BRT Via Livre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de BRT de Recife)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
BRT do Recife
BRT Via Livre - Recife.jpg
Estação Derby do BRT Via Livre, na Praça do Derby, Recife
Informações
Proprietário Via Livre
Local BrasilRecife
Tipo de transporte Bus Rapid Transit and System
Número de estações 41
Tráfego 129.000 passageiros por dia
Funcionamento
Início de funcionamento 2014

O BRT Via Livre, conhecido localmente como BRT ou TRO do Recife[1][2] é um sistema de transporte público baseado no uso de ônibus da cidade do Recife, no estado de Pernambuco, Brasil. É parte integrante do Grande Recife Consórcio de Transporte.[3]

Inaugurado em 2014, como parte das obras de mobilidade para a Copa do Mundo de Futebol, o BRT do Recife atende diretamente a cidade do Recife, bem como as cidades de Igarassu, Abreu e Lima, Paulista, Olinda e Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, um total de mais de 129 mil pessoas por dia.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Com mais de 4 milhões de pessoas em sua região metropolitana, a Grande Recife,[4] possui um dos piores trânsitos do país,[5] suas ruas sempre cheias de carros e transportes coletivos que não atendem toda a demanda de forma satisfatória são reclamações constantes entre a população recifense.

Pensadas para facilitar o deslocamento entre as cidades da Região Metropolitana do Recife, bem como de torcedores para a Arena Pernambuco durante a realização da Copa do Mundo de 2014, o BRT do Recife foi inaugurado parcialmente naquele ano, ainda que de maneira improvisada, boa parte das estações funcionaram durante o período da Copa, outras somente vieram a ser inauguradas tempos depois.[3]

Corredores[editar | editar código-fonte]

Este sistema é dividido em dois corredores diferentes:

BRT Leste/Oeste[editar | editar código-fonte]


Leste-Oeste
Inauguração 2014 (5 anos)
Estações 17
Estado em serviço
Unknown route-map component "BUS2" Unknown route-map component "uKINTa"
TI de Camaragibe
Unknown route-map component "upBHF"
Areinha
Unknown route-map component "upBHF"
Barreiras
Unknown route-map component "upBHF"
Padre Cícero
Transverse water Unknown route-map component "uhKRZWae" Transverse water
Rio Capibaribe
Unknown route-map component "upBHF" Unknown route-map component "BUS2"
Capibaribe
Unknown route-map component "upBHF"
Engenho Poeta
Unknown route-map component "upBHF"
Riacho do Cavouco
Unknown route-map component "BUS2" Unknown route-map component "uINT"
TI da IV Perimetral
Unknown route-map component "RP4q" Unknown route-map component "uSKRZ-G4u" Unknown route-map component "RP4q"
BR-101
Unknown route-map component "upBHF"
Parque do Cordeiro
Unknown route-map component "upBHF"
Forte do Arraial
Unknown route-map component "upBHF" Unknown route-map component "BUS2"
Getúlio Vargas
Unknown route-map component "upBHF"
Zumbi
Unknown route-map component "upBHF"
Abolição
Unknown route-map component "upBHF"
Benfica
Transverse water Unknown route-map component "uhKRZWae" Transverse water
Rio Capibaribe
Unknown route-map component "upBHF"
Derby
Transverse water Unknown route-map component "uWBRÜCKE2" Transverse water
Canal da Magalhães
Unknown route-map component "upBHF"
Padre Inglês II
Unknown route-map component "upBHF"
Soledade II
Unknown route-map component "upBHF"
Gervásio Pires II
Transverse water Unknown route-map component "uhKRZWae" Transverse water
Rio Capibaribe
Unknown route-map component "uKINTe" + Unknown route-map component "HUBaq"
Unknown route-map component "uexKBHFaq" + Unknown route-map component "HUBeq"
Guararapes - Norte-Sul

O Corredor Leste-Oeste possui 12 km de extensão com um investimento total previsto de R$ 99 milhões, sendo R$ 11 milhões direcionados para a construção dos terminais. Esse sistema permite o deslocamento entre as regiões leste e centro da Região Metropolitana de Recife (RMR). Os municípios a serem contemplados com a obra são os seguintes: São Lourenço da Mata, Camaragibe e a capital Recife.

Esse corredor possui dois novos terminais de integração e dois já existentes serão reformados. O número total de estações é de 22 ao longo dos 12 km de extensão, com distância de 500 metros entre elas. Já o Corredor Ramal Cidade da Copa foi contemplado com um novo terminal integrado com o sistema de metrô. Possui quatro estações construídas ao longo da extensão de 6,4 km, também espaçadas por 500 metros de distância.

O corredor Ramal Cidade da Copa abrange as cidades de Camaragibe, São Lourenço da Mata, além de Recife. Esse corredor constitui a continuação do Corredor Leste-Oeste e também atende à Cidade da Copa, onde se localiza a Arena Pernambuco. O investimento total é de R$ 137 milhões.

