Thiago Galhardo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Thiago Galhardo
Informações pessoais
Nome completo Thiago Galhardo do Nascimento Rocha
Data de nasc. 20 de julho de 1989 (30 anos)
Local de nasc. São João Del Rei (MG), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,82 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Ceará
Número 89
Posição Meia
Clubes de juventude
2009–2010 Bangu
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2010–2011
2011–2012
2012
2012–2013
2012
2013
2014
2014
2014
2015
2015–2017
2016
2016
2017
2018–2019
2019–
Bangu
Botafogo
Comercial (emp.)
Bangu
América-RN (emp.)
Remo (emp.)
Boa Esporte
Cametá
Brasiliense
Madureira
Coritiba
Red Bull Brasil (emp.)
Ponte Preta (emp.)
Albirex Niigata (emp.)
Vasco da Gama
Ceará
0030 000(6)
0014 000(1)
0005 000(0)
0009 000(3)
0016 000(1)
0005 000(0)
0001 000(0)
0000 000(0)
0003 000(0)
0014 000(5)
0029 000(1)
0013 000(3)
0024 000(2)
0026 000(3)
0052 000(9)
0023 000(9)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 17 de outubro de 2019.

Thiago Galhardo do Nascimento Rocha, ou simplesmente Thiago Galhardo, (São João Del Rei, 20 de julho de 1989), é um futebolista brasileiro que atua como meia. Atualmente joga no Ceará.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Bangu[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo Bangu, Galhardo estreou profissionalmente em janeiro de 2010, com 20 anos, logo em um dos maiores palcos do futebol mundial: o Maracanã. Porém, a equipe da zona oeste foi derrotada por 3–0 para o Fluminense, em jogo válido pelo Campeonato Carioca.[1] A partir de então, o meia já foi titular absoluto da equipe.[2] Em seu sétimo jogo como profissional, marcou o primeiro gol de sua carreira, na vitória por 3–0 sobre o Resende no Estádio do Trabalhador em Resende.[3] No final do torneio, sua equipe ficou na 6ª colocação geral, há um ponto da classificação para a Série-D, mas com a vaga garantida na Copa do Brasil do ano seguinte.[4]

Em 2011, o meia deslanchou de vez, se destacando no Estadual com 3 gols; o primeiro deles na vitória por 1–0 sobre o Madureira no Conselheiro Galvão[5]; e os demais no empate em 2–2 com o Macaé no Moacyrzão.[6] Além disso, se destacou pelas assistências, e também pelas boas atuações contra os grandes do Rio. Na Copa do Brasil, o meia marcou dois gols na vitória por 3–1 sobre a Portuguesa-SP em Moça Bonita.[7] O time carioca se classificou para a fase seguinte, quando foi eliminado diante do Náutico.[8]

Botafogo[editar | editar código-fonte]

Seu destaque no Bangu, despertou o interesse de gigantes do futebol nacional, como Vasco, Cruzeiro e Botafogo, que o contratou em abril de 2011.[9] Logo na sua estreia pelo Glorioso, em um amistoso diante do América-MG no Municipal de Juiz de Fora, o meia marcou um belo gol de fora da área; o jogo terminou com igualdade em 1–1.[10] Em setembro, disputou a sua primeira competição internacional, entrando na segunda etapa do empate em 1–1 diante do Independiente Santa Fé no Engenhão, válido pela Copa Sul-Americana.[11]

No Botafogo, o jogador recebeu poucas oportunidades, estando quase sempre entre os reservas da equipe.[12]

Retorno ao Bangu[editar | editar código-fonte]

Após uma curta passagem pelo Comercial-SP, Galhardo retornou ao Bangu em fevereiro de 2012, e foi novamente importante para a equipe no Estadual. O clube havia perdido todas as partidas da Taça Guanabara e corria sério risco de rebaixamento para a Série B do Campeonato Carioca, porém, na Taça Rio, após a chegada do meia (que marcou 3 gols nos 8 jogos do turno), o clube deu a volta por cima, sendo líder do Grupo B (que tinha times como Vasco e Fluminense), e eliminado na semifinal do turno para o Botafogo, escapando do rebaixamento na classificação geral.

