Keisuke Honda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Keisuke Honda
Keisuke Honda
Informações pessoais
Nome completo Keisuke Honda
Data de nasc. 13 de junho de 1986 (27 anos)
Local de nasc. Settsu, Osaka,  Japão
Altura 1,82 m
Canhoto
Apelido Neymar Japonês, Il Samurai
Informações profissionais
Clube atual Itália Milan
Número 10
Posição Meia
Clubes de juventude
1994–1998
1999–2001
2002–2004
Japão Settsu FC
Japão Gamba Osaka
Japão Seiryö High School
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2005–2007
2008–2010
2010–2013
2014–
Japão Nagoya Grampus
Países Baixos VVV-Venlo
Rússia CSKA Moscou
Itália Milan
0090 000(11)
0068 000(24)
0094 000(20)
0002 0000(1)
Seleção nacional3
2005
2006–2008
2008–
Flag of Japan.svg Japão Sub-20
Flag of Japan.svg Japão Sub-23
Flag of Japan.svg Japão
0001 0000(0)
0018 0000(5)
0052 000(20)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 4 de janeiro de 2014.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 16 de novembro de 2013.

Keisuke Honda (Osaka, 13 de junho de 1986) é um futebolista japonês que atua como meia. Atualmente, joga pelo Milan.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início de carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido em Osako, Honda começou sua carreira jogando pelo Settsu FC, enquanto ainda era um estudante. Depois foi atuar no time de juniores do Gamba Osaka, indo depois ao Seiryö High School, começando assim a jogar por sua escola.

Foi o principal jogador na campanha do time, que alcançou a semi-final de um campeonato entre as escolas japonesas, despertando o interesse de diversos clubes do Japão por ele.

Nagoya Grampus[editar | editar código-fonte]

Após seus bons desempenhos pelo time de sua escola, Honda foi contratado pelo Nagoya Grampus, recebendo uma permissão para jogar pelo time mesmo ainda estando em idade de jogar pela escola, atuando em uma partida pela Copa da Liga Japonesa ainda como estudante.

Após se graduar em 2005, ele oficialmente se juntou ao Nagoya, jogando a primeira partida da temporada e fazendo uma assistência na mesma. Ele tornou-se titular do time em 2006.

Honda comemorando um de seus gols pelo VVV-Venlo.

VVV-Venlo[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2008 se transferiu para o VVV-Venlo, da Holanda, a pedido do técnico Sef Vergoossen, que já havia treinado Honda nas categorias de base do Gamba Osaka. Infelizmente, na primeira temporada do jogador, a equipa caiu para a segunda divisão, apesar das boas partidas feitas pelo japonês.

Mas o time, no ano seguinte, voltou à primeira divisão, tendo Honda como um dos jogadores mais decisivos nessa conquista, sendo promovido a capitão do time e tornando-se ídolo no clube holandês, recebendo o apelido de 'Keizer Keisuke', que significa Imperador Keisuke em holandês.

Honda em campo pelo CSKA Moscou.

CSKA Moscou[editar | editar código-fonte]

Após suas grandes performances no VVV-Venlo, foi especulado em diversas equipes do futebol europeu, como: Ajax, PSV, Everton e Liverpool. Honda acabou se transferindo para o CSKA Moscou, por aproximadamente 6 milhões de euros, assinando um contrato de quatro anos.

Desde cedo no clube ele já mostrou a sua habilidade, sendo decisivo para a equipe, como ao fazer um gol em uma cobrança de falta contra o Sevilla durante a Liga os Campeões, levando o seu time à vitória, com um placar de 2 a 1 (3 a 2 nos dois jogos), tornando-se o primeiro jogador japonês a chegar às quartas-de-final dessa competição. Seu time foi eliminado posteriormente pela Inter de Milão, equipe que seria mais tarde a campeã do torneio. Mas nem por isso a eliminação apagou o brilho de Honda na competição, recebendo elogios públicos do técnico da Inter, José Mourinho. Recebeu elogios também de Ruud Gullit, que disse que a ascensão do jogador no futebol "É como um conto de fadas".[1]

Seu primeiro gol na liga foi em uma partida contra o Amkar Perm, no dia 12 de março de 2010. O gol foi marcado no terceiro minuto dos acréscimos, levando o seu time à vitória.[2]

