Damasco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Damasco (cidade))
Ir para: navegação, pesquisa
Damasco (Madinat Al-Yasmin "Cidade de Jasmim")
دِمَشق Dimashq'
Imagens de Damasco
Bandeira oficial de Damasco
Bandeira
Damasco está localizado em: Síria
Damasco
Localização de Damasco ( Síria)
Coordenadas 33° 30' 35" N 36° 18' 33" E
País  Síria
Distrito Damasco (distrito)
Governador Bishr Al Sabban
Área  
  Total 573 km²
População  
  Cidade (2007[1] ) 4.666.789
  Metro 4.356.000
Fuso horário +2 (UTC)
Website: esyria.sy/edamascus/
Vista sobre a cidade numa fotografia de 1900

Damasco (em árabe: دِمَشقُ, transl. Dimashq, comumente conhecida como الشام, ash-Shām, ou مدينة الياسمين, Madīnatul Yāsmīn, lit. "Cidade do Jasmim") é a capital da Síria, e um dos 14 distritos do país. O distrito de Damasco é administrado por um governador indicado pelo Ministro do Interior. Além de ser considerada a cidade mais antiga habitada continuamente no mundo (escavações comprovam uma ocupação contínua de mais de 5.000 anos)[2] , é um dos principais centros culturais e religiosos do Levante.

Em 2010, tem uma população estimada em cerca de 1 669 000 habitantes.[1] Localiza-se no sudoeste da Síria, e é o centro de uma grande área metropolitana de 4,8 milhões de pessoas.[3] Geograficamente, encontra-se nos sopés orientais da cordilheira do Antilíbano, a 80 quilômetros da costa oriental do mar Mediterrâneo, sobre um planalto situado a 680 metros acima do nível do mar. Apresenta um clima semi-árido, devido ao efeito de sombra de chuva. A cidade é cruzada pelo rio Barada.

Colonizada pela primeira vez no segundo milênio a.C., foi escolhida como capital do Califado Omíada entre 661 e 750. Após a vitória da dinastia Abássida, a sede do poder islâmico mudou-se para Bagdá, e Damasco experimentou um declínio político por todo o período, reconquistando importância durante os períodos aiúbida e mameluco. Durante o governo otomano, a cidade entrou em completa decadência, embora tenha mantido algum prestígio cultural. Atualmente é sede do governo central e de todos os ministérios governamentais. Em 2008 foi escolhida como a Capital Árabe da Cultura.[4]

História[editar | editar código-fonte]

Primórdios[editar | editar código-fonte]

Datação feita por carbono-14 em Tell Ramad, nos arredores de Damasco, sugere que o local pode ter sido ocupado desde a segunda metade do sétimo milênio a.C., possivelmente em torno de 6300 a.C. Entretanto, as evidências de assentamento na bacia de Barada remontam a 9000 a.C., embora nenhum grande assentamento estivesse presente dentro dos muros de Damasco até o segundo milénio a.C.

Damasco era parte da antiga província de Amurru no Reino dos Hicsos, de 1.720 a 1.570 a.C. Alguns dos primeiros registros egípcios são as Cartas de Amarna de 1.350 a.C., quando Damasco (chamada Dimasqu) foi governada pelo rei Biryawaza. A região de Damasco, assim como o resto da Síria, tornou-se um campo de batalha por volta de 1.260 a.C., entre os hititas desde o norte e os egípcios do sul, terminando com um tratado assinado entre Hattusili e Ramsés II onde foi entregue o controle da área Damasco para Ramsés II em 1.259 a.C. A chegada dos Povos do Mar, por volta de 1.200 a.C, marcou o fim da Idade do Bronze na região e trouxe novos desenvolvimentos da guerra. Damasco foi apenas a parte periférica dessa realidade que afetou mais a população de grandes centros da Síria antiga. No entanto, esses eventos contribuíram para o desenvolvimento de Damasco como um novo centro influente que surgiu com a transição da Idade do Bronze à Idade do Ferro.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Damasco fica num planalto situado a 690 metros acima do nível do mar, e é limitada pela cordilheira Antilíbano a oeste e pelo deserto da Síria a leste. A cidade fica no oásis de Ghutah e a água que a abastece vem do rio Barrada. Apesar de estar geograficamente perto do Mediterrâneo, a cadeia montanhosa isola Damasco do litoral e obriga a cidade a virar-se para leste.