América-RN[editar | editar código-fonte]

Como o Bangu não disputaria mais nenhuma competição de alto nível em 2012, o jogador foi emprestado ao América-RN que disputaria a Série-B. Estreou pelo clube potiguar na vitória por 2–1 sobre o Bragantino no Nazarenão.[13] Sofreu uma lesão em julho, mas voltou na reta final da competição como titular, e marcou o seu único gol pelo clube no empate em 4–4 com o Boa Esporte no Nazarenão.[14]

Madureira[editar | editar código-fonte]

Após rodar por Remo, Boa Esporte, Cametá e Brasiliense entre 2013 e 2014, em 2015 o meia voltou ao futebol carioca e se destacou mais uma vez no Estadual, dessa vez pelo Madureira. O jogador estreou pelo clube da zona norte exatamente diante do Bangu em Moça Bonita, e a partida terminou com igualdade no placar em 1–1.[15] Assim como no Bangu, o jogador marcou o seu primeiro gol pelo clube, em uma vitória por 3–0 sobre o Resende, tendo marcado também o segundo gol desta partida, dessa vez em Conselheiro Galvão.[16] Dessa vez o Estadual foi disputado em turno único, e o Madureira começou muito bem a competição, tendo o jogador marcado 5 gols e dado 7 assistências nos 14 jogos que disputou, porém, na reta final a equipe caiu de produção, e perdeu a vaga na semifinal para o Fluminense na última rodada. Ainda assim faturou a Taça Rio, que dessa vez foi disputada sem os quatro grandes.

Coritiba[editar | editar código-fonte]

Após o destaque no Tricolor Suburbano, Galhardo foi contratado pelo Coritiba, voltando assim a Série-A após quatro anos. O meia interessava também o arquirrival Atlético Paranaense.[17] Estreou pelo clube em uma derrota por 2–1 para a Chapecoense na Arena Condá, válida pelo Brasileirão.[18] A partir de então, foi titular da equipe, e marcou o seu primeiro gol já em seu terceiro jogo pelo Coxa, em uma vitória por 2–0 sobre o Grêmio no Couto Pereira, também válida pelo certame nacional.[19] Na reta final da competição, o Coritiba, que estava na zona de rebaixamento, reagiu após a chegada de Gilson Kleina, e conseguiu fugir da degola, porém o meia era geralmente preterido pelo novo treinador.[20]

Red Bull Brasil[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2016, fora dos planos de Gilson Kleina, o jogador foi emprestado ao Red Bull Brasil para a disputa do Paulistão.[21] Estreou no empate em 1–1 com o São Paulo no Moisés Lucarelli.[22] No clube paulista, o meia foi um dos principais destaques ao lado de Roger, e demonstrou ter estrela, marcando gols nas vitórias sobre dois gigantes: primeiro no triunfo por 2–0 sobre o Santos no Martins Pereira em São José dos Campos[23]; e depois na vitória por 2–1 sobre o Palmeiras em pleno Pacaembu[24]; além de ter marcado também na derrota por 3–2 para o Audax no José Liberatti.[25] O jogador ajudou a sua equipe à chegar nas quartas de final da competição, onde foi eliminada para o Corinthians, após sofrer uma goleada por 4–0 na Arena Corinthians.[26]

Ponte Preta[editar | editar código-fonte]

Após mais um destaque em Campeonato Estadual por um clube pequeno, o meia foi cedido por empréstimo a Ponte Preta em maio de 2016. O jogador também interessava ao Santos.[27] Fez sua estreia pela Macaca, entrando no segundo tempo da vitória por 2–1 sobre o Palmeiras no Moisés Lucarelli.[28] Marcou seu primeiro e segundo gol pela Ponte, na goleada por 5–0 sobre o Figueirense no Moisés Lucarelli, válida pela Copa do Brasil.[29]

No clube de Campinas, o meia alternou constantemente entre o time titular e reserva, oscilando entre bons e maus momentos.

Albirex Niigata[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2017, fechou contrato de empréstimo com o Albirex Niigata para atuar no futebol japonês.[30] Estreou pelo clube no empate em 1–1 com o Sanfrecce Hiroshima no Hiroshima Big Arch Stadium, válido pela J. League.[31] No Japão, o jogador atuou com a camisa 10, ao lado dos brasileiros Rony ex-Cruzeiro, e Douglas Tanque ex-Ponte e Corinthians, além do treinador brasileiro naturalizado japonês: Wagner Lopes ex-Paraná. Na J. League, o meia marcou gols na derrota por 2–1 para o Vegalta Sendai no Yurtec Stadium Sendai[32], no empate em 1–1 com o FC Tokyo no Ajinomoto Stadium[33], e também no empate em 1–1 com o Kashiwa Reysol no Hitachi Kashiwa Stadium; porém, não conseguiu evitar o rebaixamento da equipe para a segunda divisão do futebol japonês.

