Musa do Brasileirão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Musa do Brasileirão é um evento realizado pelo Globo Esporte desde 2006, onde cada um dos vinte clubes da Série A do Campeonato Brasileiro elege uma musa (os critérios variam de cada time), que depois disputarão o título de Representante da Beleza Feminina nos Estádios Brasileiros do ano corrente. A partir de 2008 no entanto, o Caldeirão do Huck entrou em parceria com o Globo Esporte e passou a transmitir o concurso na televisão, o que aconteceu até 2013. A partir de 2014 empresas independentes começaram a organizar projetos similares ao antigo Musa do Brasileirão, como o Musa das Torcidas do Brasileirão. Assim naturalmente esses projetos independentes cresceram e tomaram para si a responsabilidade de eleger as torcedoras Musas dos times brasileiros.

Vencedoras[editar | editar código-fonte]

Nicole Bahls, vencedora da edição de 2007
Ano Musa Clube Ref.
2006 Robertha Portella Flamengo
2007 Nicole Bahls Paraná
2008 Ariane Gonzalez Palmeiras
2009 Wanessa Mattos Sport [1]
2010 Nineta Fortini Grêmio [2]
2011 Bianca Leão Fluminense [3]
2012 Martina Spier Grêmio
2013 Cris Andrade São Paulo
2014 Natália Rios Cruzeiro
2015 Valzinha Oliveira Bahia
2016 Iara Ferreira Paraná Clube
2017 Mayara Stival Coritiba
2018 Lu Gatuza Atlético-MG
2020 Mi Vargas Internacional

OBS: Em 2019 a disputa do título de Musa do Brasileirão não foi realizada devido a uma alteração no regulamento. A partir desse ano as candidatas eleitas em um ano passam a disputar o título apenas no ano seguinte.

Conquistas por clube[editar | editar código-fonte]

Clube Títulos Vitórias
Paraná 2 2007 e 2016
Grêmio 2 2010 e 2012
Internacional 1 2019/2020
Atlético-MG 1 2018
Coritiba 1 2017
São Paulo 1 2013
Fluminense 1 2011
Sport 1 2009
Palmeiras 1 2008
Flamengo 1 2006

Candidatas de destaque[editar | editar código-fonte]

  • Náutico (2007/2009): Danielle Brito foi a única musa a defender seu time em duas edições diferentes do concurso, em 2007 e 2009.

  • Palmeiras (2007): Tatiele Toro participou da segunda edição do reality show Casa Bonita e mais tarde se tornou assistente de palco do programa Papo de Mallandro.

  • Fluminense (2011): Bianca Leão foi a vencedora da quinta edição do reality show Casa Bonita, do canal Multishow.[7] e está no Tudo Pela Audiência, do Multishow.

  • Atlético Mineiro (2010): Aline Gotschalg participou da décima quinta edição do reality show Big Brother Brasil.

  • Vasco da Gama (2015): Jamila Sandora se tornou campeã invicta de luta MMA.

  • Paraná Clube (2016): Iara Ferreira se tornou assistente de palco do programa João Kléber Show da Rede TV e foi Capa da Revista Sexy em novembro de 2020.

  • Bahia (2019): Jacky Correa foi a capa da Revista Sexy de novembro de 2019.

Referências