Ilha de Alborão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ilha de Alborán

A Ilha de Alborão (espanhol: Isla de Alborán) é uma pequena ilha no Mar de Alborão, parte do Mar Mediterrâneo ocidental, a cerca de 55 km a norte da costa de Marrocos e 85 km a sul da província de Almeria, Espanha[1] . É uma possessão espanhola desde 1540[1] , e foi tomada ao pirata tunisino Al Borani na Batalha de Alborão[2] .. Alberga hoje uma pequena guarnição da Marinha Espanhola[3] e um farol automático. A sua possessão é reclamada por Marrocos em conjunto com outros territórios insulares e continentais ao longo da costa do Mar de Alborão incluindo as Ilhas Chafarinas, Melilha, Ilhéu de Alhucemas, Ilhéu de Vélez de la Gomera e Ceuta, como parte do Grande Marrocos.

Al Borani usava a ilha como refúgio[4] e lugar para fundear após assaltos a navios mercantes que passavam pelo Estreito de Gibraltar, e como plataforma de ataque contra as costas de Almeria[2] .

Possessões espanholas no norte de África.

Dados gerais[editar | editar código-fonte]

  • Localização: 35° 55' N 3° 2' O
  • Área: c. 71,200 m². Ao pé da ilha fica o Ilhéu de La Nube[3] .
  • Altitude: A ilha é uma plataforma plana que atinge apenas 15 m de elevação[5] .
  • Curiosidades: Em adição ao seu valor estratégico, por volta de 1960 alguns supostos navios de pesca da União Soviética tentaram instalar uma base estável na ilha. Por essa razão o Exército Espanhol estabeleceu uma base permanente em Alborán para o seu controlo e protecção.

Entre as escassas construções existentes, destaca-se o farol (actualmente automatizado). A ilha conta, talvez surpreendentemente, com um campo de futebol.

Situada numa importante zona sísmica de choque entre a placa africana e a europeia, em Alborão ocorrem os epicentros de um significativo número de sismos de baixa intensidade. Em 1899 descobriu-se na ilha um novo mineral que tem o nome de alboranita.

A ilha e proximidades foram declaradas reserva marinha e reserva de pesca em 1997. Em 2003 o Parlamento andaluz aprovou por unanimidade a Lei de Declaração da Paisagem Natural de Alborão, ilhéu de La Nube e águas e fundos marinhos que a rodeiam.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b História da Ilha no mediomarino.almediam.org
  2. a b Ilha de Alborão no clubedelmar.org
  3. a b {{citar web|url=http://www.territoriosolvidados.com/2010/08/isla-de-alboran.html%7Ctítulo=Isla de Alborán|trabalho=territoriosolvidados.com|publidado=territoriosolvidados.com|data=17 de Agosto de 2010|acessodata=20 de Agosto de 2012
  4. Paraje Natural de Alborán. waste.ideal.es waste.ideal.es. Página visitada em 20 de Agosto de 2012.
  5. Perfil da Ilha no Windfinder.com

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]