Elden Ring

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Elden Ring
Desenvolvedora(s) FromSoftware
Publicadora(s) Bandai Namco Entertainment
JPFromSoftware
Diretor(es) Hidetaka Miyazaki
Escritor(es) George R. R. Martin
Hidetaka Miyazaki
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 4
PlayStation 5
Xbox One
Xbox Series X e Series S
Lançamento 21 de Janeiro de 2022
Gênero(s) RPG de ação
Modos de jogo Um jogador

Elden Ring é um futuro jogo eletrônico de RPG de ação desenvolvido pela FromSoftware e publicado pela Bandai Namco Entertainment. O jogo é um projeto colaborativo entre o diretor do jogo Hidetaka Miyazaki e o romancista de fantasia George R. R. Martin, e será lançado para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Anunciado na E3 2019, Elden Ring é um jogo eletrônico de RPG de ação em terceira pessoa, desenvolvido pela FromSoftware e publicado pela Bandai Namco Entertainment para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One.[1] O jogo está sendo dirigido por Hidetaka Miyazaki, mais conhecido por criar a série Souls também desenvolvida pela FromSoftware, com uma construção do mundo e de narrativa pelo romancista de fantasia George R. R. Martin, mais conhecido pela criação da franquia A Song of Ice and Fire.[2] Um fã do trabalho de Martin, Miyazaki entrou em contato com ele com uma oferta para trabalhar juntos em um projeto, dando a ele a liberdade criativa de escrever os conhecimentos gerais e os aspectos de construção de mundo do universo do jogo. Miyazaki usou suas contribuições como base da narrativa do jogo, comparando o processo com o de "um manual do mestre de masmorras em um RPG de mesa".[2][3]

O desenvolvimento de Elden Ring iniciou-se no início de 2017, após o lançamento do último conteúdo para download de Dark Souls III, The Ringed City.[4] Assim como nos jogos de Dark Souls que Miyazaki havia dirigido anteriormente, Elden Ring terá como tema a fantasia sombria e terá a capacidade de os jogadores criarem seus próprios personagens personalizados, em vez de jogarem como protagonistas fixos.[3] Miyazaki também considerou Elden Ring como uma "evolução natural" da série Dark Souls, já que o jogo será muito maior em escala em comparação com eles, apresentando um mundo aberto com novas mecânicas de jogo, como cavalgadas e combate.[3][4] No entanto, ao contrário de muitos outros jogos de mundo aberto, Elden Ring não apresentará cidades povoadas com muitos personagens não jogáveis (NPCs), com o mundo tendo inúmeras ruínas semelhantes a masmorras no lugar deles.[3] Quando perguntado sobre a possibilidade de a história ser novelizada, Miyazaki afirmou que preferia que os jogadores experimentassem eles mesmos jogando o jogo, pois ele acha que os segredos e mistérios do jogo seriam estragados se fossem adaptados de outra maneira.[3]

Referências

  1. McWhertor, Michael. «Elden Ring, a game from George R.R. Martin and FromSoftware, revealed at E3». Polygon. Consultado em 23 de junho de 2019. Cópia arquivada em 10 de junho de 2019 
  2. a b Wilde primeiro1=Tyler. «George R.R. Martin wrote Elden Ring's 'overarching mythos'». PC Gamer. Consultado em 23 de junho de 2019. Cópia arquivada em 17 de junho de 2019 
  3. a b c d e Krabbe, Esra. «Elden Ring Is an Evolution of Dark Souls Says Creator – E3 2019». IGN. Consultado em 23 de junho de 2019. Cópia arquivada em 22 de junho de 2019 
  4. a b Wilkinson, Sam. «E3 2019: Hidetaka Miyazaki and George R. R. Martin Present: Elden Ring». news.xbox.com. Consultado em 23 de junho de 2019. Cópia arquivada em 20 de junho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.