Majestic 12

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade. Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os 12 Majestosos ou Majestic 12 (às vezes escrito simplesmente como MJ-12 ou MJ-XII) é um nome código de um suposto comitê que englobaria cientistas de alto nível, líderes militares e altos funcionários do governo norte-americano, criado supostamente em 1947 e dirigido pelo então presidente dos Estados Unidos Harry S. Truman.

Teria por finalidade investigar a atividade dos objetos voadores não identificados (OVNIs) no chamado "Caso Roswell", onde supostamente uma nave espacial alienígena teria caído próximo a localidade de Roswell, no Novo México-EUA, em Julho de 1947. Este alegado comité seria responsável pela divulgação de diversas teorias, cuja finalidade seria a ocultação de diversos acontecimentos decorrentes da ação dos OVNIs.

Investigações do FBI e uma análise independente de Joe Nickell, proeminente investigador cético de fenômenos paranormais, provaram que os documentos são completamente falsos. Uma das maiores evidências disso é que foi encontrada uma carta original do Presidente Harry Truman, de 1 de outubro de 1947, cuja assinatura foi fotocopiada e reproduzida pelo(s) falsário(s)nos documentos MJ-12.

Supostos membros[editar | editar código-fonte]

Os seguintes indivíduos foram descritos nos documentos do Majestic 12 como "membros designados" do Majestic 12.[1]

De acordo com outras fontes, alguns cientistas famosos, como é o caso de Albert Einstein, também estavam envolvidos no MJ-12.[carece de fontes?]

Referências

  1. Kendrick Frazier. The Hundredth Monkey: And Other Paradigms of the Paranormal. [S.l.]: Prometheus Books, Publishers. pp. 338–. ISBN 978-1-61592-401-1 

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • Stanton T. Friedman, TOP SECRET/MAJIC, 1997, Marlowe & Co., ISBN 1-56924-741-2
  • Philip J. Klass, The MJ-12 Crashed Saucer Documents, Skeptical Inquirer, vol XII, #2, Winter 1987–88, 137–46. Reimpresso (sem figuras) como capítulo 7 do The UFO Invasion.
  • Philip J. Klass, The MJ-12 Papers – part 2, Skeptical Inquirer, vol XII, #3, Spring 1988, 279–89.
  • Philip J. Klass, MJ-12 Papers "Authenticated"?, Skeptical Inquirer, vol 13, #3, Spring 1989, 305–09. Reimpresso como capítulo 8 do The UFO Invasion.
  • Philip J. Klass, New Evidence of MJ-12 Hoax, Skeptical Inquirer, vol 14, #2, Winter 1990, 135–40. Reimpresso como capítulo 9 do The UFO Invasion. Também reimpresso em The Outer Edge: *Classic Investigations of the Paranormal, editado por Joe Nickell, Barry Karr, e Tom Genoni, CSICOP, 1996.
  • Joe Nickell e John F. Fischer, The Crashed Saucer Forgeries, International UFO Reporter, Março de 1990, 4–12.
  • Curtis Peebles, Watch the Skies: a Chronicle of the Flying Saucer Myth, 1994, Smithsonian Press, ISBN 1-56098-343-4, pp. 264–68.
  • Carl Sagan, The Demon-Haunted World: Science as a Candle in the Dark, 1995, Random House, ISBN 0-394-53512-X, p. 90.
  • Kathryn S. Olmsted, Real Enemies: Conspiracy Theories and American Democracy, World War I to 9/11. Chapter 6: Trust No One: Conspiracies and Conspiracy Theories from the 1970s to the 1990s. 2009 Oxford University Press. ISBN 978-0-19-975395-6

Ligações externas[editar | editar código-fonte]