Rua Mariz e Barros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Rua Mariz e Barros é um logradouro no bairro da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro.

Rua Mariz e Barros

História[editar | editar código-fonte]

É uma importante via dos bairros da Tijuca e Praça da Bandeira, interligando a Grande Tijuca à região central do Rio de Janeiro e a Zona Sul (por meio do Túnel Rebouças).

Começa na Praça da Bandeira, terminando na Rua São Francisco Xavier, tendo a Rua Almirante Cochrane como seu prolongamento.

Antiga Rua Nova do Imperador, desde 1840, em 31 de outubro de 1917 teve a sua denominação alterada pelo Decreto n.º 1.165 da Prefeitura do Distrito Federal, em homenagem ao Capitão-Tenente Antônio Carlos de Mariz e Barros, da Marinha do Brasil, Comandante do Encouraçado Tamandaré, morto em combate com o Forte de Itapiru em 27 de março de 1866.

Sua primitiva extensão começava no antigo Largo do Matadouro (atual Praça da Bandeira) e terminava na Praça Saenz Peña, integrada que era o trecho da atual Rua Almirante Cochrane, cujo desmembramento se deu em 1922. O seu início compreendia o bairro de São Cristóvão, que então incluía a região da Praça da Bandeira, e a Freguesia do Engenho Velho, hoje absorvida pela Tijuca, na região compreendida entre a rua Campos Sales e a rua São Francisco Xavier.

Educação[editar | editar código-fonte]

Ao longo desta situa-se alguns colégios, dentre eles o Instituto Guanabara e o tradicional Instituto de Educação, entre outros cursos e o tradicional Hospital Gafree e Guinle da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, com arquitetura e decoração francesa.

Referência[editar | editar código-fonte]

[1]