Mel Lisboa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mel Lisboa
Mel Lisboa em 2020
Nome completo Mel Lisboa Alves
Nascimento 17 de janeiro de 1982 (39 anos)
Porto Alegre, RS
Estatura 1,65m[1]
Ocupação
Período de atividade 2001 - presente

Mel Lisboa Alves (Porto Alegre, 17 de janeiro de 1982) é uma atriz e apresentadora brasileira. Ficou conhecida por interpretar a personagem Anita, da minissérie Presença de Anita.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É filha da astróloga Cláudia Lisboa Alves e do músico Bebeto Alves. Ela é prima do comediante Rafinha Bastos. [2] Estudou cinema na Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, mas trancou o curso para seguir a carreira de atriz. Não possui nenhum grau de parentesco direto com o músico gaúcho Nei Lisboa.[2] Em 2009, a atriz declarou ser ateia em uma entrevista dada a revista Tpm.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Estreou como atriz em 2001, protagonizando a minissérie da Rede Globo, Presença de Anita, interpretando Anita, uma jovem misteriosa e sedutora[4]. Devido ao grande apelo sexual que sua personagem tinha, participou de um ensaio sensual para o site Paparazzo. A minissérie rendeu média de 30 pontos de ibope e foi retransmitida na íntegra em 2002 na TV Globo. Em 2002, na novela Desejos de Mulher, interpretou Gabriela, uma jovem vinda do interior e aspirante a modelo. Desta vez sua personagem não obteve tanto sucesso, devido a imagem fixada da personagem anterior e os baixos índices de audiência da trama. A atriz, à época, percebeu, inclusive, que se deslumbrara após fazer um papel de destaque, mas ao em seguida interpretar outro com pouca aceitação, amadureceu.[5]

Em 2003, fez o seu segundo ensaio sensual. Desta vez para a revista Trip. No ano seguinte posou nua para a edição brasileira da revista Playboy, em sua edição de aniversário de 29 anos. No mesmo ano, após ter assinado contrato com o SBT, a contratação não ter seguido adiante, retorna à Rede Globo e atua na novela Como uma Onda, interpretando Lenita Paiva, uma garota rica e mimada. Em 2007, tornou-se apresentadora de televisão no canal GNT/Rede Globo Sat e lança o livro Mundo Afora — Diário de Bordo de Mel Lisboa,[6] com o enredo e fotografias do seu programa. E também participou do elenco da novela Sete Pecados, o qual viveu a personagem Carla, uma jovem de origem humilde e extremamente ambiciosa com sua dúbia personalidade.

Em 1 de abril de 2010, assina contrato com a Rede Record[7] e no ano seguinte protagoniza a minissérie Sansão e Dalila, interpretando Dalila, uma mulher sedutora e de caráter duvidoso. Ainda em 2011, participou de mais dois ensaios sensuais: Na revista Inked, mostra suas tatuagens e fala sobre sua paixão por elas. Já na revista Maxim, mostra que literalmente a fase lolita ficou para trás. Ganhou alguns prêmios em sua carreira, dentre eles o mais importante prêmio do cinema nacional, o Kikito, no Festival de Gramado, como melhor atriz por sua atuação em Sonhos e Desejos, no ano de 2006. No cinema participou de filmes como A Cartomante (2003), O Casamento de Romeu e Julieta (2005), Sonhos e Desejos (2006), e Ao Vivo (2008). No teatro participou de peças como Há Vaga Para Moças de Fino Trato (2002), Confissões de Adolescente (2003), Brutal (2003), Luluzinhas (2003), Mordendo os Lábios (2006), A Mulher do Candidato (2008), Cyrano (2009), Após A Chuva (2010) e Mulheres Alteradas (2010/2011). Em outubro de 2012, foi internada com virose intestinal e precisou cancelar o espetáculo.[8]

Em 2013, a atriz retorna aos palcos do teatro com a peça Homem Não Entra, no qual a peça traz o gênero faroeste aos palcos,[9] e ela também retorna a televisão no novo seriado da GNT, As Canalhas,[10][11] e também com a telenovela escrita por Carlos Lombardi, Pecado Mortal na Rede Record.[12] Em 2014, Mel Lisboa interpreta a cantora Rita Lee, na peça Rita Lee Mora ao Lado - O Musical,[13] sob direção de Márcio Macena e Débora Dubois, baseada no livro Rita Lee Mora ao Lado – Uma biografia alucinada da rainha do rock, do escritor Henrique Bartsch. Em 2015, interpreta Henutmire em Os Dez Mandamentos, seu último trabalho na Rede Record.[14][15]

