Cruz (Ceará)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Cruz
Palácio Municipal Prefeito Jonas Muniz

Palácio Municipal Prefeito Jonas Muniz
Bandeira de Cruz
Brasão de Cruz
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 14 de janeiro
Fundação 14 de janeiro de 1985
Gentílico cruzense
Lema Popular por natureza
Prefeito(a) Odair José Mendes de Vasconcelos[1] (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Cruz
Localização de Cruz no Ceará
Cruz está localizado em: Brasil
Cruz
Localização de Cruz no Brasil
02° 55' 04" S 40° 10' 19" O02° 55' 04" S 40° 10' 19" O
Unidade federativa  Ceará
Mesorregião Noroeste Cearense IBGE/2008[2]
Microrregião Litoral de Camocim e Acaraú IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Norte:Acaraú, Sul:Bela Cruz, Oeste:Jijoca de Jericoacoara
Distância até a capital 235 km[3]
Características geográficas
Área 334,833 km² [4]
População 22 686 hab. IBGE/2011[5]
Densidade 67,75 hab./km²
Clima Tropical atlântico
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,643 médio PNUD/2000[6]
PIB R$ 77 367,704 mil IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 3 333,67 IBGE/2008[7]
Página oficial

Cruz é um município do estado do Ceará, Brasil. Localiza-se na microrregião do Litoral de Camocim e Acaraú mesorregião do Noroeste Cearense. O município tem 22 887 habitantes (Censo IBGE - 2012)[8] e 334 km². Foi criado em 14 de janeiro de 1985 após ser emancipado de Acaraú através de plebiscito.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Cruz é uma alusão a fatos que aconteceram nas margens do rio Acaraú. Segundo a tradição oral, um povoado floresceu às margens do rio Acaraú a partir de uma grande cruz fincada pelos moradores para homenagear um retirante que ali teria morrido durante a fuga da seca de 1825. Outra versão afirma que a cruz teria sido posta com o fim de indicar o lugar em que um homem fora assassinado, numa emboscada, pelo próprio sogro, por questões de honra.[9]

Sua denominação original era São Francisco da Cruz, depois Croatá e desde 1965, Cruz.[9]

História[editar | editar código-fonte]

Mapa do Ceará em 1800, com destaque para Cruz.

Situado na área dos índios Tremembés, uma área conhecida e cartografada pelos portugueses no século XVII.[10] É reconhecido como distrito de Acaraú em 1958, pois de uma redivisão das terras dos então distritos de Aranaú e Jericoacoara e em 1985 é desmembrado de Acaraú como município de Croatá, e um ano depois recebe a denominação atual Cruz.

A primeira manifestação religiosa em Cruz acontece em 20 de dezembro de 1884, com a inauguração da Igreja de São Francisco. Já o paroquiato de São Francisco, aconteceu em 17 de março de 1958, tendo como seu primeiro vigário o padre José Edson Magalhães.[3]

Política[editar | editar código-fonte]

A administração municipal localiza-se na sede do município de Cruz.[9]

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O município tem dois distritos: Cruz (sede) e Caiçara.[9]

Biblioteca Pública Municipal Dra. Maria Inês de Farias.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical Atlântico, ameno e saudável, devido a proximidade do mar com pluviometria média de 1.093 mm[11] com chuvas concentradas de janeiro à abril.[12]

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes locais de água fazem na sua maior parte da bacia do rio Coreaú e no lado leste estas fontes fazem parte do Rio Acaraú. A completa bacia é formada por córregos: de Dentro, do Paraguai e da Poeirada Poeira, do Paraíso, do Mourão; lagoas: de Jijoca, da Cruz, do Jenipapeiro, Salgada, do Belém, Velha, do Cedro, dos Caboclos, dos Monteiros, da Formosa, do Junco, Redonda, das Moças, dos Tanques. Ainda existi o Açude da Prata que cruza o seu território.[13] [14]

Relevo[editar | editar código-fonte]

Na região de Cruz predomina-se a planície litorânea, com campos de dunas móveis e fixas, e pelas formas planas com fraco entalhe das drenagens dos tabuleiros; as altitudes ficam abaixo da centena de metros, o ponto culminante o Serrote do Cajueirinho, e outros pontos relevantes do seu relevo Alto do Cedro e Alto do Poço, enseada de Jericoacoara, Serrote de Jericoacoara. São ali encontrados os solos podzólicos e areias quartzosas distróficas[13] .

