Ronaldo Costa Couto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ronaldo Costa Couto (Luz, 3 de outubro de 1942) é um historiador, jornalista, professor universitário e político brasileiro.

Economista formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), possui especialização em planejamento geral do desenvolvimento pelo Ilpes/Cepal (ONU). É doutor em história contemporânea pela Universidade de Paris-Sorbonne (Paris IV).

Exerceu cargos importantes na política brasileira, como o de secretário de Planejamento do estado do Rio de Janeiro (governo Faria Lima) e de Minas Gerais (governo Tancredo Neves). Foi ministro do Interior no governo José Sarney, de 15 de março de 1985 a 30 de abril de 1987, função que acumulou com a de governador do Distrito Federal, de 8 de abril a 9 de maio de 1985]].

Exerceu também o cargo de ministro-chefe do Gabinete Civil da Presidência da República no triênio 1987-1989, cargo exercido simultaneamente com o de ministro do Trabalho no fim de 1988. É Conselheiro do Tribunal de Contas do Distrito Federal, tendo tomado posse em 14 de dezembro de 1989 e sendo aposentado em 26 de setembro de 2012. Assumiu a sua vaga no TCDF o deputado federal Paulo Tadeu.

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Tancredo vivo, História indiscreta da ditadura e da abertura
  • A história do BID e o Brasil
  • Memória viva do regime militar
  • Brasília Kubitschek de Oliveira
  • Matarazzo: a travessia
  • Matarazzo: colosso brasileiro.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Mário Andreazza
Ministro do Interior do Brasil
19851987
Sucedido por
Joaquim Francisco
Precedido por
José Ornelas de Sousa Filho
Governador do Distrito Federal
1985
Sucedido por
José Aparecido de Oliveira
Precedido por
Marco Maciel
Ministro chefe da Casa Civil do Brasil
19871989
Sucedido por
Luís Roberto Andrade Ponte
Precedido por
Erós Antônio de Almeida
Ministro do Trabalho do Brasil
19881989
Sucedido por
Dorothea Werneck