Metrô de Teresina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Metrô de Teresina
VLT de Teresina.JPG
Informações
Local Teresina, PI
País  Brasil
Tipo de transporte Estação de Metrô Metrô
Número de linhas 1
Número de estações 11
Tráfego 15 mil usuários/dia
Funcionamento
Início de funcionamento 15 de agosto de 1989 (29 anos)
Operadora(s) Companhia Metropolitana de Transportes do Piauí
Dados técnicos
Headway 30 minutos
Extensão do sistema 13,5 km
Bitola métrica
Velocidade média 30 km/h
Mapa da Rede

Teresina metro.png

O Metrô de Teresina é um sistema metroviário que opera no município brasileiro de Teresina, estado do Piauí. Tem onze estações e 13,5 km de extensão, transportando cerca de 15 mil usuários/dia.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Vagão anterior.

O projeto do Metrô de Teresina surgiu na década de 1980, com o objetivo de implantar um transporte de alta capacidade para o aglomerado urbano de Teresina. Seu projeto inicial, realizado pela Empresa Brasileira de Transportes Urbanos (na época dirigida pelo político piauiense Alberto Silva), contemplava a construção de 8 estações, o rebaixamento de 16 km de vias férreas e a aquisição de trens, a um custo total de US$ 22 milhões. De acordo com o projeto, 30 mil pessoas utilizariam o metrô diariamente. Para reduzir os custos das obras, o projeto aproveitou ao máximo a linha férrea existente que corta Teresina, adotou trens a diesel cedidos pela RFFSA que operaram nas ferrovias do Rio Grande do Sul, e também manteve a bitola métrica já existente em suas vias.[2]

As obras foram iniciadas em 1988, durante a segunda governo de Alberto Silva, com a construção de um viaduto sobre a avenida Marechal Castelo Branco.[2] A linha 1 do metrô entrou em teste operacional em novembro de 1990 e foi inaugurado comercialmente no dia 11 de janeiro de 1991.[3] Após o término do mandato do governador Silva, as obras foram abandonadas após terem sido investidos US$ 74 milhões (três vezes acima do valor orçado inicialmente).

Por ainda não ter contado com uma estação no centro da cidade e não haver terminais de ônibus em suas estações (a maioria das estações do Metrô são em vizinhanças carentes) a demanda diária não passava dos 5 mil usuários até o ano de 2009, mas com a inauguração da estação Bandeira no centro da cidade, em 2010, a demanda diária de passageiros chegou aos 8 mil usuários em 2013.[4] Em comparação, o sistema de ônibus da cidade atende a 225.000 passageiros por dia.[5] O Metrô de Teresina ainda não atende nenhum shopping principal (menos o Shopping da Cidade que é um camelô)[6], o estádio de futebol, a rodoviária ou o aeroporto.

Em 25 de março de 2008, foi anunciado que a gestão do metrô passará da CMTP para a Companhia Brasileira de Trens Urbanos[7], o que nunca aconteceu até agora.

Em 2017, foi anunciado a compra de VLT's da Bom Sinal para substituir os trens húngaros, que se apresentam em péssimo estado.[8] O primeiro circulou em 4 de junho de 2018. Durante a entrega, o governador Wellington Dias anunciou a construção de novas estações, duplicação da ferrovia, etc. Os outros trem serão reformados para a construção de uma linha até Altos.[9]

Características do Sistema[editar | editar código-fonte]

Este sistema conta atualmente com um total de onze estações e uma extensão total de 13,5 km formado em sua maioria por vias em superfície.

Os veículos deste sistema trafegam a uma velocidade média de 30 km/h. A bitola é de 1000 mm em via singela e o combustivel dos trens é o diesel.

Tabela do Sistema[editar | editar código-fonte]

Linha Terminais Inauguração Comprimento (km) Estações Duração das viagens (min) Funcionamento
Linha 1 Itararé ↔ Eng. Alberto Silva 5 de junho de 1991 13,5 9 30 De segunda a sábado, das 6:00 às 19:00

Frota[editar | editar código-fonte]

Modelo/Série Potência (kW) Fabricante Origem Ano de Fabricação Frota Ativa Frota Inativa Frota Total Composições Frota Total Carros
ABBA 338 Ganz-MÁVAG Hungria 1973 1 2 3 12
TUDH BS Mobile 4 2 x 338 Bom Sinal Brasil 2017 1 0 3 12

Referências

  1. «Metrô Teresina terá novo trem dia 1º de julho». Portal 45 Graus. 17 de junho de 2010. Consultado em 17 de junho de 2010  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. a b «Transporte de Massa». Jornal do Brasil, Ano XCVIII, edição 39, página 9/republicado pela Biblioteca Nacional- Hemeroteca digital brasileira. 17 de maio de 1988. Consultado em 10 de dezembro de 2014 
  3. «Metrô de Teresina é o primeiro do Nordeste». Jornal do Brasil, Ano C, edição 278, página 8/ republicado pela Biblioteca Nacional- Hemeroteca digital brasileira. 13 de janeiro de 1991. Consultado em 10 de dezembro de 2014 
  4. «Metrô se torna ponto de consumo de crack em Teresina». MeioNorte.com. 30 de julho de 2013 
  5. «Quem Somos: Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina - SETUT». SETUT. O Sindicato gerencia o transporte de 7 milhões de passageiros por mês.  line feed character character in |title= at position 12 (ajuda)
  6. «Shopping da Cidade faz camelôs aumentarem vendas em Teresina». MeioNorte.com. 7 de agosto de 2009 
  7. [ligação inativa][ligação inativa]
  8. [1]
  9. [2]