Após vários times declararem interesse em Honda, ele revelou que sonha em vestir a camisa 10 do Real Madrid, time que acompanha desde a infância, além de dizer que está sempre em busca pelo melhor, e que deseja jogar em uma equipe de nível superior, aumentando assim os comentários de que sua saída do clube está cada vez mais próxima.[3]

AC Milan[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2013, assinou um contrato com o Milan. Em 2014, vestirá a camisa 10 do time italiano.[4] Sua estreia foi contra o Sassuolo, Honda começou no banco e entrou aos 20 minutos do segundo tempo, mas o Milan acabou perdendo por 4 a 3.[5]

Seleção Japonesa[editar | editar código-fonte]

Pela seleção nipônica, Honda atuou no Copa o Mundo Sub-20 de 2005, nos Jogos Olímpicos de Verão de 2008 e na Copa do Mundo de 2010. Ganhou um maior destaque da imprensa graças a um gol feito em uma cobrança de falta pelo Japão Sub-23, nas Olimpíadas.

Durante a Copa do Mundo de 2010, Honda marcou um gol contra Camarões e outro contra a Dinamarca, sendo considerado pela FIFA como o melhor jogador em campo em ambas as partidas. Por ser o destaque da seleção no campeonato, Honda se tornou alvo dos marcadores, sendo o jogador que mais sofreu faltas durante a fase de grupos, sofrendo, durante toda a primeira fase, 17 faltas.[6] Em contraste, no final da competição, terminou como o jogador que mais cometeu faltas, com 19 cometidas, e aumentou o número de faltas sofridas para 23, três a menos que Andrés Iniesta, o jogador que mais sofreu durante todo o campeonato.[7] Ele foi muito elogiado pelos críticos por sua performance na competição, sendo escolhido por muitos como um dos melhores jogadores da fase de grupos, inclusive sendo apontado para o Time da Fase de Grupos por alguns jornalistas,[8] e foi considerado por Arsène Wenger como o melhor jogador do torneio.[9]

Na fase seguinte o time foi eliminado pelo Paraguai na disputa de pênaltis, onde Honda conseguiu converter sua cobrança. Ao ser perguntado sobre o que achava da campanha da seleção na copa, que foi vista como um feito heroíco pelos torcedores, Honda disse estar decepcionado, e que a seleção irá trabalhar duro para melhorar.[10]

Na Copa da Ásia de 2011, Honda esteve em campo já na primeira partida, no empate em 1 a 1 com a Jordânia. Declarou que estava desapontado com o resultado, pois ele disse saber do que sua seleção é capaz, e que eles já estavam se preparando para a próxima partida.[11] Continuou como titular durante o resto da competição, apenas não atuando contra a Arábia Saudita,[12] e foi muito importante para a equipe, ajudando o Japão a se tornar tetracampeão,[13] sendo inclusive eleito o melhor jogador do campeonato.[14]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Honda durante treino.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 28 de outubro de 2013.
Clube Temporada Liga Copa Copa
da Liga
Competições
continentais
Outras
competições
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Nagoya Grampus Eight 2004 0 0 - 1 0 - - 1 0
2005 31 2 2 0 2 0 - - 35 2
2006 29 6 1 0 4 2 - - 34 8
2007 30 3 2 0 3 0 - - 35 3
Total 90 11 5 0 10 2 - - 105 13
VVV-Venlo 2007–08 14 2 - - - 3 0 17 2
2008–09 36 16 1 0 - - - 37 16
2009–10 18 6 2 2 - - - 20 8
Total 68 24 3 2 - - 3 0 74 26
CSKA Moscow 2010-11 28 4 5 0 - 12 2 1 0 46 6
2011–12 25 8 1 0 - 1 0 1 0 28 8
2012–13 23 7 3 1 - 2 1 - 28 9
2013–14 18 1 0 0 - 5 2 1 2 24 5
Total 94 20 9 1 - 20 5 3 2 126 28
AC Milan 2013-14 0 0 0 0 - 0 0 0 0 0 0
Total 0 0 0 0 - 0 0 0 0 0 0
Total na carreira 252 55 17 3 10 2 20 5 6 2 305 67

Seleção[editar | editar código-fonte]

