergard - The Beginning (EP) (2011)
  • Nergard - Memorial For A Wish ACT 1 (2011)
  • Sovereign - Warring Heaven (Sept 2012) [1]