Lista de lutas e rebeliões no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Lista de lutas e revoluções no Brasil em solo brasileiro ou que envolvem a soberania do país.

Colônia (1500-1815)[editar | editar código-fonte]

Século XVI[editar | editar código-fonte]

Ataque dos índios caetés à vila de Igarassu em Pernambuco, 1549. Gravura de Theodor de Bry no livro Duas Viagens ao Brasil de Hans Staden.

Século XVII[editar | editar código-fonte]

Século XVIII[editar | editar código-fonte]

Século XIX[editar | editar código-fonte]

Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves (1815-1822)[editar | editar código-fonte]

Século XIX[editar | editar código-fonte]

Império (1822-1889)[editar | editar código-fonte]

Século XIX[editar | editar código-fonte]

República[editar | editar código-fonte]

Século XIX[editar | editar código-fonte]

Revolta da Armada: vista geral da Baía de Guanabara durante o primeiro bombardeio da cidade do Rio de Janeiro pelas forças rebeldes comandadas pelo Marechal Custódio de Mello (desenho de Edoardo de Martino publicado na edição de 14 de outubro de 1893 do jornal The Graphic).

Século XX[editar | editar código-fonte]

Século XXI[editar | editar código-fonte]

Ver: lista de conflitos envolvendo o Brasil

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Citações[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e f «Movimentos sociais no Brasil - Período Colonial». UOL Vestibular. Consultado em 5 de outubro de 2016 
  2. a b c d e f Antonio Gasparetto Junior. «Revoltas do Período Colonial Brasileiro». Donato, Hernâni. Dicionário das batalhas brasileiras. São Paulo: Ibrasa, 1987. Consultado em 5 outubro de 2016 
  3. a b c d e f «Movimentos sociais no Brasil - Período Imperial». UOL Vestibular. Consultado em 5 de outubro de 2016 
  4. a b Lourençato 2006.
  5. Donato 1987, p. 157.
  6. Donato 1987, pp. 157-158.
  7. Franco 2014.
  8. a b c d e f «Movimentos sociais no Brasil - Período Republicanol». UOL Vestibular. Consultado em 5 de outubro de 2016 
  9. Donato 1987, p. 164.
  10. Donato 1987, p. 166.
  11. Britto, Marques & Santos 2019.
  12. Donato 1987, p. 169.
  13. a b c d Souza 2018.
  14. Salomão 2019.
  15. Bou-Habib Filho 2007.
  16. Bordim 2014.
  17. Maynard 2008.
  18. a b c Donato 1987, p. 177.
  19. Donato 1987, p. 181.
  20. a b Donato 1987, p. 185.
  21. Trombini & Laroque 2018.
  22. Oliveira 2012.
  23. Donato 1987, p. 495.
  24. Estado de Minas, 25 de maio de 2013.

Fontes[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]