Exército imperial japonês

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Soldados do Exército Imperial Japonês por volta de 1900.

O Exército imperial japonês foi a força terrestre oficial do Império do Japão de 1867 até 1945.

Até a Restauração Meiji, as forças militares leais ao Imperador do Japão eram os Samurais, provenientes, principalmente, dos clãs Satsuma e Chōshū. Com a queda do Xogunato Tokugawa e advento da Era Meiji - cujo governo adotou padrões europeus -, surgiu um exército mais formal, leal ao governo central, desvinculado de domínios feudais, e que reconhecia necessário preservar a independência do país frente ao imperialismo ocidental.

A nova força militar tornou-se o Exército Imperial Japonês.

Para empreender essa reforma, o governo central decretou, em 1873, o alistamento obrigatório, estabelecendo que todo varão maior de 21 anos deveria servir às forças armadas por um período de três anos.

A reforma provocou reação dos Samurais, sendo a mais importante delas a Rebelião Satsuma, liderada por Saigō Takamori, que se converteu em guerra civil (1877), pondo à prova o novo Exército Imperial que, embora treinado com armas e táticas ocidentais, tinha seu núcleo constituído por antigos samurais.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Drea, Edward J. In the Service of the Emperor: Essays on the Imperial Japanese Army. Nebraska: University of Nebraska Press, 1998. ISBN 0-8032-1708-0.
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.