Tamanhismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde novembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
  • As fontes não cobrem todo o texto.
  • Texto necessita de revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa.
  • Não tem imagens.

Tamanhismo ou discriminação por tamanho é uma discriminação baseada no tamanho de alguém.[1][2] A discriminição por tamanho se deve a casos extremos de tamanhos físicos, como muito alto, muito pequeno, muito gordo, ou muito magro.

Discriminação[editar | editar código-fonte]

O tipo de discriminação pode ter várias formas, indo a se recusar a empregar alguém por serem altas ou baixas demais para o cargo a tratar indivíduos com sobrepeso e sobpeso com desdém.

No momento não há nenhuma legislação específica anti-discriminação que tenha sido posta em prática para proibir tamanhismo, apesar de a questão ser extremamente prevalente.[3] Estereótipos tamanhistas (tais como "pessoas obesas são preguiçosas", "pessoas magras são más"[carece de fontes?], ou "pessoas altas podem jogar basquete") são muitas vezes enraizados na sociedade moderna.

No Brasil a lista de leis anti-discriminatórias não inclui tamanhismo como ofensa [4]

Características[editar | editar código-fonte]

Tamanhismo pode ser baseado em altura, peso ou ambos, e por isso é muitas vezes relacionado com altismo e a discriminação baseada no peso, mas não é sinônimo de qualquer um dos dois. Dependendo de onde a pessoa é e como se vive sua vida, as pessoas podem ter uma tendência a ser especialmente alta, magra, pequena, ou gordo, e muitas sociedades interiorizaram atitudes sobre o tamanho. Como regra geral, as atitudes tamanhistas implicam que se acredita que o seu tamanho é superior ao de outras pessoas e tratam as pessoas de outros tamanhos negativamente.

Exemplos de discriminação tamanhistas podem incluir uma pessoa que está sendo despedida de um trabalho para estar com sobrepeso ou ser excepcionalmente baixa, embora seu trabalho não seja afetado.

Tamanhismo muitas vezes toma a forma de uma série de estereótipos sobre pessoas de determinadas alturas e pesos.

Atitudes tamanhistas também pode assumir a forma de expressões de nojo físico, quando confrontados com pessoas de diferentes tamanhos e pode até mesmo se manifestar em fobias específicas, como gordofobia (aversão à pessoas gordas), ou aversão a pessoas altas ou curtas. Pelo tamanhismo ser uma postura discriminatória recentemente reconhecida, é geralmente observada por aqueles que são os seus alvos.

Referências

  1. Luciana Alves. «Subverter a fotografia é eficaz para criar visibilidade para as pessoas gordas». Revista Continente. Consultado em 23 de setembro de 2016 
  2. "sizeism.", The Oxford English Dictionary. 3rd ed. 2012. Web. 26 de abril de 2012.
  3. «Weight Bias Is As Prevalent As Racial Discrimination, Study Suggests». Yale University. 28 de março de 2008. Consultado em 23 de setembro de 2016 
  4. «LEI Nº 7.716, DE 5 DE JANEIRO DE 1989.». Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos. Consultado em 23 de setembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]