Florentino Pérez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Florentino Pérez
Nome completo Florentino Pérez Rodríguez
Nascimento 8 de março de 1947 (74 anos)
Madrid, Espanha
Nacionalidade espanhol
Fortuna US$ 2,2 bilhões
Ocupação engenheiro civil e presidente do Real Madrid

Florentino Pérez Rodríguez (Madrid, 8 de março de 1947) é um engenheiro civil, ex-político e dirigente espanhol. É o atual presidente do Real Madrid e atual presidente do grupo ACS.

Real Madrid[editar | editar código-fonte]

Primeiro mandato[editar | editar código-fonte]

Sua segunda tentativa foi mais bem sucedida quando ele tomou posse como presidente do Real Madrid em 2000, derrotando o então presidente Lorenzo Sanz. Sanz presumiu que tendo conquistado a Copa da UEFA em 1998 e 2000 iria dar-lhe crédito suficiente para ganhar as eleições, mas a campanha de Pérez, focando os problemas financeiros do clube e por alegações de má gestão do anterior, prova em contrário. Pérez cumpriu a promessa de trazer Luís Figo do arquirrival Barcelona[1] e também desempenhou um papel decisivo nas eleições seguintes, sendo reeleito em 2004 com 94,2% do total dos votos.

Luís Figo também marcou o início da política de Pérez para trazer um dos melhores jogadores de futebol do mundo para o Real Madrid a cada temporada. A estratégia foi inicialmente conhecida como Zidanes y Pavones, mas os jogadores foram logo popularmente referidos como Galácticos. Em 2001, Zinédine Zidane, da Juventus, chegou ao clube com um valor de transferência recorde. Ele foi seguido por Ronaldo em 2002, David Beckham em 2003[2], Michael Owen em 2004[3], além de Robinho em 2005. Inicialmente, a política de Perez trabalhou com grande êxito, porque cada Galáctico construído em torno de seus jogadores do esquadrão, e teve mais um bom equilíbrio equipe de ataque e defesa. Em seus primeiros anos de mandato, o Real Madrid venceu dois Campeonatos Espanhóis e ganhou seu nono Campeonato Europeu.

Pérez firmou sucesso no clube em compensação da dívida, no entanto esta foi desmentida pelo diretor Ramón Calderón.

Após a temporada 2002–03, Pérez decidiu não renovar o contrato do Vicente del Bosque. Del Bosque foi capaz de equilibrar os diversos egos dos jogadores na equipe. Amplamente se acreditava que havia uma política dividida, com Del Bosque e de seus jogadores (Fernando Hierro, Fernando Morientes, Steve McManaman e Claude Makélélé) de um lado, e Pérez, por outro. Todos os jogadores do referido tecnico deixaram o clube em 2003, e Pérez entra com licitação para recuperar o controle.

Em particular, Claude Makélélé, um dos melhores volantes e um componente chave do sucesso para o Real, decidiu pedir um melhor contrato com o apoio dos colegas de equipe Zidane, Raúl, McManaman e Fernando Morientes. Até este momento, Makélélé foi também um dos jogadores mais bem pagos do Real Madrid, ganhando uma fração do que foi pago ao Galácticos. Pérez tinha pleno conhecimento disso mas recusou-se a considerar o pedido da Makélélé. Chateado, Makélélé fez um pedido de transferência, sendo ele prontamente enviado ao Chelsea. Pérez de maneira infame desprezou o futebol de Makélélé, dizendo: "Não vamos perder com a saída de Makélélé. Ele tem pouca técnica, não tem velocidade e habilidade para passar pelos adversários, além de noventa por cento dos seus passes serem para trás ou para lateral."[4]

Após Makélélé ser vendido, Pérez assinou uma série de atacantes de alto perfil, incluindo Michael Owen, Júlio Baptista e Robinho, em conformidade com sua política para os Galácticos. Infelizmente, todos os Galácticos eram jogadores ofensivos, os jogadores com funções defensivas eram geralmente limitados, e Pérez não conseguiu substituir adequadamente Makélélé no meio-campo. As negociações para trazer o volante Patrick Vieira, do Arsenal, em 2004, falharam devido à recusa de Pérez para pagar altos salários para "jogadores defensivos".