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação local é composta de floresta à retaguarda das dunas (gramíneas e ervas) e a vegetação de tabuleiros, com espécies da caatinga mescladas com espécies de mata serrana[13] .

Economia[editar | editar código-fonte]

Com uma população de cerca de 22.887 habitantes[8] , Cruz tem sua economia concentrada na agricultura, pecuária e comércio. Se destacando a produção de castanha de caju, mandioca, milho, feijão, a criação de bovinos, caprinos e suínos, além das atividades artesanais bastante diversificadas: renda, crochê, bordado, redes de dormir e de pescar.

Os vários comércios que se encontram na sede e no interior da cidade também são uma importante fonte de renda.

Nos útimos tempos o turismo vem se mostrando como um novo gerador de renda. A única praia do município, a Praia do Preá que antes sobrevivia apenas da pesca vem sendo aos poucos descoberta pelo mundo. Hoje não é so a pesca que sustenta quem mora por ali, a Praia do Preá vem reunindo adeptos do kitesurf e windsurf que são atraidos pelos ventos, os melhores do Estado para a prática de esportes náuticos.

A Construção Civil hoje pode ser considerado mais um gerador de empregos, pois o município nos utimos anos vem crescendo bastante.

Aspectos socioeconômicos[editar | editar código-fonte]

Entrada rodoviária da cidade.

A maior concentração populacional encontra-se na zona rural. A sede do município dispõe de abastecimento de água, fornecimento de energia elétrica, serviço telefônico, agência de correios e telégrafos, serviço bancário, Sistema Único de Saúde, hotéis e o sistema educacional de 1° e 2° graus: 23 escolas, sendo 7 escolas nucleadas da rede unicipal, 2 creches na Sede, 8 creches na zona rural, 2 escolas particulares e uma escola estadual e uma biblioteca pública; além das atividade esportivas: escolinha de futsal com crianças na faixa etária de 8 a 12 anos, além de promoção de atividades esportivas nas modalidades de futebol de campo e salão, handebol feminino, voleibol, vôlei de areia; e atividades culturais: movimentos culturais da Semana de Emancipação do Município festejos juninos, noites culturais, apoio a cultura literária popular, Programas de incentivo a leitura, grupos de dança e teatro, Projeto Música na Escola, Semana da Biblioteca, mapeamento cultural do município. [13] .

A partir de Fortaleza o acesso ao município, pode ser feito por via terrestre através da rodovia Fortaleza/Sobral (BR-222), Umirim/Acaraú (BR-402), Marco/Cruz (CE-179); Fortaleza/Sobral (BR-222), Sobral/Acaraú (BR-403/CE-178) Marco/Cruz (CE-179) ou Fortaleza/Chaval (CE-085). As demais vilas, lugarejos, sítios e fazendas são assecíveis(com franco acesso durante todo o ano) através de estradas estaduais, asfaltadas ou carroçáveis.[15]

Cultura[editar | editar código-fonte]

Igreja Matriz de Cruz

Os principais eventos de Cruz são:

  • Emancipação Municipal (14 de janeiro)
  • Dia da Paróquia (6 de abril)
  • Festa do Distrito de Caiçara (22 de maio)
  • Festival Junino - Durante todo o mês de junho nas escolas
  • Festa do Padroeiro São Francisco (24 de setembro a 4 de outubro)
  • Festa de Nossa senhora das Graças (2º final de semana de novembro)

Referências

  1. Prefeitos eleitos no Ceará. Tribunal Regional Eleitoral do Ceará. Página visitada em 9 de janeiro de 2013.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. a b Ceará cidades praias imóveis negócios hotéis turismo ceara. Página visitada em 2 de Abril de 2010.
  4. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  5. Estimativa Populacional 2011. Censo Populacional 2011. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Página visitada em 6 de março de 2012.
  6. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  7. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  8. a b Cruz - Estimativa da população - IBGE. IBGE.
  9. a b c d Cruz Ceará - CE Histórico. IBGE.
  10. Acervo digital cartografia (PDF).
  11. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  12. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.
  13. a b c d http://www.cprm.gov.br/
  14. SIRH/Ce - Sistema de Informações dos Recursos Hídricos do Ceará. Página visitada em 2 de Abril de 2010.
  15. DER Departamento de Edificações e Rodovias. Página visitada em 2 de Abril de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cruz (Ceará)
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.