Rede SomZoom Sat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SomZoom Sat
Somzoom Gravações e Edições Musicais Ltda.
País  Brasil
Frequência(s) 104,3 MHz FM (Fortaleza, CE)
Sede Guaiuba, CE (Outorga)
Fortaleza, CE (Sede)
Slogan Ligando de Ponta a Ponta. (de 1997 a 2001)
SomZoom Sat, a Rádio Mais Popular do Brasil. (desde 2001)
Fundador Emanuel Gurgel
Pertence a Grupo Emanoel Gurgel
Grupo SomZoom
Outras emissoras SomZoom Sat FM Fortaleza
SomZoom Sat FM Sobral
SomZoom Sat FM Santa Quitéria
Idioma Português
Prefixo ZYS 805
Cobertura Brasil:
Maior parte do Ceará e Pernambuco
Via Satélite:
Brasil e América no StarOne C1 (codificado)
Nome(s) anterior(es) Rádio SomZoom Sat
Sítio oficial http://www.somzoom.com.br

A Rede SomZoom Sat, também conhecida como SomZoom Sat, é uma rede de rádio brasileria sediada em Fortaleza, Capital do Estado do Ceará. No dia 20 de abril de 2013 voltou a ser transmitida na capital cearense na frequência 104,3 MHZ, substituindo a Canaã FM. depois de assina contrato com o Grupo Cearasat de Comunicação. A sede da rede fica no prédio onde estão os estúdios que geram o sinal digital da programação através do canal codificado para as afiliadas em via satélite Brasil Sat 1 (BS1) (hoje o sinal está no StarOne C1) e mantém 24 horas no ar por dia, tornando-se a primeira Emissora de Rádio com programação via Satélite a partir da Região Nordeste. A emissora transmite a rede na internet, através do site (www.somzoom.com.br).

A Rede SomZoom Sat tem a estação móvel fly way, que lhe possibilita transmitir de qualquer ponto do planeta que tenha a cobertura do satélite, com a mesma qualidade do estúdio. Esse estúdio móvel é usado quando ocorre cobertura dos eventos de vaquejadas e bandas de forrós, onde a equipe de locutores faz reportagens do local para a Rede.

A SomZoom Sat alcançou grande popularidade dos ovintes brasileiros no final dos anos 90 e início dos anos 2000 (principalmente no período de 1998 a 2003), quando a rede praticamente era captado em quase todo o Brasil, através das afiliadas nas cidades e zonas rurais, estava no auge da expansão e abrangência máxima em parte do território brasileiro, cobrindo cada vez mais os pontos mais distantes, levando assim não apenas a cultura musical, mas fazendo a integração entre os mais variados sotaques das regiões brasileiras. A programação abrangia todos os ritmos musicais brasileiros e estrangeiros, mas o que domina a programação carro-chefe é o ritmo musical forró, o que levou na maior Rede de Rádio Popular do Brasil.

Entre 2000 e 2001, quando a Rede SomZoom Sat já tendo mais de 100 afiliadas, era considerada a maior rede de rádio brasileira, pois se estimava que a rede fosse escutada por 50 milhões de brasileiros por minuto em mais de 1500 municípios em AMs e FMs, tornando-se maior audiência de Rádio do Brasil ou até do mundo. Na época, a Rede já esteve presente nas capitais dos estados brasileiros (Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Aracaju, Maceió, Recife, João Pessoa, Natal, Teresina, São Luís, Belém e Porto Velho) e em muitas outras grandes cidades do interior.

Depois de 2002, a SomZoom Sat começou perder as afiliadas e a saída de locutores Wanda Maia e Mução. Wanda Maia apresentava o programa Sintonia (ex-Sintonia Brasil) entre 20 horas até meia-noite; Munção era personagem e apresentador do Só Forró, responsável pela liderança de audiência das 16 até 19 horas, ambas ocorridas em 2002. Mas a saída do Munção por outro chamado Bordão, não agradou os ouvintes por ser imitação do antigo locutor, resultou reclamações pela saída sem prévio aviso, queda na audiência e perda de afiliadas em várias localidades. A perda de afiliadas atingiu no auge entre 2005 a 2007, quando praticamente perdeu quase todas as afiliadas, sendo restrita apenas no Ceará.

A maioria das primeiras afiliadas dos anos 90 e anos 2000 que deixaram a Rede SomZoom Sat, voltaram a gerar própria programação local. Outras trocaram a SomZoom Sat pelas redes Jovem Pan AM e FM, Antena 1, Brasil Sat, BAND Sat, entre outras redes e até viraram emissoras religiosas (ou igreja eletrônica) que ficaram pouco tempo no ar.

Atualmente, com a popularização da internet, os brasileiros que estão na Região Nordeste (onde até anos recentes eram transmitidas a Rede SomZoom Sat nas cidades e regiões) e fora da Região (principalmente que estão em São Paulo, Norte ou no exterior) a preferência é a SomZoom Sat, que hoje só tem afiladas no Ceará e Pernambuco. Atualmente, mesmo com a brusca perda de afiliadas e a presença em dois estados do Nordeste, mantém-se como a maior rede de rádios no Brasil destinada às comunidades nordestinas.

História[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

A Somzoom Sat foi registrada na Junta Comercial do Estado do Ceará como a Somzoom Gravações e Edições Musicais Ltda, tendo como data de início das atividades no dia 1º de dezembro de 1991 em Fortaleza (CE). Possui como donos os empresários Emanoel Gurgel de Queiroz (sócio gerente) e Antonio Trigueiro Neto (sócio). O capital está registrado (na Junta Comercial do Ceará em 2003) no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais), sendo que R$ 90.000,00 (noventa mil) é a participação do empresário Emanoel Gurgel de Queiroz e R$ 10.000,00 (dez mil) do sócio. Com relação à mídia sonora, o grupo Somzoom não possui concessão de emissora ao Ministério das Comunicações do Brasil.

1997[editar | editar código-fonte]

A Rádio SomZoom Sat entrou no ar em 1º de junho de 1997, com o arrendamento da concessão da Rádio Capital FM, pertencente ao Grupo Cidade de Comunicação em Fortaleza para divulgação da programação, dos shows e bandas de forró em diversas casas pelos estados afora. A rede é apenas uma cabeça de rede, produtora de conteúdos que transmite sua programação feita em estúdio na própria sede e não tem concessão de rádio.

Em 1º de julho, a emissora transforma em Rede SomZoom Sat, através da transmissão por sinal de via satélite com sinal codificado no Brasil Sat 1 (BS1), transmitido para todo o Brasil e a América Latina. Em seguida, ganhou a primeira afiliada, a Rádio Tropical FM (92.9 MHz) e a segunda foi a Rádio 100 FM (100.9 MHz), cobrindo toda a Grande Fortaleza e norte do Ceará. As duas emissoras não transmitiam toda a programação da rede, pois tinham programas e comerciais locais, pois só apenas a Capital FM transmitia totalmente a programação da rede.

Até a entrada da rede no ar, o Grupo SomZoom, comandado pelo Emanoel Gurgel, já participou de várias concorrências públicas de concessão de rádio, mas devido às “questões políticas” (práticas nefastas que perpetua na política brasileira mesmo com troca de governos), nunca conseguiu e posteriormente não demonstrou mais interesse em novos pedidos. Ao contrário das redes de rádios, a rádio era produtora de eventos em que a geradora de rede pagava às afiliadas para que retransmitissem a rede após acerto de afiliação e em troca a rede deixava os intervalos comerciais de três minutos e produzirem programas locais ou até serem meras repetidoras da SomZoom Sat, parceria inédita que se tem na história do rádio no Brasil.

A entrada da rede no ar era feita pela iniciativa do empresário Emanoel Gurgel, proprietário da gravadora SomZoom Studio, para divulgar bandas de forró como a Mastruz Com Leite, que lançou o primeiro álbum em 1993 e fez sucesso na música “Meu Vaqueiro, Meu Peão”.

No decorrer do ano, a rede ganhou as primeiras afiliadas no Ceará: Rádio Mono-Ólitos AM (Quixadá, 970 kHz), Rádio Vento Leste AM (Aracatí, 1.320 kHz), Rádio Vale FM (Juazeiro do Norte, 99.9 MHz), Rádio Maior FM (Baturité, 93.9 MHz), Rádio Antena Sul FM (Iguatú, 98.3 MHz), Rádio Paraíso FM (Sobral, 96.1 MHz), Rádio RBE AM (Barro, 1.210 kHz), Rádio Educadora AM (Limoeiro do Norte, 560 kHz), Rádio Uirapuru AM (Morada Nova, 1460 kHz), Rádio Itatiaia AM (Santa Quitéria, 890 kHz) e Rádio 104 FM (Baipirá, 104.1 MHz). As 14 rádios cearenses cobriram todo o Ceará e as transmissões (principalmente de AMs) eram captadas nos Estados vizinhos do Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.

Entre agosto a dezembro, com a popularização da SomZoom Sat, outras emissoras de Estados vizinhos do Ceará se interessaram para transmitir nova rede, até então eram afiliadas de outras redes de rádios e outras simplesmente eram emissoras locais. A rede ganhou as primeiras afiliadas fora do Ceará:

  • Pernambuco: as rádios 102 FM (de Recife, 102.1 MHz), 98 FM (Caruaru, 98.7 MHz), 96 FM (Pesqueira, 96.7 MHz), Quilombo FM (Palmares, 101.5 MHz), Timbaúba FM (Timbaúba, 96.9 MHz) e Educadora AM (Belém de São Francisco, 1470 kHz). Com essas rádios, a rede tem 6 afiliadas no Pernambuco.
  • Rio Grande do Norte: as rádios Tropical FM (Natal, 103.9 MHz), Mossoró FM (Mossoró, 94.1 MHz), Voz do Seridó AM (Caicó, 1.100 kHz), Rádio NT-Verdade AM (Ceará-Mirim, 1.580 kHz), Ouro Branco AM (Currais Novos, 1.360 kHz), Salinas AM (Macau, 1.520 kHz), Curimataú AM (Nova Cruz, 1.530 kHz), Cultura D’Oeste AM (Pau dos Ferros, 1.560 kHz), Difusora AM (São Miguel, 1.370 kHz), Agreste AM (Santo Antônio, 1.460 kHz). Com essas rádios, a rede tem 10 afiliadas no Rio Grande do Norte e o sinal da rede chega a ser captado em quase todo o Rio Grande do Norte, partes do leste do Ceará e norte do Paraíba.
  • Alagoas: as rádios Maceió FM (Maceió, 97.7 MHz), São Miguel FM (São Miguel, 99.5 MHz), Cultura AM (Arapiraca, 1.150 kHz), Correio do Sertão AM (Santana do Ipanema, 1.180 kHz), Palmeira FM (Palmeira dos Índios, 104.1 MHz), Quilombo AM (União dos Palmares, 1.460 kHz) e São Francisco AM (Penedo, 1.490 kHz). Com essas rádios, a rede tem 7 afiliadas no Alagoas e o sinal da rede chega a ser captado em quase todo o Alagoas, partes sul e sudeste do Pernambuco, norte do Sergipe.
  • Paraíba: as rádios 103 O Norte FM (João Pessoa, 103.3 MHz), Itatiunga FM (Patos, 102.9 MHz), Cidade FM (Piancó, 95.5 MHz), Independente FM (Serra Branca, 107.7 MHz), Maringá FM (Pombal, 98.7 MHz), Progresso AM (Souza, 610 kHz), Patamunté FM (Cajazeiras, 94.5 MHz) e Cidade de Sumé AM (Sumé, 1270 kHz). Com essas rádios, a rede tem 8 afiliadas no Paraíba e o sinal da rede chega a ser captado todo o Paraíba, sul do Rio Grande do Norte, norte e nordeste do Pernambuco e sudeste do Ceará.
  • São Paulo: a Rádio Atual AM (1.360 kHz) na cidade de São Paulo, transmitindo todas as regiões metropolitanas e adjacentes.
  • Bahia: as rádios 104 FM (Ipirá, 104.1 MHz), Catuense FM (Alagoinhas, 92.9 MHz) e Sauipe FM (Mata de São João, 102.9 MHz). Apesar das três afiliadas, as transmissões da rede na Bahia eram atingidas no norte e nordeste do Estado, por afiliadas de rádios AM e FM de Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará.
  • Rio de Janeiro: a Rádio Tropical FM (104.5 MHz), na cidade do Rio de Janeiro e região metropolitana.
  • Maranhão: a Rádio Nativa FM (João Lisboa, 99.5 MHz), torna-se a primeira afiliada da rede no Maranhão. A nova afiliada transmite para Imperatriz (segunda maior cidade), leste do Maranhão e nordeste do Tocantins.

1998[editar | editar código-fonte]

O ano de 1998 começa com 51 afiliadas. No decorrer do ano, a rede chegava a novas cidades da Região Nordeste, através dos contratos de afiliações feitas meses antes:[1]

1999[editar | editar código-fonte]

O ano de 1999 começa com 55 afiliadas. Nesse ano, a rede então restrita apenas Região Nordeste e as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, começou a expandir para as regiões Sudeste, Norte, inclusive até a própria Região Nordeste. A rede ganhou novas afiliadas nos seguintes Estados:

  • Ceará: as rádios Cidade AM (Campos Sales, 630 kHz), Difusora AM (Tauá, 1.100 kHz), Crateús FM (Crateús, 93.3 MHz), Vale do Quincoê AM (Acopiara, 550 kHz) e Orós FM (Orós, 105.7 MHz). Com essas rádios, a rede tem 19 afiliadas no Ceará.
  • Pernambuco: a rede ganhou nova afiliada, a Rádio A Voz do Sertão AM (Serra Talhada, 1480 kHz). A Rádio Quilombo FM de Palmares, até então era sintonizado em 101.5, muda de faixa para 100.9 MHz, mantendo com a rede.
  • São Paulo: a rede perdeu a Rádio Atual AM (1.360 kHz), mas ganhou duas afiliadas na mesma cidade: as rádios 98 FM (98.1 MHz) e Tropical FM (107.9). A rede ganhou a primeira afiliada no interior de São Paulo: a 90 FM (90.9 MHz) de Salto.
  • Sergipe: a rede ganhou nova afiliada, a El Dorado FM (Lagarto, 100.7 MHz), cobrindo juntamente com a Ouro Negro FM (Carnópolis, 94.3 MHz), todo o Estado do Sergipe.
  • Bahia: as rádios Cruzeiro FM (Salvador, 92.7 MHz), Vale FM (Juazeiro, 102.5 MHz), Noroeste FM (Presidente Dutra, 101.5 MHz), Xique-Xique FM (Xique-Xique, 99.3 MHz) e Nordeste FM (Feira de Santana, 95.3 MHz). Com essas rádios, a rede tem 8 afiliadas no Bahia e o sinal da rede chega a ser captado maior parte do Bahia, apesar de afiliadas em Pernambuco, Sergipe e Alagoas contribuem o sinal da rede no norte e nordeste da Bahia.
  • Maranhão: as rádios Santa Maura AM (Lago da Pedra, 1540 kHz), Veneza FM (Caxias, 102.3 MHz), Marconi FM (Açailândia, 101.9 MHz), Cidade FM (Pedreiras, 101.5 MHz), Vitória AM (Coelho Neto, 770 kHz), Mirante FM (Santa Inês, 100.3 MHz), Mirante AM (Codó, 870 kHz), Mirante AM (Chapadinha, 1520 kHz), Mirante FM (Presidente Dutra, 104.9 MHz), Rádio Boa Esperança AM (Esperantinópolis, 830 kHz) e Cidade Vitória AM (Vitória do Mearim, 850 kHz). Com essas rádios, a rede tem 14 afiliadas no Maranhão, o sinal da rede chega a ser captado maior parte do Estado e as rádios AMs chegam a ser captados até o Piauí.
  • Piauí: as rádios Itamaraty AM (Piripiri, 580 kHz), Guadalupe FM (Guadalupe, 97.5 MHz), Vale do Parnaíba AM (Luzilândia, 970 kHz), Grande Picos FM (Picos, 94.5 MHz) e Cidades AM (Piracuruca, 940 kHz). Com essas rádios, a rede tem 6 afiliadas no Piauí e o sinal da rede chega a ser captado maior parte do Estado, apesar das rádios fora do Piauí (de afiliadas no Maranhão, Ceará, Pernambuco e Bahia) chegam a ser captados maior parte do Piauí.
  • Pará: a rede ganhou a primeira afiliada do Estado, a Marajoara FM (Belém, 100.9 MHz). Em seguida, foram a vez das rádios Floresta FM (Tucuruí, 104.7 MHz), 91 FM (Marabá, 90.9 MHz), Cidade FM (Paragominas, 93.3 MHz), Guarani AM (Soure, 830 kHz), Ximango AM (Alenquer, 750 kHz) e Rondon FM (Rondon do Pará, 97.5 MHz). Com essas rádios, a rede tem 7 afiliadas no Pará e o sinal da rede chega a ser captado maior parte do Estado, apesar das rádios fora do Pará (de afiliadas no Tocantins e Maranhão) chegam a ser captados no leste e sudeste do Pará.
  • Espírito Santo: a rede ganhou a primeira afiliada do Estado, a Rádio 98 FM (Colatina, 98.1 MHz).
  • Tocantins: a rede ganhou a primeira afiliada do Estado, a Rádio Anhanguera AM (Araguaína, 870 kHz).
  • Rondônia: a rede ganhou a primeira afiliada do Estado, a Rádio 95 FM (Porto Velho, 95.1 MHz). Em seguida, foram à vez das rádios Clube Cidade FM (Vilhena, 91.3), Clube Cidade FM (Colorado, 93.5) e a Clube Cidade FM (Pimenta Bueno, 94.1). Com essas rádios, a rede tem 4 afiliadas no Rondônia e o sinal da rede chega a ser captado maior parte do Estado, sul do Amazonas e noroeste de Mato Grosso.

2000-2001: Auge da SomZoom Sat[editar | editar código-fonte]

O ano de 2000 começa com 98 afiliadas.[2] A rede passa a ser disponibilizada através do Canal 102 da TV por assinatura TEC SAT aos mais de 100 mil assinantes.[2]

Nesse ano, entre 12 às 13 horas, estreou o programa Recorda Sat, no horário até então ocupado pelo programa musical Boa Tarde Alegria (12 às 16 horas). Também estreou o Rasga Baleia (das 10 às 12 horas). O programa Sintonia Brasil, apresentado pela locutora Wanda Maia, única locutora da rede desde 1997, passa a se chamar apenas “Sintonia”.

Nesse ano, a rede começa os 2 anos de auge, liderando a audiência nas cidades e regiões captadas pelas afiliadas, chegando a ter mais de 100 afiliadas no final de 2000, que ganhou e perdeu as afiliadas:

  • Ceará: Em Fortaleza, a rede perdeu a Rádio 100 FM (100.9 MHz) e com isso, sobram duas rádios transmitindo a rede na mesma cidade, região metropolitana e adjacente: Capital FM (89.9 MHz) e Tropical FM (92.9 MHz). A rede também perdeu as rádios Mono-Ólitos AM (Quixadá, 970 kHz), Antena Sul FM (Iguatú, 98.3 MHz), RBE AM (Barro, 1.210 kHz), 104 FM (Baipirá, 104.1 MHz), todas desde 1997. No entanto, na cidade de Aracatí, apesar da perda da Rádio Vento Leste AM (1.320 kHz), ganhou a Canoa FM da mesma cidade (na 96.9 MHz) e nas cidades e regiões cearenses, ganhou duas novas afiliadas, as rádios Sertão Central AM (Senador Pompeu, 1570 kHz) e a Difusora AM (Solonópolis, 1300 kHz). Na cidade de Baturité, a Rádio Maior FM muda de freqüência, de 93.9 para 93.3 MHz. Com essas rádios, a rede tem 17 afiliadas no Ceará.
  • Pernambuco, a rede perdeu a Rádio Educadora AM (Belém de São Francisco, 1470 kHz), mas ganhou três novas afiliadas: as rádios Marano FM (Garanhuns, 102.3 MHz), Poço Verde FM (Ipubí, 99.5 MHz) e Transertaneja FM (Afogados da Ingazeira, 93.3 MHz). Com essas rádios, a rede tem 9 afiliadas no Pernambuco.
  • Rio Grande do Norte: a Rádio Mossoró FM, afiliada da rede, muda de nome para a 94 FM, mas sem mudar de rede. No Estado, ganhou três novas afiliadas: Rádio Nova Tapuio AM (Alexandria, 1.420 kHz), Baixa Verde AM (João Câmara, 1.540 kHz), Santa Cruz AM (Santa Cruz, 1.590 kHz). Com essas rádios, a rede tem 13 afiliadas no Rio Grande do Norte e o sinal da rede chega a ser captado em todo o Rio Grande do Norte, todo o leste do Ceará e norte do Paraíba.
  • Alagoas, a rede ganhou nova afiliada, a Rádio Jaciobá FM (Pão de Açúcar, 101.7 MHz). Com essa rádio, a rede tem 8 afiliadas no Alagoas e o sinal da rede chega a ser captado em todo o Alagoas, sul e sudeste do Pernambuco, norte do Sergipe e o extremo nordeste de Bahia.
  • Paraíba: a rede perdeu a Rádio Independente FM (Serra Branca, 107.7 MHz), mas ganhou a Rádio Constelação FM (Guarabira, 92.1 MHz). O número de afiliadas no Estado não altera e fica às 8 emissoras.
  • Rio de Janeiro: a rede perdeu a Rádio 107 FM (107.9 MHz) da cidade do Rio de Janeiro (que foi arrendada aos pastores de várias igrejas evangélicas), mas ganhou a Rádio Sudoeste FM (96.9 MHz) na Cidade de Piraí que cobria Regiao Centro Sul, Sul Fluminense e Baixada Carioca.
  • Maranhão: Em 1º de junho, a rede perdeu a Rádio São Luís FM de São Luís (até então afiliada desde maio de 1998), a emissora trocou a SomZoom Sat pela Rede Jovem Pan FM (que só toca músicas para público jovem-adolescente na faixa dos 12 aos 30 anos). Apesar dos avisos antecipadamente pela mudança de rede em intervalos um mês antes, a decisão de trocar de rede gera inúmeras reclamações dos ouvintes (em telefonemas para ex-afiliada) e até anunciantes. Em protesto, os ouvintes e anunciantes não aceitam a mudança de rede, migram para outras rádios rivais e deixam a São Luís FM sem os principais anunciantes e com umas das baixas audiências da história (a emissora chegou ser a última colocada). Outros ouvintes de São Luís e região onde a rádio era captada passaram procurar e achar os sinais das rádios maranhenses que transmitiam a rede (entre elas, a Pericumã FM 105.1 de Pinheiro e a Cidade Vitória AM 850 de Vitória do Mearim), apesar das recepções precárias. Essa situação permaneceu até agosto do mesmo ano, quando a rede volta com afiliação da Rádio Mais FM de São José de Ribamar (99.9 MHz), cidade vizinha do município de São Luís, que logo lidera a audiência. O número de afiliadas no Estado não altera e fica às 14 emissoras.
  • Tocantins: A Rádio Anhanguera AM de Araguaína, até então sintonizada apenas em 870 kHz, passa a ser sintonizada na freqüência paralela (equivalente à repetidora de rádio) de 4930 MHz em Onda Tropical. Com isso, a rádio passa a ser transmitida na manhã e tarde, todo o Tocantins, partes do Maranhão, Pará, Mato Grosso e Goiás; na noite, a transmissão atinge maior parte do Brasil (todas as regiões Norte e Nordeste, partes do Centro-Oeste e Sudeste), inclusive chegando a países vizinhos (Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e a possessão francesa de Guiana Francesa). Em setembro, a rádio extingue programas locais, permitindo que a programação da rede seja exibida das 16 da tarde até 6 da manhã.

O ano de 2001 começa com 103 afiliadas,[2] incluindo a freqüência paralela da Rádio Anhanguera AM de Araguaína (870 kHz) em 4905 MHz na Onda Tropical. Nesse ano, o número de afiliadas recuou pela primeira vez desde 1997, passando de 95 (em setembro de 2000) para 73 emissoras (em abril de 2002):[3]

  • Ceará: Em Fortaleza, a rede perdeu a Rádio Tropical FM (92.9 MHz), sobrando a Rádio Capital FM (89.9 MHz), única rádio da cidade que transmite a rede para a região metropolitana e os adjacentes. No interior, a rede perdeu as rádios Paraíso FM (Sobral, 96.1 MHz), Itatiaia AM (Santa Quitéria, 890 kHz), Cidade AM (Campos Sales, 630 kHz), Crateús FM (Crateús, 93.3 MHz), Difusora AM (Tauá, 1.100 kHz). A rede só ganhou apenas a Rádio Liberdade AM (Itarema, 1.250 kHz). Com essas rádios, a rede tem 12 afiliadas no Ceará.
  • Pernambuco: Em Recife, a Rádio 102 FM (102.1 MHz) muda de nome para Rádio Estação Sat FM, mas meses depois deixa a rede e passa a ser independente; no lugar da antiga afiliada, ganha a 103 FM (103.9 MHz). A rede perdeu as rádios Timbaúba FM (Timbaúba, 96.9 MHz), Quilombo FM (Palmares, 100.9, ex-101.5 MHz), Marano FM (Garanhuns, 102.3 MHz), Poço Verde FM (Ipubí, 99.5 MHz), Transertaneja FM (Afogados da Ingazeira, 93.3 MHz) e A Voz do Sertão AM (Serra Talhada, 1480 kHz). Com essas perdas, a rede tem 3 afiliadas no Pernambuco.
  • Rio Grande do Norte: a rede perdeu a rádio 94 FM (ex-Rádio Mossoró FM, 94.1 MHz), umas das primeiras e principais afiliadas, que cobria noroeste do Estado e nordeste do Ceará. Com a perda, a rede tem 12 rádios no Rio Grande do Norte.
  • Alagoas: a rede perdeu a Rádio São Francisco AM (Penedo, 1.490 kHz). Com a perda, a rede tem 7 rádios no Alagoas.
  • Paraíba: a rede perdeu as rádios Itatiunga FM (Patos, 102.9 MHz) e Cidade FM (Piancó, 95.5 MHz). Com as perdas, a rede tem 6 rádios.
  • São Paulo: a rede perdeu as rádios 98 FM (98.1 MHz) e Tropical FM (107.9), ambas na cidade de São Paulo, mas ganha a 100 FM (100.5 MHz). A rede também perdeu a primeira e única afiliada no interior: a 90 FM (Salto, 90.9 MHz).
  • Sergipe: a rede perdeu a El Dorado FM (Lagarto, 100.7 MHz), mas na mesma cidade ganha a Rádio Progresso AM (750 kHz), mantendo a cobertura da rede em todo o Estado, atingindo nordeste da Bahia, todo Sergipe e sul de Alagoas.
  • Bahia: a rede perdeu as rádios Catuense FM (Alagoinhas, 92.9 MHz) e Vale FM (Juazeiro, 102.5 MHz). Com essas perdas, a rede tem 6 afiliadas no Bahia.
  • Rio de Janeiro: a rede perdeu a Rádio Sudoeste FM do Rio de Janeiro (96.9 MHz), mas ganha a Rádio Tropical AM (Nova Iguaçu, 890 kHz).
  • Maranhão: a rede perdeu as rádios Nativa FM (João Lisboa, 99.5 MHz) e a Cidade FM (Pedreiras, 101.5 MHz). Com as perdas, a rede tem 12 afiliadas no Maranhão.
  • Piauí: a rede perdeu as rádios O Dia FM (Teresina, 96.3 MHz) e Itamaraty AM (Piripiri, 580 kHz). Com essas rádios, a rede tem 4 afiliadas no Piauí.
  • Pará: a rede perdeu as rádios Floresta FM (Tucuruí, 104.7 MHz), 91 FM (Marabá, 90.9 MHz), Guarani AM (Soure, 830 kHz), Ximango AM (Alenquer, 750 kHz) e Rondon FM (Rondon do Pará, 97.5 MHz). Com essas perdas, a rede tem 2 afiliadas no Pará.
  • Tocantins: A Rádio Anhanguera AM de Araguaína (870 kHz), que tinha a sintonia na freqüência paralela na 4930 MHz em Onda Tropical, muda para 4905. O motivo da mudança é que a antiga freqüência paralela é ocupada pela Rádio Brasil Central, desde meados da década de 90, com sinal forte do que a Anhanguera.

2002-2005: Declínio[editar | editar código-fonte]

O ano de 2002 começa com 75 afiliadas (incluindo a freqüência paralela da Rádio Anhanguera AM de Araguaína (870 kHz) na 4905 MHz em Onda Tropical.[3] [4]

Com o surgimento da rede de emissora de rádio Estação Sat (localizada em Recife, PE), a Rede Somzoom Sat ganha novo concorrente e ainda se torna a principal rede concorrente no Nordeste: a Estação Sat investiu muito dinheiro no quesito na organização (Departamento Comercial, Departamento de Marketing, contratação de profissionais da área de jornalismo, publicidade), programação, melhorias na transmissão, moderno site, entre outros. A Rede Estação Sat passou a contratar novos locutores e inclusive a fornecer melhor condição da rede rival, que não conseguiu manter o elenco desde 1997 e perdeu dois principais comunicadores: Mução e a Wanda Maia.

No final de maio, sem prévio aviso aos ouvintes, o personagem, humorista e apresentador do Só Forró, Mução (responsável pela liderança de audiência das 16-19 horas da Rede e afiliadas), deixou o comando do programa e no lugar do Mução, entrou o Bordão. Segundo a imprensa cearense, a saída do Mução foi devido a oferta vantajosa da recém-criada Rádio Estação FM, geradora da Rede Estação (a Estação FM, ex-102 FM, foi afiliada da SomZoom Sat em Recife) e para substituir Mução, a emissora contratou novo locutor Bodão. No entanto, o novo apresentador do Só Forró foi duramente criticado por muitos ouvintes conta do nome e da fala praticamente igual ao antigo locutor. Também saiu da rede, a Wanda Maia, única locutora da rede e apresentadora do programa “Sintonia”, deixou a rede pela Estação Sat. No lugar dela, passou ser apresentado por outro locutor.[carece de fontes?]

Hoje Wanda Maia esta na Gerência Comercial da Rádio Nova Quilombo FM 100.9 em Palmares, Pernambuco, onde apresenta um programa gravado nas noites de segunda a sexta das 20:00 às 00:00 chamado Lua Nova, no mesmo estilo da Rede Somzoom Sat e Rede Estação Sat, antes disso Wanda Maia passou também pela Rádio Caruaru FM 98.9 apresentando um programa no período da tarde das 13:00 às 16:00 também afiliada da Rede Somzoom Sat na época, em uma rápida conversa com Wanda Maia pelo Facebook ela nos confidenciou que faz o programa gravado por não ter tampo suficiente para se dedicar ao programa ao vivo devido aos afazeres diários na gerencia da Nova Quilombo FM, para maiores informações acesse www.novaquilombofm.com.br . OBS: site fora do AR por atualizações tecnicas mais breve estará no AR novamente.

Mução continua no Rádio através do Programa A Hora do Mução, transmitido via satélite para todo Brasil através da sua própria geradora a RVE Produções, satélite Intelsat1R no Mux da Rede Estação Sat, sistema aberto para toda América do Sul, também fez parde da programação da Rede MIX de rádios, o programa foi transferido de recife para fortaleza onde é gerado o programa ao vivo de segunda a sábado para várias afiliadas espalhadas em todo Brasil das 17:00 às 18:00.

A saída de locutores conhecidos resultaram na queda na audiência e o início do declínio da Rede SomZoom Sat. A Estação Sat além de investir junto à programação, também passou a retransmitir seus conteúdos para mais afiliadas em diversos estados do país, inclusive as que antes mantinham contratos com a Somzoom Sat.

No mesmo ano, o número de afiliadas recuou pelo segundo ano seguido, passando de 73 para 61 emissoras:[3] [4]

  • Rio Grande do Norte: a rede perdeu a rádio Agreste AM (Santo Antônio, 1.460 kHz). Com a perda, a rede tem 11 rádios no Rio Grande do Norte.
  • Pernambuco: a rede ganhou duas afiliadas, com a volta da Rádio A Voz do Sertão AM (Serra Talhada, 1480 kHz) depois de um ano e a Rádio Salinas FM (Salgueiro, 97.1). Com essas rádios, a rede tem 5 afiliadas no Pernambuco.
  • Bahia: a rede perdeu as rádios 104 FM (Ipirá, 104.1 MHz), Xique-Xique FM (Xique-Xique, 99.3 MHz) e Nordeste FM (Feira de Santana, 95.3 MHz). Com as perdas, a rede tem 3 rádios no Bahia.
  • São Paulo: a rede perdeu a rádio 100 FM (São Paulo, 100.5).
  • Sergipe: a rede perdeu as rádios Ouro Negro FM (Carnópolis ou Carmópolis, 94.3 MHz) e Progresso AM (Lagarto, 750 kHz), acabando a cobertura da rede em todo o Sergipe.
  • Piauí: a rede perdeu a rádio Guadalupe FM (Guadalupe, 97.5 MHz). Com a perda, a rede tem 3 afiliadas no Piauí.
  • Espírito Santo: a rede perdeu a primeira afiliada do Estado, a Rádio 98 FM (Colatina, 98.1 MHz).

O ano de 2003 começa com 68 afiliadas, incluindo a freqüência paralela da Rádio Anhanguera AM de Araguaína (870 kHz) em 4905 MHz na Onda Tropical.[4] [5] Houve pouca alteração nas afiliações:

  • Ceará: a rede ganhou nova afiliada com a volta da Rádio Itatiaia AM (Santa Quitéria, 890 kHz). Com o ganho, a rede tem 13 afiliadas.
  • Maranhão: A rede perdeu a Rádio Mais FM (99.9 MHz) de São José de Ribamar. A rádio que transmitia toda a Grande São Luís e o raio de mais de 100 km decidiu partir como emissora independente depois fazer contratações de locutores locais conhecidos em emissoras rivais, que inicialmente chega a perder audiência sem a rede para depois passou a disputar audiência. Desde então até hoje, nenhuma rádio da região transmitiu a rede. Com a perda, a rede tem 11 afiliadas no Maranhão.
  • Paraíba: a Rádio 103 O Norte FM de João Pessoa (103.3 MHz), passa a se chamar Rádio O Norte FM e mantêm afiliação com a rede.
  • Piauí: a rede ganhou nova afiliada, a Rádio Ouro Branco FM (Paulistana, 102.3 MHz). Com o ganho, a rede tem 4 afiliadas no Piauí.
  • Sergipe: a rede ganhou nova afiliada com a volta da Rádio Progresso AM (Lagarto, 750 kHz), transmitindo todo Sergipe e nordeste da Bahia.

O ano de 2004 começa com 70 afiliadas.[5] Nesse ano, o número de afiliadas voltou a recuar, mas ganha com as voltas das antigas:

  • Paraíba: a Rádio Cidade de Sumé AM de Sumé (1270 kHz), passa a se chamar apenas Rádio Cidade AM. No mesmo ano, a rede perdeu a Rádio Constelação FM de Guarabira (92.1 MHz). O número de afiliadas fica às 5 emissoras.
  • Bahia: a rede ganhou duas afiliadas, com as voltas das rádios Xique-Xique FM (Xique-Xique, 99.3 MHz) e Nordeste FM (Feira de Santana, 95.3 MHz). As rádios deixaram a rede em 2002 e com retorno subiu aos 5 afiliadas.
  • Maranhão: a rede ganhou nova afiliada, com a volta da Rádio Nativa FM de João Lisboa (99.5 MHz), depois de três anos. No entanto, perdeu as rádios Santa Maura AM (Lago da Pedra, 1540 kHz), Veneza FM (Caxias, 102.3 MHz), Marconi FM (Açailândia, 101.9 MHz) e Mirante FM (Presidente Dutra, 104.9 MHz). Com as perdas, a rede tem 8 afiliadas no Maranhão.
  • Piauí: a rede ganhou nova afiliada, com a volta da Rádio Guadalupe FM (Guadalupe, 97.5 MHz), que deixou a rede em 2002, mas perdeu a Rádio Cidades AM (Piracuruca, 940 kHz). O número de afiliadas fica aos 4 rádios.
  • Espírito Santo: a rede ganhou nova afiliada, a Rádio Nova Geração FM (Colatina, 98.1 MHz). Curiosamente, a rádio é sucessora da extinta 98 FM e que já foi afiliada da rede entre 1999 a 2002.
  • Rondônia: a rede ganha nova afiliada, a Rádio Clube Cidade FM (Jarú, 91.5) e com a rádio, a rede tem 5 afiliadas no Rondônia.
  • Rio De Janeiro: a rede ganha nova afiliada, a Rádio 89FM ( Volta Redonda, 89.3 MHz), a cidade estava sem receber o sinal desde o fim da Sudoeste Fm de Piraí.

O ano de 2005 começa com 68 afiliadas, dois a menos do ano anterior, das quais 32 AMs,[6] 35 FMs[7] e 1 OT.[6] No mesmo ano, o número de afiliadas voltou a recuar pelo segundo ano seguido, principalmente depois de abril:

  • Ceará: Em Fortaleza, depois de 8 anos de afiliação, a rede perdeu a Rádio Capital FM (89.9 MHz), deixando região metropolitana da cidade e região sem sinal da rede. Mesmo assim, a rede opera normalmente para as afiliadas na mesma cidade. A rede também perdeu as rádios Vale do Quincoê AM (Acopiara, 550 kHz), Educadora AM (Limoeiro do Norte, 560 kHz), Itatiaia AM (Santa Quitéria, 890 kHz), Uirapuru AM (Morada Nova, 1460 kHz), Canoa FM (Aracatí, 96.9 MHz), Rádio Vale FM (Juazeiro do Norte, 99.9 MHz) e Orós FM (Orós, 105.7 MHz). As rádios Educadora AM, Itatiaia AM, Uirapuru AM e a Vale FM eram afiliadas desde 1997; já as rádios Vale do Quincoê AM e Orós FM eram desde 1999; a rádio Canoa FM era desde 2000. Apesar das perdas, ganhou nova afiliada, a Rádio Crisanto AM (Sobral, 1670 kHz). Com essas perdas, a rede tem 5 afiliadas.
  • Pernambuco: a rede perdeu a Rádio A Voz do Sertão AM (Serra Talhada, 1480 kHz), afiliada desde 1999. A rede ganhou nova afiliada com a volta da Rádio Poço Verde FM (Ipubí, 99.5 MHz), que já foi afiliada entre 2000 a 2001. O número de afiliadas não altera e fica aos 5 rádios.
  • Rio Grande do Norte: a rede perdeu as rádios Tropical FM (Natal, 103.9 MHz), Ouro Branco AM (Currais Novos, 1.360 kHz), Difusora AM (São Miguel, 1.370 kHz), Santa Cruz AM (Santa Cruz, 1.590 kHz), Rádio Nova Tapuio AM (Alexandria, 1.420 kHz) e Baixa Verde AM (João Câmara, 1.540 kHz). As rádios Tropical FM, Ouro Branco AM e Difusora AM eram afiliados desde 1997; já as rádios Santa Cruz AM, Nova Tapuio AM e Baixa Verde AM eram desde 2000. De todas as emissoras que deixaram a SomZoom Sat, só a Ouro Branco AM trocou de rede pela Paulinas. Com as perdas, a rede tem 5 afiliadas.
  • Alagoas: a rede perdeu as rádios Maceió FM (Maceió, 97.7 MHz), Quilombo AM (União dos Palmares, 1.460 kHz) e Jaciobá FM (Pão de Açúcar, 101.7 MHz). As rádios Maceió FM e a Quilombo AM, eram afiliadas desde 1997, já a Rádio Jaciobá FM era desde 2000. Com a perda, a rede tem 4 afiliadas.
  • Paraíba: a rede perdeu as rádios O Norte FM (João Pessoa, 103.3 MHz), Maringá FM (Pombal, 98.7 MHz), Patamunté FM (Cajazeiras, 94.5 MHz) e a Progresso AM (Souza, 610 kHz). As rádios Maringá FM, Patamunté FM e Progresso AM eram afiliados desde 1997; já a Rádio O Norte FM era desde 2003, mas já transmitia a rede desde 1997 quando tinha nome de 103 O Norte FM. A rede ganhou a Rádio Araguair AM (Araguair, 870 kHz). Com as perdas e a recente afiliação da Araguair AM, a rede tem apenas 2 afiliadas.
  • Sergipe: a rede perdeu a Rádio Progresso AM (Lagarto, 750 kHz). A rádio já foi afiliada da rede anteriormente (2001 a 2002) e retornou em 2003. Com a perda, acaba a cobertura da rede em todo Sergipe e o nordeste da Bahia.
  • Rio de Janeiro: a Rádio Tropical AM (de Nova Iguaçu, 890 kHz), afiliada da rede desde 2001, muda de nome e freqüência: Rádio Poul Bell Tropical AM (830 kHz). A rede ganhou duas novas afiliadas, as rádios Tec Sat FM (ex-Rádio Manchete FM, Rio de Janeiro, 89.3 MHz) e Nordestina FM (São Conrado, 82.9 MHz). Com o ganho, a rede tem 3 afiliadas.
  • Maranhão: a rede perdeu a Rádio Boa Esperança AM (Esperantinópolis, 830 kHz), afiliada da rede desde 1999. Com essa perda, a rede tem 7 afiliadas, maior número de afiliadas da rede no Estado.
  • Piauí: a rede perdeu as rádios Vale do Parnaíba AM (Luzilândia, 970 kHz) e a Grande Picos FM (Picos, 94.5 MHz). As rádios Vale do Parnaíba AM e Grande Picos FM eram afiliadas desde 1999. Com a perda, a rede tem 2 afiliadas.
  • Tocantins: a rede perdeu a primeira e única afiliada Rádio Anhanguera AM (Araguaína, 870 kHz e 4905 kHz) afiliada desde 1999. Com a perda, a rede que tinha a única afiliada no sinal em Onda Tropical desde 2000, perdeu cobertura em Estados vizinhos.

2006-2007: Perdas de Afiliadas[editar | editar código-fonte]

O ano de 2006 começa com 46 afiliadas, 22 a menos do ano anterior, com 19 AMs e 27 FMs, em 12 Estados.[7] A SomZoom Sat que em 2005 chegou a ter 68 afiliadas em 14 Estados e ter caído para 46 em 2006, perdeu quase todas as afiliadas em 11 Estados:[7]

  • Ceará: a rede perdeu as rádios Sertão Central AM (Senador Pompeu, 1570 kHz), Difusora AM (Solonópolis, 1300 kHz), Liberdade AM (Itarema, 1.250 kHz). As rádios Maior FM era a mais antiga afiliada da rede desde 1997; já as rádios Sertão Central AM e a Difusora AM eram desde 2000; a Rádio Liberdade AM era desde 2001. Mesmo com as perdas das rádios, a rede ganhou 13 novas afiliadas. Na Grande Fortaleza, a rede ganhou duas emissoras: a geradora SomZoom Sat FM (90.7 MHz. Abrangência: Aquiraz, Chorozinho, Eusébio, Horizonte, Itaitinga, Pacajus, São Gonçalo do Amarante, Maracanaú, Caucaia, Guaiuba, Maranguape e Pacatuba) e a Rádio Tropical FM (92.9 MHz. Abrangência: Fortaleza). No interior foram: Rádio Aracati FM (98.1 MHz. Abrangência: Beberibe, Fortim, Palhano, Itaiçaba, Icapuí); Rádio Cariri FM (106.5 MHz. Abrangência: Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Missão Velha, Nova Olinda, Santana do Cariri, Caririaçu, Altaneira, Farias Brito, Assaré); Rádio Redenção FM (98.7 MHz, Eusébio. Abrangência: Eusébio, Redenção, Aquiraz, Chorozinho, Horizonte, Itaitinga, Cascavel, Pacajus, Acarape, Aracoiaba, Baturité, Palmácia, Pacoti, Guaramiranga, Barreira, Guaiuba, Pindoretama, Ocara); Rádio Guaraciaba AM (1190 MHz. Abrangência: Graça, Croatá, Carnaubal, Pires Ferreira, Reriutaba, Ipu, Varjota); Rádio Ipu FM (106.3 MHz); Rádio Jucás FM (90.9 MHz. Abrangência: Aracoiaba, Saboeiro, Quixelô, Cariús, Iguatu); Rádio São Gonçalo do Amarante FM (94.3 MHz. Abrangência: Paraipaba, Umirim, Paracuru, Caucaia, Trairi); Rádio Trici FM (106.1 MHz). A rede ganhou também a Rádio Crateús FM (Crateús, 93.3 MHz), que já foi afiliada entre 1999 a 2001 (Abrangência: Crateús, Ipaporanga, Poranga, Novo Oriente, Independência, Tamboril e Nova Russas). A Rádio Maior FM de Baturité (93.3 MHz), afiliada da rede desde 1997, muda de nome para Rádio Baturité FM, que mais tarde tem seu nome mudado para FM Maior de Baturité (Abrangência: Aratuba, Mulungú, Guaramiranga, Quixadá, Banabuiu, Ibaretama, São João do Jaguaribe, General Sampaio, Pramoti, Quixeramobim, Canindé, Capistrano, Apuiarés, Itapiuna, Pentecoste, Ibicutinga, Quixeré, Palhano, Jaguaruana, Madalena, Morada Nova, Limoeiro do Norte, Tabuleiro do Norte, Russas e Senador Pompeu; Rio Grande do Norte: Choró Mossoró e Gov. Dix-Sept. Rosano).
  • Pernambuco: a rede perdeu as rádios 103 FM (Recife, 103.9 MHz), 98 FM (Caruaru, 98.7 MHz), 96 FM (Pesqueira, 96.7 MHz) e Salinas FM (Salgueiro, 97.1). As rádios 98 FM e 96 FM eram as mais antigas afiliadas da rede desde 1997; a 103 FM era afiliada desde 2001; a Salinas FM era desde 2002.
  • Rio Grande do Norte: a rede perdeu as rádios Voz do Seridó AM (Caicó, 1.100 kHz), Rádio NT-Verdade AM (Ceará-Mirim, 1.580 kHz), Salinas AM (Macau, 1.520 kHz), Curimataú AM (Nova Cruz, 1.530 kHz) e Cultura D’Oeste AM (Pau dos Ferros, 1.560 kHz). Todas as rádios eram afiliadas da rede desde 1997.
  • Alagoas: a rede perdeu as rádios São Miguel FM (São Miguel, 99.5 MHz), Cultura AM (Arapiraca, 1.150 kHz), Correio do Sertão AM (Santana do Ipanema, 1.180 kHz) e a Palmeira FM (Palmeira dos Índios, 104.1 MHz). As rádios eram afiliadas da rede desde 1997.
  • Paraíba: a rede perdeu a Rádio Cidade AM (Sumé, 1270 kHz), afiliada à rede desde 2004, mas já transmitia com o nome de Cidade de Sumé AM desde 1997.
  • Bahia: a rede perdeu as rádios Sauipe FM (Mata de São João, 102.9 MHz), Cruzeiro FM (Salvador, 92.7 MHz), Noroeste FM (Presidente Dutra, 101.5 MHz), Xique-Xique FM (Xique-Xique, 99.3 MHz) e a Nordeste FM (Feira de Santana, 95.3 MHz). A Sauipe FM era a mais antiga afiliada da rede desde 1997; a Cruzeiro FM e a Noroeste FM eram desde 1999; a Xique-Xique FM e a Nordeste FM foram afiliadas de 1999 a 2002 e voltaram em 2004.
  • Rio de Janeiro: a rede perdeu a Rádio Poul Bell Tropical AM (Nova Iguaçu, 830 kHz), afiliada da rede desde 2005, mas já transmitia com o nome de Tropical AM desde 2001. Com a perda, a rede tem duas rádios no Estado.
  • Maranhão: a rede perdeu as rádios Pericumã FM (Pinheiro, 105.1 MHz), Vitória AM (Coelho Neto, 770 kHz), Mirante FM (Santa Inês, 100.3 MHz), Mirante AM (Codó, 870 kHz), Mirante AM (Chapadinha, 1520 kHz), Cidade Vitória AM (Vitória do Mearim, 850 kHz), Nativa FM de João Lisboa (99.5 MHz). A rádio Pericumã FM era a mais antiga afiliada desde 1998; já as rádios Vitória AM, Mirante FM, Mirante AM (Codó) e Mirante AM (Chapadinha) eram desde 1999.
  • Piauí: a rede perdeu as rádios Ouro Branco FM (Paulistana, 102.3 MHz) e a Guadalupe FM (Guadalupe, 97.5 MHz). A Guadalupe FM já foi afiliada da rede de 1999 a 2002 e voltou em 2003; já a Ouro Branco FM era desde 2003.
  • Pará: a rede perdeu as rádios Marajoara FM (Belém, 100.9 MHz) e a Cidade FM (Paragominas, 93.3 MHz). As rádios Marajoara FM e a Cidade FM eram afiliadas da rede desde 1999.
  • Rondônia: a rede perdeu as rádios 95 FM (Porto Velho, 95.1 MHz), Cidade FM (Vilhena, 91.3 MHz), Clube Cidade FM (Colorado ou Colorado do Oeste, 93.5 MHz), Cidade FM (Pimenta Bueno, 94.1 MHz) e a Clube Cidade FM (Jarú, 91.5 MHz). A Rádio Clube Cidade FM de Jarú era afiliada desde 2004 e as restantes eram desde 1999.
  • Espírito Santo: a rede perdeu a Rádio Nova Geração FM (Colatina, 98.1 MHz). A Nova Geração FM era afiliada da rede desde 2004 é sucessora da extinta 98 FM e que já foi afiliada entre 1999 a 2002.

