Sport Club Mangueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mangueira
Sport club mangueira logo.jpg
Nome Sport Club Mangueira
Alcunhas Rubro-negro tijucano
Fundação 29 de julho de 1906
Extinção 1927
Competição Extinto


Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
editar
Uniforme do Mangueira.

Sport Club Mangueira foi uma agremiação esportiva da cidade do Rio de Janeiro, fundada em 29 de julho de 1906.

História[editar | editar código-fonte]

Fundado por operários da fábrica ‘Chapéus Mangueira’, no dia 29 de julho de 1906, o rubro-negro tijucano, atuou na Rua Desembargador Isidro, 72. Nos dias de hoje, o local onde antes residia o estádio, abrange parte do clube Tijuca Tênis Clube. Ao todo, a SC Mangueira participou de onze campeonatos cariocas (1909, 1912 e 1913, 1917 a 1924).

No dia 30 de maio de 1909, no campo da Rua Voluntários da Pátria, o Mangueira sofreu a sua pior humilhação, que ironicamente colocou o time no Livro dos Recordes: Botafogo 24 a 0, sendo a maior goleada em campeonatos regionais, de todos os tempos. Os gols foram: Gilbert Hime (9), Flávio Ramos (7), Monk (2), Lulú Rocha (2), Raul Rodrigues, Dinorah, Henrique Teixeira e Emmanuel Sodré. A SC Mangueira, que jogou com 10 jogadores, teve o seguinte time: Luiz Guimarães, José Perez e Carlos Mongey; Victor, Jonas Cunha e Justino Fortes; Alberto Rocha, João Pereira, Menezes e Maranhão. Botafogo: Coggin; Raul Rodrigues e Dinorah; Rolando de Lamare, Lulú Rocha e Edgard Pullen; Henrique Teixeira, Flávio Ramos, Monk, Gilbert Hime e Emmanuel Sodré.

O uniforme da SC Mangueira era camisa listrada na vertical vermelha e preta e calções brancos. A melhor colocação aconteceu em 1913 e 1917, quando terminou em oitavo lugar, dentre dez participantes. Após uma seqüência de insucessos, a agremiação decidiu abandonar a competição em 1921.

Foi criado no bairro da Tijuca, na zona norte do Rio de Janeiro, por operários da fábrica Chapéus Mangueira. Como a maioria de seus funcionários morava no morro, a localidade em que viviam passou se chamar Mangueira, de onde nasce a Estação Primeira de Mangueira.

Suas cores eram vermelho e preto.

O time foi extinto em 1927[1] e foi incorporado ao Flamengo.[2]

Histórico em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Campeonato Carioca[editar | editar código-fonte]

Ano Posição Ano Posição Ano Posição
1909 1918 10º 1922
1912 1919 1923
1913 1920 10º 1924
1917 1921

Símbolos[editar | editar código-fonte]

Distintivo[editar | editar código-fonte]

Seu escudo uma bola de futebol vermelha com as iniciais S.C.M. em preto.

Uniforme[editar | editar código-fonte]

Seu uniforme era camisa listrada na vertical vermelha e preta e calções brancos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fonte[editar | editar código-fonte]

  • VIANA, Eduardo. Implantação do futebol Profissional no Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Editora Cátedra, s/d.

Referências