Voo TransAsia Airways 235

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Voo TransAsia Airways 235
Acidente aéreo
TransAsia Airways Flight 235.JPG
Destroços da aeronave no Rio Keelung.
Sumário
Data 4 de fevereiro de 2015 (3 anos)
Causa Falha nos motores (sob investigação) erro do piloto, que desligou o único motor que funcionava. Fadiga e excesso de trabalho, contribuiu para o erro do piloto..
Local Rio Keelung, Taipé, Taiwan
Origem República da China Aeroporto de Taipé Songshan
Destino República da China Aeroporto de Kinmen
Passageiros 53
Tripulantes 5
Mortos 43[1]
Feridos 17 (2 em solo)
Sobreviventes 15
Aeronave
Modelo ATR-72
Prefixo B-22816
Primeiro voo 15 de abril de 2014
Aeronave envolvida no acidente

O voo TransAsia Airways 235 era uma rota aérea regular entre o Aeroporto de Taipé Songshan, Taipé, e o Aeroporto de Kinmen, Kinmen. No dia 4 de fevereiro de 2015, o avião desgovernado colidiu com uma ponte, e caiu no rio Keelung. Havia 58 pessoas no avião (53 passageiros e 5 tripulantes), das quais 43 morreram.[2][3][4]

Voo[editar | editar código-fonte]

O voo 235 partiu de Taipé no horário local às 10h52min (2h52min UTC), com 53 passageiros e cinco tripulantes a bordo. Momentos depois, a gravação das comunicações de controle de tráfego aéreo supostamente mostrou os pilotos emitirem um chamado de Mayday (declarando uma emergência)[2] e relatando uma flame-out (apagamento da chama na câmara de combustão do motor). Às 10h55min, os controladores perderam contato com a aeronave, e ela caiu no rio Keelung em Taipé.

Pelo menos três vídeos de carros registraram o acidente. Passando da esquerda para a direita em toda a armação no vídeo, a aeronave, primeiro passou por um prédio de apartamentos. Em seguida, foi puxada bruscamente para o lado da ponte, em cerca de um ângulo de inclinação de 90º, com a asa portada para baixo. A ponta da asa colidiu com um táxi, e a mesma foi arrancada quando colidiu com a estrutura de concreto da ponte. Duas pessoas no táxi ficaram feridas. As buscas pelos corpos desaparecidos no Rio Keelung acabaram no dia 12 de fevereiro, quando o 43º corpo foi encontrado pelas equipes de resgate.

O piloto, Liao Chien-tsung, o copiloto, Liu Tzu-chung, e o engenheiro de voo, Hung Ping-chung, morreram. Entre os 31 passageiros da China continental, a maioria procedentes da cidade de Xiamen (leste), somente três se salvaram.

Nacionalidades[editar | editar código-fonte]

Pessoas a bordo por nacionalidade
Nacionalidade Passageiros Tripulantes Total
República da China taiwaneses 22 5 27
chineses 31 31
Total 53 5 58

Referências