Cidade Antiga de Damasco[editar | editar código-fonte]

A Cidade Antiga de Damasco concentra-se numa extensa Cidade Velha, que abrange o gigantesco souk (mercado), um grande bairro muçulmano, um bairro menor cristão e uma minúscula zona judaica. Estas três comunidades continuam aqui representadas, embora a comunidade judaica se resuma a poucas centenas de pessoas. A cidade moderna fica a oeste da Antiga Damasco e aqui situam-se a maior parte das embaixadas, universidade, alguns monumentos e edifícios.

Damasco disputa, juntamente com Jericó e Biblos, o título de cidade mais antiga continuadamente habitada do mundo, sendo a cidade-capital mais antiga do planeta.[5]

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia de Damasco baseia-se essencialmente em produtos alimentícios, vestuário e material impresso. A cidade possui uma tradição artesanal de importância considerável, produzindo têxteis de alta qualidade, sedas, artigos de couro, filigrana de ouro, objectos em prata, madeira com embutidos e artigos em cobre e latão.

Transportes[editar | editar código-fonte]

Damasco está ligada ao resto do país através de autoestradas modernas, assim como ao Líbano, ao Iraque, à Jordânia e à Turquia. O Aeroporto Internacional de Damasco fica a 20 km a leste da cidade e tem ligações com a Europa e ao resto do Mundo Árabe.

Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]

Damasco é, no total, geminada com 7 cidades, 1 região e 1 província, que são:

Referências

  1. a b Syrian Population Estimated at 19,405 Million - Agência Síria de Notícias
  2. mundoestranho.abril.com.br Qual é a cidade mais antiga do mundo que ainda existe?. Acessado em 05/03/2012.
  3. Syria. Departamento de Estado dos Estados Unidos (17 de fevereiro de 2010). Página visitada em 20-6-2010.
  4. دمشق عاصمة الثقافة العربية 2008. Damascus.org.sy. Página visitada em 20-6-2010.
  5. Qual é a cidade mais antiga do mundo que ainda existe?. Página visitada em 26 de junho de 2010.
  6. UAEinteract.com, Sister Cities delegates praise Dubai 'best practices' UAE – The Official Web Site – News, Uaeinteract.com, http://uaeinteract.com/docs/Sister_Cities_delegates_praise_Dubai_best_practices/12110.htm, visitado em 2009-05-29 
  7. "Sister Cities", Toledo Turismo (Patronato Municipal de Turismo), http://www.toledo-turismo.com/turismo/contenido/mas-toledo/toledo-historia/ciudades-hermanadas.aspx, visitado em 2008-10-16 
  8. Ayuntamento de Córdoba Córdoba City Council Web, sister cities
  9. International Relations – São Paulo City Hall – Official Sister Cities. Prefeitura.sp.gov.br. Página visitada em 2010-06-20.
  10. Sister Cities of Istanbul – Turkey, Sister Cities of Istanbul – Turkey, http://www.greatistanbul.com/sister_cities.htm, visitado em 2009-11-24 
  11. Yerevan Municipality – Sister Cities, © 2005–2009 www.yerevan.am, http://yerevan.am/main.php?lang=3&page_id=194, visitado em 2009-06-22 
  12. Damascus, Ankara become sister cities, Worldbulletin.net, 2010-07-06, http://www.worldbulletin.net/news_detail.php?id=60995, visitado em 2010-11-09 
  13. The Syrian-Iranian Joint Supreme Committee meetings (in Arabic), Alwehda Publications, 2009-03-08, http://thawra.alwehda.gov.sy/_print_veiw.asp?FileName=20193318520090307225758, visitado em 2009-11-30 
  14. محافظة دمشق ومنطقة نينغيشيا الصينية توقعان على اتفاقية توأمة, Syria News, http://www.syria-news.com/readmynews.php?sy_seq=113554, visitado em 2010-04-22 
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Damasco
Imagem: Cidade Antiga de Damasco A Cidade de Damasco inclui o sítio Cidade Antiga de Damasco, Património Mundial da UNESCO. Welterbe.svg
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Síria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.