As obras dos dois corredores foram iniciadas em outubro de 2011, estão em estágio avançados e com previsão de conclusão para setembro de 2013 Corredor Ramal Cidade da Copa e fevereiro de 2014 Corredor Leste/Oeste.[6]

BRT Norte/Sul[editar | editar código-fonte]


Norte-Sul
Inauguração 2014 (5 anos)
Estações 25
Estado em serviço
Unknown route-map component "BUS2" Unknown route-map component "uKINTa"
TI de Igarassu
Unknown route-map component "upBHF"
Cruz de Rebouças
Unknown route-map component "uINT" Unknown route-map component "BUS2"
TI Abreu e Lima
Unknown route-map component "RP4q" Unknown route-map component "uSKRZ-G4u" Unknown route-map component "RP4q"
BR-101
Unknown route-map component "uINT" Unknown route-map component "BUS2"
TI Pelópidas Silveira
Unknown route-map component "RP2q" Unknown route-map component "uSKRZ-G2u" Unknown route-map component "RP2q"
PE-022
Unknown route-map component "upBHF"
José de Alencar
Unknown route-map component "upBHF"
São Francisco
Unknown route-map component "upBHF"
Hospital Central
Unknown route-map component "upBHF"
São Salvador do Mundo
Unknown route-map component "upBHF"
Cidade Tabajara
Unknown route-map component "upBHF"
Jupirá
Unknown route-map component "upBHF"
Aluísio de Magalhães
Unknown route-map component "uINT" Unknown route-map component "BUS2"
TI da PE-15
Unknown route-map component "upBHF"
Bultrins
Unknown route-map component "RP4q" Unknown route-map component "uSKRZ-G4o" Unknown route-map component "RP4q"
Avenida Chico Science
Unknown route-map component "upBHF"
Quartel
Unknown route-map component "upBHF"
Sítio Histórico
Unknown route-map component "upBHF"
Mathias de Albuquerque
Unknown route-map component "upBHF"
Kennedy
Unknown route-map component "RP4q" Unknown route-map component "uSKRZ-G4o" Unknown route-map component "RP4q"
Avenida Presidente Kennedy
Unknown route-map component "upBHF"
Complexo de Salgadinho
Unknown route-map component "upBHF"
Tacaruna
Unknown route-map component "upBHF"
Santa Casa de Misericórdia
Unknown route-map component "upBHF"
Araripina
Unknown route-map component "upBHF"
IEP
Unknown route-map component "upBHF"
Treze de Maio
Unknown route-map component "upBHF"
Riachuelo
Transverse water Unknown route-map component "uhKRZWae" Transverse water
Rio Capibaribe
Unknown route-map component "upBHF"
Praça da República
Unknown route-map component "upBHF"
Nossa Senhora do Carmo
Unknown route-map component "upBHF"
Maurício de Nassau
Transverse water Unknown route-map component "uhKRZWae" Transverse water
Rio Capibaribe
Unknown route-map component "upBHF"
Ístmo do Recife
Unknown route-map component "uKINTe" + Unknown route-map component "HUBaq"
Unknown route-map component "uexKBHFaq" + Unknown route-map component "HUBeq"
Forte do Brum - Leste-Oeste

O Corredor Norte-Sul possui uma extensão de 33 km e contempla os municípios de Igarassu, Ilha de Itamaracá, Itapissuma, Araçoiaba, Abreu e Lima, Paulista, Olinda e Recife. Além desses atende o acesso a importantes polos de atração de viagens, tais como: hotéis, aeroporto, as estações ferroviária e do metrô, além de alternativas possíveis de deslocamento na rede do Sistema Estrutural Integrado (SEI).

O investimento total na construção do Corredor Norte-Sul foi de ordem de R$ 180 milhões, R$ 12 milhões foram utilizados para a construção dos terminais, sendo um terminal novo e a reforma/adaptação de outros três para operação do sistema BRT. O projeto contempla a construção de 31 estações ao longo do percurso, estas, serão espaçadas a cada 500 metros. As obras, em andamento, tiveram início em janeiro 2012 e tem a previsão de conclusão em setembro de 2013.[7].

Linhas[editar | editar código-fonte]

Corredor Norte-Sul[editar | editar código-fonte]

  • 1900 – TI PE-15 (PCR)
  • 1915 – TI PE-15 (Dantas Barreto)
  • 1979 – TI Pelópidas (Dantas Barreto)
  • 1976 – TI Pelópidas (PCR)
  • 1970 – TI Pelópidas/TI PE-15
  • 1946 – TI Igarassu (PCR)
  • 1961 – TI Abreu e Lima (Dantas Barreto)
  • 1962 – TI Abreu e Lima (PCR)

Corredor Leste-Oeste[editar | editar código-fonte]

  • 2450 – TI Camaragibe (Conde da Boa Vista)
  • 2480 – TI Camaragibe/Derby
  • 2437 – TI Caxangá (Conde da Boa Vista)
  • 2441 – EBRT. (BR-101)/Conde da Boa Vista
  • 2443 – EBRT. (BR-101)/TI Joana Bezerra
  • 2444 – TI Getúlio Vargas (Conde da Boa Vista)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «No Recife, Avenida Agamenon Magalhães terá corredor exclusivo de ônibus». 20 de março de 2012. Consultado em 13 de março de 2019 
  2. Grande Recife (1 de fevereiro de 2013). «Dois novos terminais de integração começam a ser erguidos na Av. Caxangá». Consultado em 13 de março de 2019 
  3. a b c «BRT Via Livre». Granderecife.pe.gov.br. Consultado em 13 de março de 2016 
  4. «Com Goiana, Grande Recife supera densidade demográfica de Fortaleza e Salvador». Diário de Pernambuco. 11 de janeiro de 2018. Consultado em 13 de março de 2019 
  5. Marina Rossi (5 de junho de 2018). «Recife, o pior trânsito "em linha reta" do Brasil». Recife: El País. Consultado em 13 de março de 2019 
  6. BRT Brasil (28 de fevereiro de 2013). «BRT Leste/Oeste». Consultado em 24 de março de 2013 
  7. BRT Brasil (02 de dezembro de 2012). 02 de dezembro de 2012 http://www.brtbrasil.org.br/index.php/brt-brasil/cidades-com-sistema-brt/recife/brt-norte-sul#.UU9d6BebM2E. Consultado em 24 de março de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda); Em falta ou vazio |título= (ajuda)