ORM Cabo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
ORM Cabo
Razão social ORM Cabo Ananindeua Ltda.
Sociedade limitada
Slogan "Atendimento e entendimento."
Atividade TV por assinatura, internet banda larga
Gênero Telecomunicações
Fundação 2001 (18 anos)
Fundador(es) Organizações Rômulo Maiorana
Sede Av. Nazaré, Nº 350, B. Nazaré
Brasil Belém, Pará
Área(s) servida(s) Belém e Ananindeua
Proprietário(s) ORM
Presidente Lucidéa Maiorana
Produtos Cabo coaxial / MMDS / Fibra ótica
Internet: cable modem (DOCSIS 2.0)
Website oficial Página oficial

ORM Cabo é uma empresa brasileira pertencente a Organizações Rômulo Maiorana lançada em 2001[1] que fornece para a região de Belém e Ananindeua[2] televisão por assinatura e internet banda larga por meio de fibra ótica.[3]

Serviços[editar | editar código-fonte]

Para expansão de sua rede de fibra ótica, a empresa fez um empréstimo de 10 milhões ao Banco da Amazônia que serve também como sinal fechado da Rede Globo.[4]

Também possui um canal com o nome de RMTV.[1]

Em 17 de março de 2014, a operadora passa por uma reformulação, alterando a listagem de canais e o lançamento do canal do assinante, no qual passam informações do aparelho e as novidades dos canais

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Em 22 de setembro de 2010 o Conar decidiu alterar uma publicidade da ORM Cabo, com uma frase aonde dizia que o serviço é imune às condições climáticas.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Natália Ferreira Mello (22 de outubro de 2011). «Regionalização dos conteúdos nas Tv's a cabo: Uma análise da RMTV, canal fechado local na ORM cabo1» (PDF). Universidade Estadual do Centro-Oeste. p. 7. Consultado em 18 de abril de 2012 
  2. «Prestadoras dos Serviços de TV por Assinatura Áreas de Prestação do Serviço e Endereço» (PDF). Anatel. 4 de setembro de 2007. p. 21. Consultado em 18 de abril de 2012 
  3. «Relação das Prestadoras por Unidade da Federação e o Tipo de Tecnologia Disponibilizado (MMDS / TV a Cabo / TVA / DTH)» (PDF). Anatel. 31 de janeiro de 2012. p. 17. Consultado em 18 de abril de 2012 
  4. Lúcio Flávio Pinto (03 de março de 2009). «Contorcionismos de um anacronismo». Observatório da Imprensa. Consultado em 18 de abril de 2012  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. «NOTÍCIAS- 22/9/2010 - Conselho de Ética debate e vota 15 representações». Conar. 22 de setembro de 2010. Consultado em 18 de abril de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.