Nas principais competições[editar | editar código-fonte]

Time Competição Categoria Partidas Gols Classificação do Time
JapãoJapão Campeonato Mundial de Futebol Sub-20 de 2005 Sub-20 4 0 Oitavas-de-Final
JapãoJapão Classificatórias para os Jogos Olímpicos de Verão de 2008 Sub-22 10 4 Classificado
JapãoJapão Jogos Olímpicos de Verão de 2008 Sub-23 3 0 Fase de Grupos
JapãoJapão Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2010 - Ásia Principal 3 0 Classificado
JapãoJapão Eliminatórias para a Copa da Ásia de 2011 Principal 3 1 Classificado
JapãoJapão Copa do Mundo FIFA de 2010 Principal 4 2 Oitavas-de-Final

Gols[editar | editar código-fonte]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pela sua seleção nacional.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Países Baixos Venlo
Rússia CSKA Moscou
Japão Seleção Japonesa

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Família[editar | editar código-fonte]

A família de Honda tem um grande envolvimento com os esportes, como seu irmão mais velho, que por pouco não acabou indo para o Oita Trinita do Japão. Ele não assinou com eles por causa de uma lesão sofrida pelo mesmo. O tio deles, Daizaburo Honda, foi um canoísta que representou o Japão nas Olimpíadas de 1964. O filho de Daizaburo e, consequentemente, primo de Honda, Tamon Honda, participou de três Jogos Olímpicos pela modalidade Luta Livre, em 1984, 1988 e 1992 e hoje em dia é um lutador profissional.[16]

Referências

  1. Keisuke Honda's Goal Fest Boosts Japanese World Cup Hopes (em inglês). thejakartaglobe.com (26 de junho de 2010). Página visitada em 26 de junho de 2010.
  2. ZSKA Moskau 1:0 (0:0) Amkar Perm (em alemão). transfermarkt.de (12 de março de 2010). Página visitada em 14 de junho de 2010.
  3. Honda diz que sonha jogar pelo Real Madird (em português). globoesporte.com (7 de junho de 2010). Página visitada em 11 de janeiro de 2011.
  4. Galliani confirma contratação de Honda no Milan: 'Vestirá a camisa 10'. Página visitada em 11 de dezembro de 2013.
  5. Robinho marca, mas Berardi faz 4 gols e dá vitória ao Sassuolo sobre Milan. Página visitada em 12 de janeiro de 2014.
  6. Honda é o jogador que mais apanha na copa (em português). globoesporte.com (26 de junho de 2010). Página visitada em 2010-06-26.
  7. Fifa's Statistics (em inglês). fifa.com (12 de setembro de 2010). Página visitada em 12 de setembro de 2010.
  8. World Cup 2010: Team Of The Group Stage (em inglês). goal.com (26 de junho de 2010). Página visitada em 30 de junho de 2010.
  9. Arsenal Manager Arsene Wenger Labels Japan's Keisuke Honda The Player Of The Tournament (em inglês). goal.com (1 de julho de 2010). Página visitada em 5 de julho de 2010.
  10. Samurais Azuis são recebidos com festa na volta ao Japão (em português). globoesporte.com (1 de julho de 2010). Página visitada em 1 de julho de 2010.
  11. Honda já pensa no próximo jogo da Copa da Ásia (em inglês). goal.com (9 de janeiro de 2011). Página visitada em 11 de janeiro de 2011.
  12. Saudi Arabia vs Japan (em inglês). goal.com (17 de janeiro de 2011). Página visitada em 29 de janeiro de 2011.
  13. Com golaço na prorrogação, Japão é tetracampeão (em português). globoesporte.com (29 de janeiro de 2011). Página visitada em 29 de janeiro de 2011.
  14. Keisuke Honda Expresses Satisfaction At Winning Tournament and the MVP Prize With Japan (em inglês). goal.com (29 de janeiro de 2011). Página visitada em 30 de janeiro de 2011.
  15. VVV'er Honda beste speler Eerste Divisie (em holandês). Elsevier.nl (14 de maio de 2009). Página visitada em 15 de maio de 2009.
  16. 人立つ、夢への舞台 サッカー・本田圭佑さん – 家族物語 (em japonês). asahi.com (14 de julho 2008). Página visitada em 26 de junho de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]