Petronac

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Petronac
Razão social Tdc Distribuidora de Combustíveis S/A[1]
Empresa de capital fechado
Atividade Petróleo
Fundação 31 de agosto de 1998
Sede Recife, Pernambuco
 Brasil
Presidente Alberto Perez
Pessoas-chave Alberto Perez
Liu Qiang
Marcos Coelho
Produtos Postos de combustíveis
Empresa-mãe TTWork
Receita Aumento R$ 6,7 bilhões(2017)[2]
Website oficial site.petronac.com.br/

A Petronac Combustíveis é uma empresa brasileira do ramo de combustíveis. Integra a holding TTWork, da qual também fazem parte as marcas TDez (Logística), Tecomb (Terminal) e AtlantImport (Importadora). Em março de 2018, a PetroChina, maior petrolífera do mundo em valor de mercado, anunciou a compra de 30% do conglomerado, passando a ter participação indireta com direito a voto. De acordo com a revista Exame, a Petronac é uma das cem maiores empresas do Brasil.[2][3][4][5][6][7]

Com sede no Recife, capital de Pernambuco, a holding atua em quinze estados e no Distrito Federal. Em 2018, possuía quatro bases de distribuição e 17 filiais nas regiões Nordeste, Norte, Centro-Oeste e Sudeste, fornecendo combustível para mais de 3.800 postos no Brasil, em cerca de 1.000 municípios.[8]

História[editar | editar código-fonte]

A Petronac, antiga TOTAL Combustíveis, iniciou suas operações em novembro de 1996 no Complexo Industrial e Portuário de Suape em Pernambuco. Em 2017, se reestruturou e deu origem à holding TTWork. No ano seguinte, a PetroChina, subsidiária da Corporação Nacional de Petróleo da China (CNPC), comprou parte da empresa, passando a ter direito de participação de 30% e parte das importações de petróleo refinado da holding.[8][7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Tdc Distribuidora de Combustiveis S/A (Petronac Combustíveis)». CNPJconsultas.com. Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  2. a b «As 500 maiores empresas do Brasil». EXAME. Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  3. «PetroChina desponta como candidata a refinarias da Petrobras». Valor Econômico. Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  4. «PetroChina compra 30% de empresa pernambucana de combustíveis». Jornal do Commercio. Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  5. «Total Combustíveis agora se chama Petronac». Diario de Pernambuco. Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  6. «TOTAL Combustíveis assume a marca Petronac Combustíveis». Terra. Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  7. a b «Um pouco sobre nossa história». TTWork. Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  8. a b «Petronac - Sobre». Petronac. Consultado em 23 de dezembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]