Musa do Brasileirão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Musa do Brasileirão
Nicole Bahls, vencedora da edição de 2007.
Organização Rede Globo (2006-2015)
Agência Luxxus (2014-presente)
País Brasil
Primeira cerimônia 2006
Última cerimônia 2020
Detentor atual Mi Vargas (Internacional)
Sítio oficial

Musa do Brasileirão é um evento realizado de forma independente para eleger a torcedora mais bela da competição, que representa um dos vinte clubes participantes da respectiva edição da Série A do Campeonato Brasileiro. O evento não possui relação com as equipes, sendo realizado atualmente de forma independente com organização da Agência Luxxus.[1]

A competição foi criada em 2006 pela Rede Globo, por meio do seu departamento esportivo conhecido como Globo Esporte, e teve como vencedora a dançarina Robertha Portella, que representava ao Flamengo.[2] Entre os anos de 2008 e 2013, a competição passou a ser transmitida pelo programa Caldeirão do Huck.[3] A partir de 2014, empresas independentes começaram a organizar projetos similares ao antigo Musa do Brasileirão, como o Musa das Torcidas do Brasileirão, e atualmente, a disputa segue de forma independente.[4]

Até o momento, quinze edições foram realizadas. Apenas na edição de 2019 não houve vencedora, momento na qual todas as participantes foram declaradas como Musas do Brasileirão.[5] A atual detentora desta titulação é Mi Vargas, que em 2020 foi coroada Musa do Brasileirão representando o Internacional.[6]

Vencedoras[editar | editar código-fonte]

Ed. Ano Musa Clube Profissão na época Ref
1 2006 Robertha Portella Flamengo Dançarina [2]
2 2007 Nicole Bahls Paraná Estudante de jornalismo [7]
3 2008 Ariane Gonzalez Palmeiras Jornalista [8]
4 2009 Wanessa Mattos Sport Modelo [9]
5 2010 Nineta Fortini Grêmio Modelo [10]
6 2011 Bianca Leão Fluminense Profissional de educação física [11]
7 2012 Martina Spier Grêmio Fisioterapeuta [12]
8 2013 Cris Andrade São Paulo Modelo [13]
9 2014 Natália Rios Cruzeiro Dançarina [14]
10 2015 Valzinha Oliveira Bahia Atriz [15]
11 2016 Iara Ferreira Paraná Modelo [16]
12 2017 Mayara Stival Coritiba Modelo [17]
13 2018 Lu Gatuza Atlético Mineiro Bombeira militar [18]
14 2019 Todas as candidatas[a] [5]
15 2020 Mi Vargas Internacional Influenciadora digital [6]

Conquistas por clube[editar | editar código-fonte]

Pos. Clube Vitórias Anos
1 Grêmio 2 2010; 2012
Paraná 2007; 2016
3 Atlético Mineiro 1 2018
Coritiba 2017
Flamengo 2006
Fluminense 2011
Internacional 2020
Palmeiras 2008
São Paulo 2013
Sport 2009

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. A página oficial afirmou que "pela primeira vez a organização do projeto optou por não realizar a escolha de apenas uma campeã. Dessa forma todas as candidatas foram aclamadas como Musas do Brasileirão, cada uma representando o seu time".

Referências

  1. «Regulamento e regras para inscrição». Musa do Brasileirão. Consultado em 2 de abril de 2021 
  2. a b «Robertha Portella, a musa do Brasileirão 2006». Tio Oda. Consultado em 2 de abril de 2021 
  3. «Musa do Brasileirão - Caldeirão do Huck». Globo. Consultado em 2 de abril de 2021 
  4. «Conheça as candidatas ao título de Musa das Torcidas do Brasileirão». Terceiro Tempo. Consultado em 2 de abril de 2021 
  5. a b «Edições anteriores». Musa do Brasileirão. Consultado em 2 de abril de 2021 
  6. a b «Gaúcha Mi Vargas é eleita a Musa do Brasileirão 2020 representando o Inter». Criativa Online. Consultado em 2 de abril de 2021 
  7. «De Musa do Brasileirão à fenômeno! Conheça a história de Nicole Bahls». Musa do Brasileirão. Consultado em 2 de abril de 2021 
  8. «Musa do Brasileirão vai ao Palestra Itália neste domingo». Globo Esporte. Consultado em 2 de abril de 2021 
  9. «Wanessa Mattos, do Sport, vence o concurso Musa do Brasileirão». Globoesporte. Consultado em 2 de abril de 2021 
  10. «Nina Fortini, do Grêmio, vence o Musa do Brasileirão 2010». Globo Esporte. Consultado em 2 de abril de 2021 
  11. «Torcedora do Fluminense é eleita Musa do Brasileirão 2011». Terra. Consultado em 2 de abril de 2021 
  12. «Representante do Grêmio, Martina Spier fatura Musa do Brasileirão 2012». Globo Esporte. Consultado em 2 de abril de 2021 
  13. «Confira fotos da Musa do Brasileirão 2013». Globo Esporte. Consultado em 2 de abril de 2021 
  14. «Candidata concorre a Gata do Brasil e disputa o Musa do Brasileirão». Ego. Consultado em 2 de abril de 2021 
  15. «Valzinha Oliveira, do Bahia, é a musa das Torcidas 2015». Terceiro Tempo. Consultado em 2 de abril de 2021 
  16. «Ex-musa do Paraná faz sucesso como atriz em emissora de TV; fotos». Meia Hora. Consultado em 2 de abril de 2021 
  17. «Campeã do musa do Brasileirão 2017, Mayara Stival diz ter sofrido bullying na infância». Folha de São Paulo. Consultado em 2 de abril de 2021 
  18. «Representante do Galo, bombeira militar foi eleita a Musa do Brasileirão 2018». Hoje em Dia. Consultado em 2 de abril de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]