Principal aliado extra-OTAN

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
  Estados Unidos
  Principal aliado extra-OTAN

Principal aliado extra-OTAN (Major non-NATO ally em inglês), é uma designação dada pelo governo dos Estados Unidos para agrupar aliados estratégicos que possuem relações de trabalho com as Forças Armadas dos Estados Unidos, mas que não são membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte. Enquanto o status de MNNA não inclui automaticamente um pacto de defesa mútua com os Estados Unidos, que confere uma variedade de vantagens militares e financeiras que de outra forma não poderiam ser adquiridos pelos países extra-OTAN.

História[editar | editar código-fonte]

O MNNA foi criado em 1989, quando a seção 2350a, também conhecida como a Emenda Nunn, adicionada ao Título 10 (Forças Armadas dos Estados Unidos), pelo Código dos Estados Unidos da América no Congresso dos Estados Unidos.1 É estipulado acordos em cooperação em pesquisa e desenvolvimento que poderiam ser aprovados com os aliados extra-OTAN de acordo com a Secretária de Defesa dos Estados Unidos, com a anuência do Secretário de Estado dos Estados Unidos. Os MNNA iniciais foram Austrália, Egito, Israel, Japão e Coréia do Sul.

Em 1996, os grandes aliados da OTAN não receberam benefícios militares e financeiros adicionais, quando a seção 2321k foi adicionada ao Título 22 (Relações Internacionais), do Código dos EUA. Esta seção autorizou ao Presidente dos Estados Unidos 13 dias após o Congresso dos EUA notificar tal feito.2 Quando esta lei foi promulgada, designava a Austrália, Córeia do Sul, Egito, Israel, Japão, Jordânia e Nova Zelândia como aliados extra-OTAN.

As estratégias de cooperação militar EUA-Nova Zelândia sofreram um revés após o colapso da aliança ANZUS em 1984 devido a questão sobre navios com carregamentos nucleares. A designação da Nova Zelândia como um MNNA aumentou a colaboração entre os dois países.

Depois que o Paquistão foi nomeado MNNA, os EUA iriam considerar o mesmo status para a Índia, se desejasse.3

Benefícios[editar | editar código-fonte]

Lista de MNNAs[editar | editar código-fonte]

Os seguintes países foram designados como aliados extra-OTAN dos Estados Unidos (em ordem de nomeação):

Nomeados por George H. W. Bush[editar | editar código-fonte]

Soldados sul-coreanos e um oficial dos EUA monitorando a Zona Desmilitarizada da Coreia.

Nomeados por Bill Clinton[editar | editar código-fonte]

Nomeados por George W. Bush[editar | editar código-fonte]

Nomeados por Barack Obama[editar | editar código-fonte]

Casos especiais[editar | editar código-fonte]

  • Panamá Panamá - Possui um acordo de defesa, mas nenhum exército permanente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências