Arame de Ricardo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de GRES Arame de Ricardo)
Ir para: navegação, pesquisa
Arame de Ricardo
Bandeira do GRES Arame de Ricardo.png
Fundação 18 de março de 1995 (21 anos) [1]
Escola-madrinha Beija-Flor [2]
Cores

Azul

Branco
Símbolo Leões sob uma coroa
Bairro Ricardo de Albuquerque [1]
Presidente César Eleutério Gomes [3]
Carnavalesco Ney Junior [3]
Comissão de carnaval Cláudio Rocha
Fábio Seganttini
Rafael Coelho
e Thiago Gomes [3]
Intérprete oficial Gilsinho Bakaninha [3]
Diretor de harmonia Henrique Bianchi [3]
Diretor de bateria Ronaldo Júnior
e Thiago [3]
Rainha da bateria Luana Estrela [3]
Mestre-sala e porta-bandeira Roberto Vinícius e Alana Couto [3]
Coreógrafo George Louzada [3]
Desfile de 2016
Enredo "Ora, pois… Hoje o banquete é real" [3]
Posição de desfile 12.ª escola a desfilar no dia 28/02/2017[4]

Grêmio Recreativo Escola de Samba Arame de Ricardo (ou simplesmente Arame de Ricardo) é uma escola de samba brasileira da cidade do Rio de Janeiro, fundada em 18 de março de 1995.[5]

História[editar | editar código-fonte]

Localizado no Bairro de Ricardo de Albuquerque, no Rio de Janeiro, O GRES Arame de Ricardo, é oriundo de um antigo Time de Futebol que mais tarde virou Bloco Carnavalesco: o Arame de Ricardo, de 1956.

O nome "ARAME" surgiu nos Tempo de Bloco vindo de uma gíria da época onde os fundadores da escola ganharam uma partida de futebol e alguém disse algo parecido com: "Voces passaram o arame", substituindo o antigo nome "Azul e Branco" segundo relatos de seus fundadores Isaías, Irlis e Édson.

O Arame ficou muito conhecido pelos desfiles que fazia no antigo Banho de Mar a Fantasia, onde os blocos desfilavam com roupas de papel em direção ao mar.

Desfilou em 1995, juntamente com a Escola "Tigres de Anchieta" como convidada no Grupo 2 Como Escola de Samba, e como Bloco Carnavalesco em outro dia. Abandonando a sigla de bloco para se firmar como Grêmio Recreativo Escola de Samba ARAME DE RICARDO.

Em 2009, com o Enredo: "Imperador Sal, Tempera e salva nossas vidas". A Agremiação foi uma das quatro rebaixadas para o Grupo de Acesso E ao ficar em 13°lugar com 154,1 pontos.

Já no carnaval de 2010, o enredo teve como Enredo: "Orgulho de ser Afro-brasileiro". A agremiação de Ricardo de Albuquerque somou 174,1 pontos e foi a 3° colocada, permanecendo no Grupo de Acesso E

Em 2011, a escola escolheu o enredo:"O Arame é fogo", que mostrou a descoberta do fogo até sua utilidade nos dias atuais. Nesse ano se renovou com a Juventude e Criatividade do Carnavalesco Ney Fernandes Junior.

Em 2012, a agremiação homenageou o Pesquisador Hiram Araújo. Com mudanças importantes, Com Haroldo do Cac, como Diretor de Carnaval, e a formação de uma Comissão de Bateria formada por RonaldoDP, ThiagoDP, Rodrigo Tinta e Dylan Guilherme.

Para 2013 a Escola mostrou o Enredo " Do meu Nordeste ao seu Agreste, Hoje sou Cabra da Peste ". Houve algumas mudanças na equipe da Agremiação. Assumindo Rodrigo Tinta, como Diretor de Carnaval, e a volta do Intérprete Nino Show, Após de 10 anos defendendo o GRES Imperatriz Leopoldinense. E entre a autoria do Samba Samir Trindade, Compositor Tricampeão de Sambas Enredo no GRES Beija Flor de Nilópolis nos anos 2010/2011/2012. Um desfile que rendeu à escola a terceira colocação, com a consequente ascensão.

No Carnaval 2014, apresentou o enredo Let's Go Arame! Uma Viagem aos Anos 80. Quatro compositores, que já estão sendo chamados de quarteto fantástico: Julio Bombinha, Alicinha Smith, Colins Maranhão e Jucélio D'Menor, são os responsáveis pelo samba que a escola levou para a avenida. Abordando aspectos da cultura pop da década de 1980, a agremiação apresentou em seu desfile elementos como "a febre do rock", "o Rei do Pop, o Cubo Mágico, além dos principais programas de TV brasileiros, novelas, filmes e personagens da época. Primeiro a desfilar na segunda-feira, o Arame obteve o vice-campeonato, e nova ascensão.

No carnaval de 2015 a agremiação levou a Avenida uma lembrança das brincadeiras que fizeram parte da infância das crianças até a década de 90. Com o enredo "Tá de brincadeira?" a escola foi uma das mais animadas do carnaval, levando para o desfile personalidades como o Técnico Joel Santana, autor do bordão "Tá de brincation with me?". A escola alcançou o oitavo lugar no desfile, mas foi uma das mais aplaudidas pelo povo, com um samba leve e alegre. A Escola ganhou diversos prêmios da imprensa especializada que cobre o carnaval na Intende Magalhães.

O carnaval de 2016 teve a Escola apresentando o enredo "No sassarico das vedetes, do brotinho e da madame - Sassaricando no meu Rio, levo a vida no Arame!" do carnavalesco Ney Júnior

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Sem dados 1996 a 2002 [6]
Jatir Costa Júnior "Tizoca" 2003-2010 [6]
Cesar Eleutério Gomes "César Gomes" 2011-atualidade [6][7]

Diretores[editar | editar código-fonte]

Ano Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref.
2014 Sérgio Jacinto "Serginho Harmonia"[carece de fontes?] Collins Moraes[carece de fontes?] Micyel, Dylan, RonaldoDP e ThiagoDP [8]
2015 Sérgio Jacinto "Serginho Harmonia" Collins Moraes RonaldoDP e Thiago DP [8][9]
2016 Cláudio Rocha

Thiago Gomes

Fábio Seganttini

César Queiroz RonaldoDP e Thiago DP [7]
2017 Cláudio Rocha

Thiago Gomes

Fábio Seganttini

Henrique Bianchi Ronaldo DP e Thiago DP

Coreógrafo[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2014-2015 Wellington José [7]
2016 George Louzada

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2014-2015 William Revelação e Kyane Cristina [9][7]
2016 Roberto Vinicius e Alana Couto

Corte de Bateria[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Madrinha Ref.
2015-2016 Luana Estrela Negralu [9][7]

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Carnavais da Arame de Ricardo
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Intérprete Ref.
1996 4°lugar D Lecy, Grito de uma raça Marcos Aurélio [10]
1997 7°lugar D A musa negra do carnaval Marcos Aurélio [10]
1998 10°lugar D O despertar do Candomblé Marcos Aurélio [10]
1999 9°lugar D Danças das Três Raças César Gomes [10]
2000 12°lugar D Parabéns pra você Alan Marques [10]
2001 3°lugar E Fernando Moreno, sem medo de ser feliz
Compositores: Roque Negão, Manel Paraíba e Tião do Cavaco.
Comissão de Carnaval [10]
2002 3°lugar E E o bicho virou homem

Compositores: Marcelo Arame, Monteiro Melodia, Diego,Evandro e Tito Profeta

Wlanir Dias Pinheirão [10]
2003 5°lugar E Se o luxo é o lixo, para quê o Arame quer luxo?
Compositores: Pinheirão, Evandro, Kleber e Jaú.
Guilherme Lamart Pinheirão [10]
2004 7°lugar E Laffond, sua vida, suas glórias. Hoje o Arame conta sua história
Compositores: Wiliam Black e Aquiro.
César Gomes [10]
2005 Vice-Campeã E O Arame Arma a Lona da Alegria Marcos Guedes [10]
2006 3ºlugar D O esplendor das maravilhas, Brasil, de tudo dá
Compositores: Roxinho e Aquino.
Comissão de Carnaval
(Marco Guedes, Leandro Vasconcelos e Jorge Veríssimo)
[10]
2007 4ºlugar D Levando a vida no Arame Fernando Alvarez [10]
2008 10ºlugar D Pique Novo nos braços do povo César Gomes [10]
2009 14°lugar RJ-3 Imperador Sal, Tempera e salva nossas vidas Válter Barros [10]
2010 7ºlugar RJ-4 Orgulho de ser afro-brasileiro
Compositores: Bené da Pompéia, Isaías Rouxinol e Lelê da Mercearia.
Válter Barros Valmir Rosa [10]
2011 6ºlugar E O Arame é fogo
Compositores:Bené da Pompéia, Márcio França e Ubiratã Telles.
Ney Junior Nelson Pilão [10]
2012 5º Lugar E Com prazer... Hiram Araújo!
Compositores: Cosme Araújo, Serginho Castro e Jorge Fashion.
Ney Junior Nelson Pilão [10]
2013 3° Lugar D Do meu Nordeste ao seu Agreste, hoje sou cabra da peste
Samir Trindade, Nino Show, Dom Beto, Prof. Luis Carlos, Mestre Dudu, Bené da Pompeia, Robson, Lele da Merck, Jacaré e Marcio França
Ney Junior Nino Show [10]
2014 Vice-campeã C Let's go Arame! Uma viagem pelos anos 80
Compositores:Júlio Bombinha, Alicinha Smith, Jucélio D"Menor e Colins Maranhão.
Ney Junior
(e comissão:Joyce Santos, Michel Tito e Bruno Rocha)
Nino Show [11][8]
2015 8º lugar Série B Tá de brincadeira? Ney Junior Nino Show [12]
2016 5º lugar Série B No sassarico das vedetes, do brotinho e da madame - Sassaricando no meu Rio, levo a vida no Arame! Ney Junior Gilsinho Bakaninha [7][13]
2017 Série B Ora, pois… Hoje o banquete é real Ney Junior Gilsinho Bakaninha [3]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmios recebidos pelo GRES Arame de Ricardo.

Ano Prêmio Categoria / premiados Divisão Ref.
2005 Troféu Jorge Lafond Vice-campeã do Grupo E Grupo E [14]
2006 Troféu Jorge Lafond Conjunto de alegorias Grupo D [15]
Intérprete (Roxinho)
2007 Troféu Jorge Lafond Bateria (Diretores: Mestres Valdeci e Batata) Grupo D [16]

Referências

  1. a b «Dados Básicos». Galeria do Samba. Consultado em 16/04/2016. 
  2. «Com enredo 'Tá de Brincadeira?', escola de samba vai homenagear Joel Santana». O Dia Online. Consultado em 16/04/2016. 
  3. a b c d e f g h i j k «Equipe 2017». Galeria do Samba. Consultado em 16/04/2016. 
  4. Carnavalesco.com. «Conheça a ordem de desfile da Série B para o Carnaval de 2017». Consultado em 13/03/2016. 
  5. «Sambas enredos». O Batuque. Consultado em 13 de janeiro de 2011.. 
  6. a b c Academia do Samba. «Diretoria». Consultado em 11/05/2014. 
  7. a b c d e f [1]
  8. a b c Galeria do Samba. «Carnaval de 2014». Arquivado desde o original em 11/05/2014. Consultado em 11/05/2014. 
  9. a b c [2]
  10. a b c d e f g h i j k l m n o p q r http://www.obatuque.com/sambas_antigos/se_arame_de_ricardo.htm
  11. Prefeitura do Rio de Janeiro. «Rio Guia Oficial - Carnaval 2014» (PDF). Arquivado desde o original (PDF) em 25/04/2014. Consultado em 11/05/2014. 
  12. SRZD (29/04/2014). «Arame de Ricardo já tem enredo para 2015». 15h28. 
  13. http://www.radioarquibancada.com.br/site/apuracao-do-grupo-b-ao-vivo/
  14. «Troféu Jorge Lafond 2005». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 2016-06-17. 
  15. «Troféu Jorge Lafond 2006». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 2016-06-20. 
  16. «Troféu Jorge Lafond 2007». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 2016-06-20. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons