Maracanaú

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Maracanaú
"Terra das Indústrias"
"Maraca"
"Maracanã"
HMMC.jpg

Bandeira de Maracanaú
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 6 de março
Fundação 6 de março de 1983
Gentílico maracanauense
Prefeito(a) José Firmo Camurça Neto (PR)
(2013–2016)
Localização
Localização de Maracanaú
Localização de Maracanaú no Ceará
Maracanaú está localizado em: Brasil
Maracanaú
Localização de Maracanaú no Brasil
03° 52' 37" S 38° 37' 33" O03° 52' 37" S 38° 37' 33" O
Unidade federativa  Ceará
Mesorregião Metropolitana de Fortaleza IBGE/2008[1]
Microrregião Fortaleza IBGE/2008[1]
Região metropolitana Fortaleza
Municípios limítrofes Fortaleza, Itaitinga, Pacatuba, Maranguape, Caucaia
Distância até a capital 18 km
Características geográficas
Área 105,696 km² [2]
População 209 057 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 1 977,91 hab./km²
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,686 (CE: 2º) – médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 4 797 824 mil IBGE/2011[5]
PIB per capita R$ 22 709,76 IBGE/2011[5]
Página oficial

Maracanaú é um município da Região Metropolitana de Fortaleza, no Ceará, no Brasil. É o maior centro industrial do estado. É também a terra adotiva do escritor Rodolfo Teófilo e conhecida como a maior cidade-dormitório do Ceará.

Possui o segundo maior PIB do estado, atrás apenas de Fortaleza, e o terceiro maior produto interno bruto per capita do Ceará, estando atrás apenas do município de Eusébio e de São Gonçalo do Amarante.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo "Maracanaú" vem da língua tupi, significando "lagoa onde bebem as maracanãs", através da junção dos termos maraka'nã (maracanã)[6] e 'y (rio)[7] . Sua denominação original era Vila do Santo Antônio do Pitaguary. A partir de 1890, adotou seu atual nome[8] .

História[editar | editar código-fonte]

Casa Rodolfo Teófilo

O atual territóriO do município, na época da chegada dos primeiros europeus, era habitado pelos índios pitaguaris,[9] Jaçanaú, Mucunã e Cágado. Dos aldeamentos destas etnias, surgiu o povoamento da Lagoa de Maracanaú e, depois, o das lagoas de Jaçanaú e Pajuçara.

No ano de 1649, estes índios receberam a visita dos holandeses, que cartografaram as roças de mandioca e milho, bem como os caminhos indígenas, durante a expedição em busca das minas de prata na Serra de Maranguape e Taquara.[10] As ditas roças de mandioca e milho foram expandidas durante o tempo em que Mathias Beck administrou o Ceará a partir de sua base militar e administrativa: o Forte Schoonenborch.[11]

Maracanaú figurou como parte de Maranguape até que este, em 1875, viu-se diante de uma grande transformação, com a inauguração da Estrada de Ferro de Baturité e a estação de trem.[12] No século XX, cresceu o povoamento em torno de quatro instituições: o trem metropolitano - ramal Maranguape/Fortaleza, o Sanatório de Maracanaú (hoje Hospital Municipal), a Colônia Antônio Justa e o Instituto Carneiro de Mendonça – Centro de Reabilitação de Menores.

Nos anos 1970, Maracanaú sofreu uma grande transformação quando foi escolhido para sediar o Distrito Industrial de Fortaleza.

Em 1983, Maracanaú emancipou-se definitivamente de Maranguape, através da ação política do Movimento Pela Emancipação de Maracanaú, um agrupamentos de políticos com interesses diretamente ligados a Maracanaú.

Os vereadores da Câmara Municipal de Maranguape deram um forte apoio à luta pela emancipação do município.

Após a conquista da condição de município, o primeiro prefeito eleito foi Almir Freitas Dutra. Ele, no entanto, veio a ser assassinado em 27 de fevereiro de 1987. A prefeitura passou, então, a ser administrada pelo vice-prefeito José Raimundo.

Geografia De Maracanaú[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical quente semiárido, com pluviometria média de 1 399,9 mm[13] , com chuvas concentradas de janeiro a abril.[14]

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes de água são: Rio Maranguape; Rio Cocó; riachos:, Santo Antonio, Timbó, Taboqueira e Urucutuba; Lagoas: Marancanaú, Jaçanau, Jupaba e do Mingau.[15]

Relevo e solo[editar | editar código-fonte]

As principais elevações são: serras da Aratanha e Monguba e serrotes do Padre e Pau Serrado.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Vestígios de Mata Atlântica, caatinga e de carnauberais. Maracanaú possui uma reserva ambiental, a Fazenda Raposa, com cerca de 11 hectares, na qual encontram-se dezessete das 24 espécies de carnaúbas existentes no mundo.

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O município tem dois distritos: Maracanaú (sede) e Pajuçara.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia de Maracanaú está centralizado fundamentalmente no setor industrial, devido ao Distrito Industrial de Fortaleza, o qual possui indústrias de: preparação de britamento e outros trabalhos em pedras (não associados à extração); produtos de laticínio (exceto leite); artefatos têxteis de tecidos (exceto vestuário); artigos para cama e mesa e colchoaria; biscoitos e bolachas; calçados de couro, plástico, tecidos, fibras, madeira ou borracha; fungicidas; herbicidas; defensivos agrícolas; massas alimentícias; material elétrico para veículos (exceto baterias) e medicamentos.

A agricultura é também uma fonte de renda do município, com plantações de algodão herbáceo sequeiro e plantas aromáticas e medicinais.

A arrecadação de Maracanaú é a segunda maior do estado.

Maracanaú tem a segunda maior arrecardação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços do Ceará, ficando atrás apenas da cidade de Fortaleza.

A economia da cidade também é impulsionada pelo seu maior centro de compras: North Shopping Maracanaú, o primeiro shopping de toda Região Metropolitana de Fortaleza.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Os pricipais eventos culturais são:

Política[editar | editar código-fonte]

A administração municipal localiza-se na sede, Maracanaú.[8] Atualmente o prefeito é o ex-vice de Roberto Pessoa (2004-2012), Firmo Camuça elegeu-se em 2012 por 73,1% dos votos válidos,e o vice-prefeito Carlos bandeira de mello.

infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Em Maracanaú se destaca com ótimas lojas e variedades, o município conta com 3 shoppings centers como o: North Shopping Maracanaú, Ponto do Shopping e Feira Center. Grandes condomínios e apartamentos estão sendo projetados para a cidade que hoje é a segunda mais rica de todo o estado. Maracanaú e ligado a Fortaleza pela Linha Sul do Metrô de Fortaleza ,passando por importantes bairros do município como: Jereisate, novo Maracanaú, alto alegre, Pajuçara e o próprio centro de Maracanaú.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking IDH-M Ceará. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 09 de setembro de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2011. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 19 dez. 2013.
  6. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.1 088
  7. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3ª edição. São Paulo. Global. 2005. 463 p.
  8. a b Página do IBGE (em português). Página visitada em 17 de maio de 2010.
  9. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada) Ott
  10. Wieselgron, M. L. O Brasil em Arquivos Neerladeses,Leiden. CNWS, 2005
  11. Diário da expedição de Mathias Beck ao Ceará em 1649
  12. Estações Ferroviárias (em português). Página visitada em 17 de maio de 2010.
  13. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos
  14. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.
  15. Página do IPECE (em português). Página visitada em 17 de maio de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]