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

2018[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2018, o Vasco anunciou a contratação do jogador, que retorna ao Rio de Janeiro após três anos.[34] O meia era especulado no Corinthians e também em um possível retorno a Ponte Preta.[35] Mesmo sem estrear, o jogador foi inscrito na Copa Libertadores com a camisa de número 8.[36] Estreou pelo Cruzmaltino no primeiro jogo do clube na Copa Libertadores, diante da Universidad Concepción no Municipal de Concepción; o Vasco goleou o time chileno por 4–0, e Galhardo deu uma assistência para Rildo no quarto gol da equipe.[37] No jogo seguinte, o meia já marcou o seu primeiro gol pelo clube, logo aos 19 segundos da etapa inicial, na vitória por 3–1 sobre o Volta Redonda em São Januário, válida pelo Campeonato Carioca.[38] Na terceira fase da Copa Libertadores, contra o Jorge Wilstermann no Estádio Olímpico Patria em Sucre, Galhardo foi expulso infantilmente após jogar a bola no atacante Serginho da equipe adversária.[39] O clube carioca foi goleado por 4–0, o que levou a disputa para as penalidades máximas - pois havia goleado a equipe boliviana por 4–0 no jogo de ida em São Januário - entretanto, Martín Silva defendeu três cobranças e classificou o Vasco para a próxima fase, salvando a pele do meia.[40] A redenção veio onze dias depois, quando o meia saiu do banco de reservas para marcar o gol de empate em 2–2 diante do Boavista, em um jogo que ainda contou com outros três gols e terminou com uma emocionante vitória cruzmaltina por 4–3 sobre a equipe de Saquarema, no Kleber Andrade, válida pelo Campeonato Carioca.[41] Marcou seu terceiro gol com a camisa do Vasco de pênalti, na derrota para a LDU por 3–1, em partida válida pela Copa sul americana.[42] também marcou o gol da vitória do Vasco por 1–0 na partida de volta contra a LDU, porém o placar não classificou a equipe cruzmaltina para a próxima fase da competição.[43] ao longo da temporada perdeu a vaga de titular para Fabrício, porém na reta final acabou recuperando a posição.

2019[editar | editar código-fonte]

Logo na primeira partida do ano, em 19 de Janeiro, Marcou o seu 8º gol com a camisa Cruzmaltina, diante do Madureira, em partida válida pela 1ª rodada da Taça Guanabara.[44]

Após organizar uma suposta reunião dos jogadores do Vasco com a diretoria, na Sexta-feira dia 5 de Abril Cobrarando salários atrasados, No Sábado dia 6 de Abril, Galhardo foi cortado do jogo contra o Bangu pela Semifinal do Carioca. Consequentemente, no dia 7 de Abril, foi afastado do Vasco.[45] Além disso não mantinha boa relação com o diretor de futebol Alexandre Faria, e a gota d'agua de seu afastamento foi a descoberta de que Galhardo vazava informações internas para jornalistas.

Ceará[editar | editar código-fonte]

Após rescindir na justiça o contrato com o Vasco, foi oficialmente anunciado pelo Ceará em 27 de abril de 2019[46]. No dia 10 de agosto, marcou um Hat-trick em goleada por 4 a 1 contra a Chapecoense, partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Thiago Galhardo é irmão do também futebolista Gabriel Galhardo, que atua como Volante pela equipe Sub-23 do Ceará.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 17 de outubro de 2019.

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Bangu 2010 14 1 14 1
2011 3 2 13 3 16 5
Total 3 2 27 4 30 6
Botafogo 2011 11 0 2 0 1 1 14 1
Total 11 0 2 0 1 1 14 1
Comercial–SP 2012 5 0 5 0
Total 5 0 5 0
Bangu 2012 9 3 9 3
Total 9 3 9 3
América–RN 2012 16 1 16 1
Total 16 1 16 1
Madureira 2015 14 5 14 5
Total 14 5 14 5
Coritiba 2015 25 1 4 0 29 1
Total 25 1 4 0 1 1
Red Bull Brasil 2016 13 3 13 3
Total 13 3 13 3
Ponte Preta 2016 21 0 3 2 24 2
Total 21 0 3 2 24 2
Albirex Niigata 2017 23 3 3 0 26 3
Total 23 3 3 0 26 3
Vasco da Gama 2018 22 3 1 0 7 2 8 2 38 7
2019 0 0 2 1 12 1 14 2
Total 22 3 3 1 7 2 20 3 52 9
Ceará 2019 23 9 23 9
Total 23 9 0 0 0 0 0 0 23 9
Total 141 17 16 5 9 2 89 19 255 43

Títulos[editar | editar código-fonte]

