Varjota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Varjota
"Araras"
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
[[2]]
Aniversário 5 de fevereiro
Fundação 5 de fevereiro de 1985
Gentílico varjotense
Lema Varjota cidade de todos
Prefeito(a) Rosa Cândida (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Varjota
Localização de Varjota no Ceará
Varjota está localizado em: Brasil
Varjota
Localização de Varjota no Brasil
04° 11' 38" S 40° 28' 37" O04° 11' 38" S 40° 28' 37" O
Unidade federativa  Ceará
Mesorregião Noroeste Cearense IBGE/2008[1]
Microrregião Ipu IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Cariré (N), Pires Ferreira (S), Santa Quitéria (L) e Reriutaba (O).[2]
Distância até a capital 297 km
Características geográficas
Área 179,255 km² [3]
População 17 584 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 98,09 hab./km²
Altitude 183 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,668 médio PNUD/2000[5]
PIB R$ 69 630,557 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 3 933,04 IBGE/2008[6]
Página oficial

Varjota é um município brasileiro do estado do Ceará. Localizado na Mesorregião do Noroeste Cearense e na Microrregião de Ipu.

História[editar | editar código-fonte]

A trajetória e a cronologia oficiais acerca do município de Varjota, desde a condição de vila (Século XIX) ligada ao município de Ipu até a emancipação politica de Reriutaba, são descritas na página do município no site do IBGE (http://cod.ibge.gov.br/233L6 ).

Desde os anos 70, o atual município de Varjota, conhecido anteriormente como Araras, então distrito de Reriutaba, já possuía os requisitos mínimos necessários para pleitear a sua emancipação política e territorial. No entanto, a costumeira ausência de forças políticas adiou o processo emancipatório que só veio a ocorrer depois do plebiscito realizado em todo o município de Reriutaba em 21 de abril de 1984,

A origem do povoamento do atual município deveu-se ao Padre Macário, da paróquia de Ipu. Nos primórdios, as principais famílias eram Bezerra, Martins, Melo e Araújo. Na história mais recente (após 1950), o grande impulso para o crescimento da população decorreu da construção da grande barragem que perenizaria o rio Acaraú e a consequente migração da população da Vila Varjota, que viria a ser inundada, para a "Piçarreira" (centro e sede do atual município), Inúmeros trabalhadores afluíram para atuarem na execução da obra. Ao final, muitos permaneceram e ampliaram o perfil das famílias do atual município.

São exemplos de alguns dos pioneiros que ajudaram no esforço de consolidação de Varjota como distrito (Araras) e como município:

  • Emiliano Ribeiro da Cunha - radialista e entusiasta do futebol local, foi o idealizador da estátua de São Cristóvão e projetou algumas ruas da cidade.
  • Raimundo Américo de Mendonça
  • Benjamim Pinto de Macedo (Tibeija)
  • Antonio Pires Ferreira (Gentil Pires)
  • Félix Ximenes Furtado
  • José Aureliano de Farias
  • Pedro Rodrigues de Melo
  • Joaquim Mendes Mesquita - um dos primeiros comerciantes da cidade.
  • Francisca Sales Mesquita (Dona Fransquinha) - Atuante líder comunitária do "Bairro da Caixa d´água"

Geografia[editar | editar código-fonte]

Situada na porção noroeste do Estado do Ceará, no bioma caatinga, o município de Varjota é conhecido na região pelo Açude Araras, que além de ser uma atração turística, especialmente por ocasião da "sangria" de suas águas, é fonte de riqueza para as cidades e povoados situados às suas margens, graças ao pescado, à agricultura irrigada e de vazante e ao suprimento de água potável. Oficialmente, o Açude de Araras é chamado de Açude Paulo Sarasate, sendo o quarto maior açude do Ceará, com uma bacia hidráulica com capacidade para 1 bilhão de metros cúbicos. É administrado pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS).

O município destaca-se na região por ter um comércio dinâmico e forte e, mais recentemente, por ser um pólo de fruticultura irrigada.

Segundo estimativas do IBGE, a população estimada pelo Censo Demográfico de 2010 é de 17.593 habitantes, com predomínio de jovens na faixa etária de 10 a 14 anos.

  • Área (% em relação ao estado): 0,18.
  • Distrito: Varjota (sede) e Croatá.
  • Acidentes geográficos: rio Acaraú, riachos da Farinha e São José.
  • Clima: quente do semiárido, com temperatura média sempre acima de 18 graus Celsius, com 7 a 9 meses de seca.
  • Pluviometria: a média anual é de 1.036mm.
  • Classe de solos predominante: luvissolo crômico (classificação Embrapa)
  • Distância da capital (Fortaleza) em linha reta: 219 km.
  • Distância por rodovia: 297 km.
  • Vias de acesso à capital Fortaleza: BR-020, CE-257, CE-366

Outras informações oficiais acerca da população, economia e outros temas estão disponíveis no site do IBGE, no portal dos municípios brasileiros: http://http://cod.ibge.gov.br/1CKL ,

Cultura[editar | editar código-fonte]

Apesar de ser um município relativamente jovem, a cultura na cidade é bastante movimentada pela ação de grupos e pessoas que atuam em diferentes áreas. Há, ainda, inúmeras manifestações culturais típicas da região, tais como o reizado, a vaquejada, cordel, cassimirada, emboladores, além dos festejos religiosos .

Alguns dos grupos e pessoas com atuação em segmentos da cultura local:

  • Teatro (CIA Criando Arte e Grupo Entrando em Cena)
  • Quadrilha Junina (Grupo Luar do Sertão)
  • Música (Mestre Antonio Hortencio)
  • Literatura (Mailson Furtado e Gilmara Farias)
  • Capoeira (Grupo Alforria e Raça)

Os principais eventos culturais são:

  • Dia do município (5 de fevereiro),
  • Dia da padroeira Nossa Senhora de Sant'Ana (26 de julho)

Política[editar | editar código-fonte]

Prefeitos (sequência cronológica):

  • Antonio Pires Ferreira (Gentil Pires) - 1º prefeito PMDB
  • Gentil de Sousa Magalhães - 1º mandato PSD
  • Francisco de Assis Magalhães Ramos - PSDB
  • Antonio Pires Ferreira (Gentil Pires) - 2º mandato PMDB
  • Moacir Farias Martins - 7 meses PSDB
  • Elezion Camelo de Souza - 11 dias PMDB
  • Gentil de Sousa Magalhães - 2º mandato PPS
  • Gentil de Sousa Magalhães - 3º mandato PPS
  • Rosa Cândida de Oliveira Ximenes - 1º mandato PMDB
  • Rosa Cândida de Oliveira Ximenes - 2º mandato PMDB (atual)

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. [1]
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]