O ano de 2007 começa com 18 afiliadas, 28 a menos do ano anterior, com 3 AMs e 15 FMs, com 4 Estados. A SomZoom Sat que entrou em 2006 com as 46 afiliadas em 11 Estados, perde quase todas as afiliadas no decorrer de 2 anos (2006 a 2007) em 10 Estados, sobrando apenas no Ceará:[8]

  • Ceará: Em Sobral, a rede perdeu a Rádio Crisanto AM (1670 kHz), mas ganhou na mesma cidade, a Rádio Sobral FM (105.1 MHz. Abrangência: Sobral, Senador Sá, Santana do Acaraú, Forquilha, Groairas, Massapê, Meruoca, Alcântaras, Cariré).
  • Pernambuco: Em Ipubí, a rede perdeu a Rádio Poço Verde FM (Ipubí, 99.5 MHz), única afiliada da rede no Estado. A rádio Poço Verde FM foi afiliada entre 2000 a 2001 e voltou em 2005.
  • Paraíba: Em Araguair, a rede perdeu a Rádio Araguair AM (870 kHz), única afiliada da rede no Estado desde 2005.
  • Rio de Janeiro: a rede perdeu as rádios Tec Sat FM (Rio de Janeiro, 89.3 MHz) e a Nordestina FM (São Conrado, 82.9 MHz), afiliadas da rede desde 2005.

2008-2010: No Ceará[editar | editar código-fonte]

O ano de 2008 começa com 13 afiliadas, 5 a menos do ano anterior, com 1 AM e 11 FMs no Ceará.

Em 26 de março, problemas na transmissão do satélite tiraram a rede do ar na tarde. Técnicos da rede fizeram reparos na noite e somente na manhã do dia seguinte voltou ao normal. Durante o tempo que a rede estava fora do ar, as afiliadas geraram programação própria, o que levou a rede receber os inúmeros telefonemas e e-mails dos ouvintes questionando sobre saída da rede do ar.[9]

No mesmo ano, na tentativa de reverter as perdas de afiliadas, a SomZoom Sat passou a anunciar pelo site em busca novas afiliadas em vários lugares do Brasil e acabou com pagamentos às afiliadas como forma de manutenção da transmissão da rede, o que deixa às futuras afiliadas transmitisse a rede de graça, pois a emissora é bastante ouvida pela internet pelos ouvintes espalhados pelo Brasil e exterior.

Em 2009, tinha apenas uma única afiliada AM, a Rádio Guaraciaba (Guaraciaba do Norte, CE, 1190, H663 1/0.25).

No início de 2010, a repetidor-afiliada da rede SomZoom Sat em Fortaleza sai do ar na freqüência FM 90.7 MHz. Com isso, apenas Fortaleza e municípios vizinhos da cidade passam a receber apenas na freqüência FM 93.5 MHz. No lugar da antiga repetidor-afiliada, entra no ar a Rádio Expresso FM, ligada ao Sindicato das Empresas de Ônibus do Estado do Ceará.

Na madrugada do dia 8 de março, a Rádio FM[qual?] 93.5 MHz sai do ar inexplicavelmente, mas depois retorna. As constantes quedas de sinais afastaram o público ouvinte na região. Meses depois, depois de 4 anos na presença na região, a emissora sai do ar e a rádio opera com outro nome[carece de fontes?] que pertence a Prefeitura Municipal de Fortaleza, desde então a região não tem afiliadas.[carece de fontes?]

A geradora da rede muda de Fortaleza para a cidade de Sobral, no Ceará.

2011: Fora do Ceará[editar | editar código-fonte]

A rede começa o ano de 2011, com novas afiliadas fora do Ceará, com mais duas afiliadas e a volta da rede nas cidades e regiões no Pernambuco: Rádio Talismã FM (ex-Salinas FM, 97.1 FM, Salgueiro) e Rádio Liberal FM (ex-Poço Verde FM, 99.5 FM, Ipubi). A rede não tinha presença nas regiões desde 2006, quando todas as afiliadas no Estado deixaram a SomZoom e as novas rádios já transmitiam a rede quando tinham os antigos nomes. A nova expansão reforça a promessa da rede de buscar novas afiliadas desde 2008.

Em janeiro, logo após a saída do famoso locutor e compositor Lobão, a emissora faz uma grande jogada de marketing e contrata o apresentador televisivo de programa de forró, Bezerrão, que apresenta o programa Só Forró, nos fins de tarde da emissora.

Em março, o locutor Carlos Nassa, conhecido como "Lourão" volta a fazer parte da programação da emissora, após ter se afastado por dois anos, o mesmo é bastante conhecido no meio forrozeiro, devido ser empresário, locutor e apresentador de shows.

No final de abril, a rede fecha parceria com o padre Reginaldo Manzotti e passa a transmitir de segunda a sexta, o programa Experiência de Deus que vai ao ar das 10 até 11 horas.

2013: voltou a ser transmitida na capital Cearense[editar | editar código-fonte]

No dia 1º de abril a rede Somzoom Sat Sobral deixa de ser exibido na freqüência FM 105,1 MHz e passa para freqüência FM 91,3 MHz no lugar da Rádio Jovem Pan.

Em 20 de abril a rede Somzoom Sat, voltou a ser transmitida na capital Cearense na freqüência FM 104,3 MHz. Uma emissora popular que agora disponibiliza toda sua programação para os seus ouvintes que desejam conferir música, informação. Dessa maneira, assim como acontecia anteriormente.

Também em 2013, a Rede Somzoom Sat abriu mais uma emissora no interior cearense. Foi a vez do município de Santa Quitéria receber um bom conteúdo, tanto de informação, quanto de entretenimento. A Somzoom Sat Santa Quitéria pode ser sintonizada pela frequência 97,3 FM.

Emissoras da Rede SomZoom Sat[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Relação de Emissoras afiliadas no Brasil até a presente data. SomZoom (09-02-1998). Apesar de listar 49 emissoras, tem 53 afiliadas, incluindo as futuras afiliadas.
  2. a b c Relação Completa de afiliadas SomZoom. (08-03-2001).
  3. a b c Confira aqui a relação de afiliadas em todo o Brasil SomZoom. (26-05-2002).
  4. a b c Confira aqui a relação de afiliadas em todo o Brasil ATUALIZADA EM 31/10/2002 SomZoom. (15-04-2003).
  5. a b Confira aqui a relação de afiliadas em todo o Brasil ATUALIZADA EM 04/06/2003 SomZoom. (27-11-2003).
  6. a b LISTA DE EMISSORAS BRASILEIRAS DE ONDAS MÉDIAS Dxing. (2005).
  7. a b c Afiliadas SomZoom. (2005).; Afiliadas SomZoom. (2006).
  8. Afiliadas SomZoom. (2007).
  9. Luciano Augusto (27 de março de 2008, 8hs25min.). Problemas no satélite deixou SomZoom fora do ar Ceará Agora..

Leituras adicionais[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]