Em 2017 Mel Lisboa retorna ao teatro em Roque Santeiro - O Musical, um espetáculo infantil inspirado no livro A Mulher que Matou os Peixes de Clarice Lispector , também em Pescadora de Ilusão com direção de Ge Petean. Em 2018 participou da série Pacto de Sangue como a personagem Gringa no canal Space, com direção de Tomás Portella e Adrián Caetano. De volta ao teatro Mel Lisboa atua no espetáculo Dogville com direção de Zé Henrique de Paula. Atualmente está na série Coisa Mais Linda da Netflix como Thereza, uma jornalista empoderada que tem seu trabalho e é totalmente independente.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2001 Presença de Anita Anita / Cíntia Ribeiro
Os Normais Taty Episódio: "Tentações São Normais"
2002 Desejos de Mulher Gabriela Diniz
2003 A Turma do Didi Isabela[16] Episódio: "14 de setembro"
2004 Como uma Onda Lenita Paiva
2005 Casseta & Planeta, Urgente! Melanie Episódio: "12 de julho"
2006 Oi Mundo Afora Apresentadora
2007 A Turma do Didi Débora Scarlatti[17]
Sete Pecados Carla da Silva
2008 Casos e Acasos Júlia Episódio: "O Ex, a Promoção e o Vizinho"
2011 Sansão e Dalila Dalila
2013 Pecado Mortal Márcia Figueiredo (Marcinha)
As Canalhas Mariana Episódio: "Mariana"
2015 Os Dez Mandamentos Henutemiré (jovem) Episódios: "23–30 de março"
2016 Lili, a Ex Nadine Episódio: "Fantasma!"[18]
2017 Prata da Casa Marina Sampaio Episódio: "Fama"[19]
A Vida Secreta dos Casais Verônica[20] Episódio: "Algumas Meninas Escolhem Fazer a Coisa Errada"
2018 Pacto de Sangue Gringa[21]
2019 Elis: Viver é Melhor que Sonhar Rita Lee[22] Episódio: "11 de janeiro"
2019–presente Coisa Mais Linda Thereza Soares
2021 Cara & Coragem [23][24]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Personagem Notas
2004 A Cartomante Vitória
Gasolina Comum Regina[25] Curta-metragem
2005 O Casamento de Romeu e Julieta Joana
2006 Sonhos e Desejos Cristiana
2007 A Última Contravenção Joana
2008 Ao Vivo Sofia Curta-metragem
2015 Memórias da Boca[26]
2016 Os Dez Mandamentos - O Filme Henutmire
Cães Famintos Ana[27]
2016 O Jovem Messias Maria Dublagem[28]
Magal e os Formigas Sandra[29]
2017 O Matador[30] Leila
2018 G.A.D.O Daniela Em produção
2019 Amanda Amanda Em produção

Internet[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2017 A Herança Luciana Ferreira Reis[31]
2020 Rádio Coisa Mais Linda Thereza Soares[32]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

Ano Música Artista
2003 "Por Causa de Você" KLB
2017 "Respeita" Ana Cañas[33]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2002 Confissões de Adolescente Natália
2003 Há Vaga Para Moças de Fino Trato Lúcia
Brutal Sol
Luluzinhas Agnes
2006 Mordendo Os Lábios Eleonora
2008 A Mulher do Candidato Silvia
2009 Cyrano Roxanne
2010 Após A Chuva Agnes
Mulheres Alteradas Lisa
2012 Cine Camaleão - A Boca do Lixo Wanda Scarlatti
2013 Homem Não Entra Brigitte
Superadas Patrícia
2014–16 Rita Lee Mora ao Lado - O Musical Rita Lee[34]
2015 Cenas de Uma Execução [35]
2015–16 Otelo Desdêmona[36]
Luz Negra Vanda Marchetti[37]
2016 Peer Gynt Solveig[38]
2017 Roque Santeiro - O Musical Mocinha Abelha
2017–18 Pescadora de Ilusão Eu[39]
Boca de Ouro Celeste[40]
2019 Dogville Grace[41]
Hedda Gabler Hedda Gabler[42]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado Ref
2002 Prêmio Contigo! de TV Atriz Revelação Presença de Anita Venceu [43]
Troféu Imprensa Melhor Revelação Indicado [carece de fontes?]
2006 Festival de Gramado Melhor Atriz Sonhos e Desejos Venceu
2007 Prêmio Contigo! de Cinema Nacional Melhor Atriz Indicado [44]
2011 Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz de Minissérie Sansão e Dalila Indicado [45]
2012 Prêmio Contigo! de TV Melhor Atriz de Série ou Minissérie Indicado [46]
2013 Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz de Comédia Superadas Venceu [47]
2014 Melhor Atriz de Musical Rita Lee Mora ao Lado Venceu [48]
Prêmio Quem de Teatro Melhor Atriz de Teatro Venceu
2015 Troféu Top of Business Homenagem Venceu [49]
Prêmio Cidadão São Paulo Cultura Cia. Pessoal do Faroeste Venceu [50]
Prêmio Quem de Teatro Melhor Atriz Otelo Indicado [51]
2017 Prêmio FEMSA de Teatro Infantil Melhor Atriz Pescadora de Ilusão Pendente [52]
Prêmio Shell de Teatro Melhor Atriz Boca de Ouro Indicado [53]
Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz Indicado [54]
2018 Prêmio Aplauso Brasil Melhor Atriz Coadjuvante Indicado [55]
Prêmio Botequim Cultural Melhor Atriz Pendente [56]
2020 Prêmio The Brazilian Critic[57] Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Drama
Coisa Mais Linda
Indicada

Referências

  1. «Mel Lisboa: a correria não me deixa engordar». Caras. 11 de fevereiro de 2011. Consultado em 15 de dezembro de 2020 
  2. Lisboa, Nei (setembro de 2001). «Sumindo do mapa». Jornal ExtraClasse (em português). Sinpro/RS. Consultado em 31 de maio de 2014. Arquivado do original em 17 de dezembro de 2014 
  3. Revista Tpm, Abril de 2009, p. 121.
  4. «Mel Lisboa». Folha de São Paulo. 10 de junho de 2001. Consultado em 15 de dezembro de 2020 
  5. «Em busca do rumo perdido», Terra, Isto é .
  6. Editora Globo, ISBN 9788525043207.
  7. «Mel Lisboa assina com a Record e pode fazer minissérie». Extra. 1 de abril de 2010. Consultado em 15 de dezembro de 2020 
  8. «Mel Lisboa é internada com virose intestinal e cancela peça». Na telinha. UOL. Consultado em 21 de outubro de 2012. Arquivado do original em 23 de outubro de 2012 
  9. «Homem Não Entra». Globo. Consultado em 30 de maio de 2013. Arquivado do original em 24 de junho de 2013 
  10. «Mariana: Mel Lisboa», As canalhas, Globo .
  11. «As canalhas», GNT, Globo .
  12. Falcheti, Fabrício. «Mel Lisboa terá aulas de strip-tease para personagem em "Pecado Mortal"». Na telinha. UOL. Consultado em 19 de agosto de 2013. Arquivado do original em 28 de setembro de 2013 
  13. «Rita Lee vê musical sobre ela e chora de emoção». R7. Record. 23 de julho de 2014. Consultado em 15 de agosto de 2014 
  14. Flávio Ricco; José Carlos Nery (20 de março de 2015). «Mel Lisboa recusa proposta da Record e se despede em "Os Dez Mandamentos"». UOL Televisão. Consultado em 23 de março de 2015 
  15. iG (20 de março de 2015). «No ar como princesa egípcia, Mel Lisboa rompe com a Record». O Dia. Consultado em 23 de março de 2015 
  16. Redação (10 de setembro de 2003). «Mel Lisboa será a noiva de Didi nesse domingo». Virgula. Consultado em 22 de dezembro de 2019 
  17. Canal Zap (1 de julho de 2006). «Mel Lisboa conta que se divertiu nas gravações de A Turma do Didi onde viverá uma jovem pintora». Uol. Consultado em 22 de dezembro de 2019 
  18. Mel Lisboa e João Vicente de Castro vivem um engraçado ex casal na ficção
  19. Em tempos de crise, Mel Lisboa pede por mais 'tolerância e amor'
  20. Redação. «Mel Lisboa será ninfomaníaca em série da HBO». Notícias de TV. Consultado em 25 de outubro de 2018 
  21. [1]
  22. Redação (25 de outubro de 2018). «Andreia Horta e Mel Lisboa são escaladas para o elenco da série "Elis"». Notícias de TV. Consultado em 25 de outubro de 2018 
  23. Patrícia Kogut (18 de janeiro de 2021). «Mel Lisboa voltará à Globo como vilã em nova novela. Saiba tudo». O Globo. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  24. Redação (18 de janeiro de 2021). «Longe da Globo há 13 anos, Mel Lisboa é contratada para ser vilã de novela». Notícias da TV. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  25. Curta Gasolina Comum
  26. Filme 'Memórias da Boca'
  27. «Atriz Mel Lisboa reforça elenco de longa-metragem piracicabano». Consultado em 21 de abril de 2016. Arquivado do original em 19 de fevereiro de 2016 
  28. Mel Lisboa e Sérgio Marone dublam O Jovem Messias
  29. Mel Lisboa no filme baseado na fábula A Cigarra e a Formiga
  30. «Netflix anuncia seu primeiro longa-metragem original brasileiro, O Matador». Netflix. Consultado em 5 de maio de 2017 
  31. «Mel Lisboa é a protagonista de 'A Herança', série independente». Revide. Consultado em 29 de junho de 2017 
  32. «'Rádio Coisa Mais Linda': Elenco fala sobre músicas marcantes no terceiro episódio da websérie». Cine Pop. 3/07/2020 -. Consultado em 3 de julho de 2020  Verifique data em: |data= (ajuda)
  33. «Ana Cañas reúne time de mulheres maravilhosas para falar sobre violência de gênero em clipe». Hypeness. 13 de maio de 2017. Consultado em 24 de junho de 2017 
  34. Camaleoa: Mel Lisboa está em três peças ao mesmo tempo
  35. Mel Lisboa e elenco ensaiam a peça "Cenas de Uma Execução" [ligação inativa]
  36. Mel Lisboa encena pela primeira vez uma tragédia de Shakespeare
  37. Mel Lisboa interpreta Vanda Marchetti no musical "Luz Negra"
  38. «Mel Lisboa e Chico Carvalho serão par romântico em versão de Gabriel Villela para peça de Ibsen». Folha Uol. Consultado em 5 de maio de 2017 
  39. «Peça infantil traz Mel Lisboa e Carol Brada para a região». Atribuna. Consultado em 5 de maio de 2017 
  40. «'Boca de Ouro' é obra de destaque na trajetória do diretor Gabriel Villela» 
  41. «Dogville». VEJA SÃO PAULO. Consultado em 15 de dezembro de 2019 
  42. «Hedda Gabler». VEJA SÃO PAULO. Consultado em 15 de dezembro de 2019 
  43. «4º Prêmio Contigo! - Vencedores». Contigo!. Consultado em 6 de outubro de 2011. Arquivado do original em 14 de setembro de 2011 
  44. «Confira a lista completa dos indicados ao 2º Prêmio Contigo!». O Globo. 5 de agosto de 2007. Consultado em 29 de junho de 2017 
  45. «Categoria Televisão - 2011 - Prêmio Arte Qualidade Brasil». Prêmio Arte Qualidade Brasil. 2011. Consultado em 29 de junho de 2017 
  46. «Indicados a Melhor Atriz de Série/Minissérie». Contigo!. Consultado em 6 de outubro de 2011. Arquivado do original em 7 de maio de 2012 
  47. «Maria Fernanda Cândido e Mel Lisboa ganham prêmio de teatro em SP». Uol. 28 de novembro de 2013. Consultado em 29 de junho de 2017 
  48. «Prêmio Arte Qualidade Brasil consagra "Caros Ouvintes"». VEJA SP. 18 de novembro de 2014. Consultado em 29 de junho de 2017 
  49. «Ponte Aérea: Troféu Top of Business homenageia personalidades». Retratorio. 5 de agosto de 2007. Consultado em 29 de junho de 2017 
  50. «Prêmio Cidadão São Paulo elege quem faz a diferença na cidade». Uol. Consultado em 23 de julho de 2018 
  51. «ENCERRADA - PRÊMIO QUEM 2015: VOTE NA MELHOR ATRIZ DE TEATRO». Prêmio Quem. Consultado em 23 de julho de 2018 
  52. «Peça que narra história de Malala é indicada a prêmio de teatro jovem e infantil». Folha Vitória. 15 de agosto de 2017 
  53. «Prêmio Shell de Teatro: indicados do segundo semestre de 2017» 
  54. «Famosos se reúnem em premiação de arte em São Paulo». Uol. Consultado em 23 de julho de 2018 
  55. «Final: No VI Prêmio Aplauso Brasil você escolhe o Vencedor Popular ...». Prêmio Aplauso Brasil. Consultado em 23 de julho de 2018 
  56. «7º Prêmio Botequim Cultural - Indicados 1º Semestre 2018». Prêmio Botequim Cultural. Consultado em 23 de julho de 2018 
  57. «The Brazilian Critic 2020: indicados anunciados». The Brazilian Critic. Consultado em 5 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Mel Lisboa

Precedido por
Priscilla Rozenbaum
Kikito - Melhor Atriz - Longa-Metragem Brasileiro
2006
Sucedido por
Ingra Liberato
Precedido por
Nívea Stelmann (1998)
Prêmio Contigo! - Atriz Revelação
2002
Sucedido por
Giselle Itié
Ícone de esboço Este artigo sobre sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.