Teoria do dominó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Teoria do Dominó foi uma doutrina da política externa americana na Guerra Fria, que postulava que se um país, ou região, caísse para o comunismo, os países com os quais esse fizesse fronteira iriam cair de seguida. A teoria é atribuída John Foster Dulles.

A expressão Teoria Dominó, que utiliza a imagem de uma peça derrubar a seguinte, foi também utilizada durante a Guerra Fria pelos EUA para apoiar países que lutassem contra Insurreição comunistas, com base na ideia de que se um país caísse, o seus vizinhos cairiam em seguida

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.