Madureira
Vasco da Gama

Referências

  1. «Fluminense 3-0 Bangu :: Campeonato Carioca 2010 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  2. «Thiago Galhardo :: Thiago Galhardo do Nascimento Rocha :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  3. «Resende 0-3 Bangu :: Campeonato Carioca 2010 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  4. «Campeonato Carioca de Futebol de 2010». Wikipédia, a enciclopédia livre. 6 de novembro de 2017 
  5. «Madureira 0-1 Bangu :: Campeonato Carioca 2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  6. «Macaé 2-2 Bangu :: Campeonato Carioca 2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  7. «Bangu 3-1 Portuguesa :: Copa do Brasil 2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  8. «Náutico faz dois gols, elimina Bangu e segue na Copa do Brasil». Terra 
  9. «Botafogo contrata o meia Thiago Galhardo, do Bangu». ESPN 
  10. «Com um jogador a menos, Botafogo empata com América-MG em amistoso - 14/05/2011 - UOL Esporte - Futebol». esporte.uol.com.br. Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  11. «Botafogo 1-1 Santa Fe :: Copa Sul-Americana 2011 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  12. «Thiago Galhardo :: Thiago Galhardo do Nascimento Rocha :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  13. «América-RN 2-1 Bragantino :: Campeonato Brasileiro Série B 2012 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  14. «América-RN 4-4 Boa Esporte :: Campeonato Brasileiro Série B 2012 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  15. «Bangu 1-1 Madureira :: Campeonato Carioca 2015 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  16. «Madureira 3-0 Resende :: Campeonato Carioca 2015 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  17. «Thiago Galhardo dispensou o Atlético para fechar com o Coritiba | Coritiba, De Letra | Tribuna PR - Paraná Online». Tribuna PR - Paraná Online. 23 de abril de 2015 
  18. «Chapecoense 2-1 Coritiba :: Campeonato Brasileiro 2015 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  19. «Coritiba 2-0 Grêmio :: Campeonato Brasileiro 2015 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  20. «Thiago Galhardo :: Thiago Galhardo do Nascimento Rocha :: Vasco». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  21. «Sem espaço no Coritiba, Thiago Galhardo deve reforçar o RB Brasil». globoesporte.com 
  22. «Red Bull Brasil 1-1 São Paulo :: Campeonato Paulista 2016 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  23. «Red Bull Brasil 2-0 Santos :: Campeonato Paulista 2016 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  24. «Palmeiras 1-2 Red Bull Brasil :: Campeonato Paulista 2016 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  25. «Osasco Audax 3-2 Red Bull Brasil :: Campeonato Paulista 2016 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  26. «Corinthians 4-0 Red Bull Brasil :: Campeonato Paulista 2016 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  27. «Com acordo fechado, Ponte espera por Galhardo para oficializar reforço». globoesporte.com 
  28. «Ponte Preta 2-1 Palmeiras :: Campeonato Brasileiro 2016 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  29. «Ponte Preta 5-0 Figueirense :: Copa do Brasil 2016 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  30. «Thiago Galhardo fecha com Albirex Niigata após deixar Ponte Preta». www.futebolinterior.com.br. Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  31. «Sanfrecce Hiroshima 1-1 Albirex Niigata :: J-League 2017 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  32. «Vegalta Sendai 2-1 Albirex Niigata :: J-League 2017 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  33. «FC Tokyo 1-1 Albirex Niigata :: J-League 2017 :: Ficha do Jogo :: ogol.com.br». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  34. «Vasco anuncia Thiago Galhardo, terceiro reforço para 2018». Globoesporte 
  35. «Thiago Galhardo vira alvo de disputa entre Ponte e Corinthians». www.futebolinterior.com.br. Consultado em 31 de janeiro de 2018 
  36. «Vasco da Gama divulga lista de inscritos para Conmebol Libertadores. Veja os nomes | FOX Sports». FOX Sports 
  37. «Vasco passeia em Concepción e sai na frente para seguir na Libertadores». Lance!. Consultado em 1 de fevereiro de 2018 
  38. «Vasco x Volta Redonda - Campeonato Carioca 2017-2018 - globoesporte.com». globoesporte.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2018 
  39. «ATUAÇÕES: Martin Silva salva o Vasco em atuação desastrosa». Lance!. Consultado em 22 de fevereiro de 2018 
  40. «"General", "Ministro", "Super-Herói... Martín pega três pênaltis e vira meme». Globoesporte 
  41. «Em jogo maluco de 7 gols, Vasco busca virada e vence Boavista em Cariacica - Futebol - UOL Esporte». UOL Esporte 
  42. Ferreira, Rafael Alaby Martins (25 de julho de 2018). «LDU x Vasco: Kelvin é derrubado dentro da área e árbitro marca pênalti; assista». Torcedores.com. Consultado em 15 de janeiro de 2019 
  43. «Vasco bate LDU em São Januário, mas acaba eliminado na Sul-Americana». Terra. Consultado em 15 de janeiro de 2019 
  44. «Thiago Galhardo faz belo gol, e Vasco vence o Madureira na estreia do Carioca». www.foxsports.com.br. Consultado em 25 de janeiro de 2019 
  45. «Thiago Galhardo é afastado do Vasco: "Não faz mais parte dos planos", diz comunicado». Globoesporte. Consultado em 8 de abril de 2019 
  46. «Thiago Galhardo chega a acordo e é o novo reforço do Ceará: "O maior clube do estado"». Globoesporte. Consultado em 27 de abril de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.