Vários anos depois de sair Real, McManaman e Morientes afirmaram que Makélélé foi o mais importante e menos apreciado meio-campista do clube, dizendo que "A perda de Makélélé foi o começo do fim para os Galácticos... Você pode ver que foi também o início de um novo amanhecer para o Chelsea." Desde a temporada 2003–04 em diante, com a ausência de Del Bosque e Makélélé, o Real Madrid não conseguiu ganhar um troféu.

Apesar da política de Pérez resultar no aumento do sucesso financeiro baseado na exploração do grande potencial de mercado do clube em todo o mundo, especialmente na Ásia, ela foi criticada por ser muito focada no marketing da marca Real Madrid e não o suficiente no futebol.

Ele foi demitido no dia 27 de fevereiro de 2006, reconhecendo que a equipe e o clube como um todo precisava de uma nova direção.

Segundo mandato[editar | editar código-fonte]

Em 14 de maio de 2009, Pérez anunciou a sua candidatura para presidente do Real Madrid, em uma conferência de imprensa no Hotel Ritz Madrid.[5] Em 1 de junho, dado que ele era o único candidato capaz de fornecer as garantias necessárias para concorrer à presidência, Pérez foi anunciado como novo presidente do Real Madrid.[6] Após ter sido eleito, afirmou que montaria um Real Madrid espetacular.[7]

Pérez continuou com a política de Galácticos do seu primeiro mandato. No dia 8 de junho de 2009, ele comprou o brasileiro Kaká, do Milan, pelo recorde mundial de 65 milhões de euros.[8] Em 11 de junho, Pérez anunciou que havia chegado a um acordo por Cristiano Ronaldo e mais uma vez quebraria o recorde mundial, desta vez por 80 milhões de libras (94 milhões de euros).[9]

Contratações[editar | editar código-fonte]

Jogador Vindo do Valor da transferência
(euros)
Valor da transferência
(libras)
Ano
Gareth Bale Tottenham 101.0 87.0[10] 2013
Cristiano Ronaldo Manchester United 94.0[9] 86.3[11] 2009
James Rodríguez Monaco 79.5[12] 80.3 2014
Zinédine Zidane Juventus 76.0 46.0[13] 2001
Kaká Milan 65.8[8] 56.8[14] 2009
Luís Figo Barcelona 58.5[1] 37.0[15] 2000
Ronaldo Internazionale 43.0 28.5[16] 2002
Asier Illarramendi Real Sociedad 38.9[17] 32.7[18] 2013
Xabi Alonso Liverpool 35.3[19] 30.0[20] 2009
David Beckham Manchester United 35.1 24.5[21] 2003
Karim Benzema Lyon 35.0[22] 29.8[14] 2009
Luka Modrić Tottenham 34.1 27.0[23] 2012
Danilo Porto 31.5[24] 22.2 2015
Fábio Coentrão Benfica 30.0[25] 25.7 2011
Sergio Ramos Sevilla 27.0[26] 18.5 2005
Ángel Di María Benfica 25.0[27] 20.6 2010
Toni Kroos Bayern de Munique 25.0[28] 19.7 2014
Walter Samuel Roma 25.0[29] 16.8 2004
Robinho Santos 24.0 16.5[30] 2005
Júlio Baptista Sevilla 20.0 13.8[31] 2005
Isco Málaga 20.0 13.8[32] 2013
Jonathan Woodgate Newcastle United 19.8 13.4[33] 2004
Raúl Albiol Valencia 15.0[34] 12.8 2009
Mesut Özil Werder Bremen 15.0[35] 12.3 2010
Sami Khedira Stuttgart 14.0[35] 11.4 2010
Claude Makélélé Celta de Vigo 14.0[36] 9.1 2000
Michael Owen Liverpool 11.9[37] 8.0[38] 2004
Pedro León Getafe 10.0[39] 8.0 2010
Keylor Navas Levante 10.0[40] 7.9 2014
Ricardo Carvalho Chelsea 8.1 6.7[41] 2010
Daniel Carvajal Bayer Leverkusen 6.5[42] 4.8 2013
Kiko Casilla Espanyol 6.0[43] 4.2 2015
Antonio Cassano Roma 5.5[44] 3.8 2006
Casemiro São Paulo 5.3[45] 3.7 2013
Sergio Canales Racing Santander 4.5[46] 3.8 2010
Esteban Granero Getafe 4.0[47] 3.4 2009
Martin Ødegaard Strømsgodset 4.0 3.0 2015
Álvaro Arbeloa Liverpool 4.0[48] 3.0 2009
Pablo García Osasuna 4.0[49] 2.7 2005
Thomas Gravesen Everton 3.6 2.5[50] 2005

Em negrito os jogadores que ainda estão no clube.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Real Madrid anuncia a maior contratação da história - Figo, US$ 56, 1 milhões». Folha de S.Paulo. 24 de julho de 2000. Consultado em 13 de julho de 2021 
  2. «Beckham é apresentado no Real Madrid com camisa 23». Folha de S.Paulo. 2 de julho de 2003. Consultado em 13 de julho de 2021 
  3. «Michael Owen acerta com Real Madrid». UOL. 13 de agosto de 2004. Consultado em 13 de julho de 2021 
  4. «Florentino Pérez: «Equipa não vai sentir a falta de Makelele»». Record. 10 de setembro de 2003. Consultado em 13 de julho de 2021 
  5. «Florentino Perez anuncia candidatura». Consultado em 14 de junho de 2009 
  6. «Primeiras medidas adoptadas pelo Real Madrid Câmara de DirectorsANNOUNCEMENT DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO». Consultado em 14 de junho de 2009 
  7. «Florentino Pérez promete um Real Madrid espetacular». GloboEsporte.com. 29 de maio de 2009. Consultado em 13 de julho de 2021 
  8. a b «Real anuncia contratação de Kaká». Gazeta do Povo. 8 de junho de 2009. Consultado em 13 de julho de 2021 
  9. a b «Real confirma Cristiano Ronaldo por seis anos; chegada será no dia 6». UOL. 26 de junho de 2009. Consultado em 13 de julho de 2021 
  10. «Jornal: Tottenham desmente o Real e diz que Bale custou € 101 milhões». GloboEsporte.com. 6 de setembro de 2013. Consultado em 13 de julho de 2021 
  11. Taylor, Daniel. «Manchester United accept £80m Cristiano Ronaldo bid from Real Madrid». London: Guardian.co.uk. Consultado em 7 de maio de 2009 
  12. «Oficial: Real Madrid anuncia a contratação de James Rodríguez». GloboEsporte.com. 22 de julho de 2014. Consultado em 13 de julho de 2021 
  13. «Zidane». Football Database. Consultado em 7 de maio de 2009 
  14. a b Burt, Jason. «Kaka joins Real Madrid from AC Milan in world-record £56million move». London: Independent.co.uk. Consultado em 7 de maio de 2009 
  15. «Luís Figo». Football Database. Consultado em 7 de maio de 2009 
  16. «Ronaldo». Football Database. Consultado em 7 de maio de 2009 
  17. «Real Madrid paga multa rescisória e anuncia contratação de Illarramendi». GloboEsporte.com. 12 de julho de 2013. Consultado em 13 de julho de 2021 
  18. «Espanhol mais caro da história do Real, Illarramendi recebe a camisa 24». GloboEsporte.com. 13 de julho de 2013. Consultado em 13 de julho de 2021 
  19. «Liverpool e Real anunciam acordo para venda de Xabi Alonso». Terra. 4 de agosto de 2009. Consultado em 13 de julho de 2021 
  20. «Xabi Alonso». Football Database. Consultado em 7 de maio de 2009 
  21. «Beckham joins Real Madrid». BBC.co.uk. 18 de junho de 2003. Consultado em 7 de maio de 2009 
  22. «Atacante francês Benzema é apresentado pelo Real Madrid». Terra. 9 de julho de 2009. Consultado em 13 de julho de 2021 
  23. Tavares, Manuel (26 de agosto de 2012). «Modric finally completes £33m move to Madrid as Tottenham agree 'partnership' with Spanish giants». Lisbon: dailymail.co.uk. Consultado em 18 de setembro de 2012 
  24. «FC PORTO E REAL MADRID ACORDAM TRANSFERÊNCIA DE DANILO». fcporto.com. Consultado em 6 de agosto de 2015 
  25. «Madrid confirm Coentrão transfer from Benfica». UEFA.com. Consultado em 5 de julho de 2011 
  26. «Sergio Ramos joins Real Madrid for €27 million». thinkspain.com. 1 de setembro de 2005. Consultado em 18 de setembro de 2012 
  27. «El Real Madrid hace oficial el fichaje de Di María». Consultado em 28 de junho de 2010 
  28. «Walter Samuel» (PDF). Consultado em 6 de junho de 2010 
  29. «Walter Samuel» (PDF). Consultado em 6 de junho de 2010 
  30. «Real Madrid sign striker Robinho in £16.5m deal». London: Independent.co.uk. 22 de julho de 2005. Consultado em 7 de maio de 2009 
  31. «Real pip Arsenal to sign Baptista». BBC.co.uk. 29 de julho de 2005. Consultado em 7 de maio de 2009 
  32. «Official: Real Madrid sign Isco on five-year deal». goal.com. 27 de junho de 2013. Consultado em 2 de julho de 2013 
  33. «Real Madrid sign Woodgate». BBC.co.uk. 20 de agosto de 2004. Consultado em 7 de maio de 2009 
  34. «Real Madrid sign Raul Albiol and step up Karim Benzema chase». London: Telegraph.co.uk. 25 de junho de 2009. Consultado em 25 de junho de 2009 
  35. a b «Terms agreed with Real Madrid». vfb.de. 30 de julho de 2010. Consultado em 30 de julho de 2010 
  36. «Claude Makélélé». Consultado em 6 de junho de 2010 [ligação inativa]
  37. «Real Madrid apresenta o atacante inglês Michael Owen». UOL. 14 de agosto de 2004. Consultado em 13 de julho de 2021 
  38. «Owen unveiled by Real». BBC.co.uk. 14 de agosto de 2004. Consultado em 7 de maio de 2009 
  39. «Official Announcement». realmadrid.com. 15 de julho de 2010. Consultado em 16 de julho de 2010. Arquivado do original em 4 de outubro de 2012 
  40. «Real Madrid anuncia contratação do goleiro costarriquenho Keylor Navas». UOL. 3 de agosto de 2014. Consultado em 13 de julho de 2021 
  41. «Ricardo Carvalho seals move from Chelsea to Real Madrid». 12 de agosto de 2010. Consultado em 18 de setembro de 2012 
  42. «Real Madrid acerta retorno do lateral Daniel Carvajal». goal.com.br. 3 de junho de 2013. Consultado em 2 de julho de 2013 
  43. «Real Madrid confirma contratação de Kiko Casilla, ex-Espanyol». globoesporte.com. 17 de julho de 2015. Consultado em 6 de agosto de 2015 
  44. «Madrid unveil Cassano». UEFA.com. Consultado em 7 de maio de 2009 
  45. «Real Madrid confirma a contratação de Casemiro por quatro temporadas». GloboEsporte.com. 10 de junho de 2013. Consultado em 13 de julho de 2021 
  46. «Sergio Canales». Consultado em 6 de junho de 2009 
  47. «Real Madrid Re-Sign Esteban Granero From Almeria For €3.5m». RealMadrid.com. Consultado em 7 de maio de 2009. Arquivado do original em 4 de outubro de 2012 
  48. «Alvaro Arbeloa, New Real Madrid Player». RealMadrid.com. Consultado em 7 de maio de 2009. Arquivado do original em 30 de junho de 2012 
  49. «Uruguayan pair make Madrid move». UEFA.com. Consultado em 7 de maio de 2009 
  50. «Gravesen completes switch to Real». BBC.co.uk. 14 de janeiro de 2005. Consultado em 7 de maio de 2009 

Precedido por
Lorenzo Sanz
Ramón Calderón
Presidente do Real Madrid
2000–2006
2009–
Sucedido por
Ramón Calderón