Sete de Abril (Salvador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sete de Abril
  Bairro do Brasil  
Bairro de Sete de Abril
Bairro de Sete de Abril
Unidade federativa Bahia Bahia
Município Bandeira de Salvador.svg Salvador
Limites Pau da Lima, Castelo Branco, Cajazeiras, Vila Canária, Jardim Nova Esperança, Canabrava e São Rafael.
Fonte: Não disponível

Sete de Abril é um bairro da cidade brasileira de Salvador (Bahia),[1] localizado na estrada velha do aeroporto. Sendo um bairro com um relevo muito acidentado, Sete de Abril faz divisas com os bairros de Cajazeiras, Castelo Branco, Pau da Lima, Vila Canária, Jardim Nova Esperança e São Rafael; o bairro surgiu onde antes havia a Fazenda Sete de Abril e a Fazenda Buraco do Tatu.[2]

História[editar | editar código-fonte]

O bairro foi formado ao longo da década de 1960 a partir dos primeiros conjuntos habitacionais da cidade de Salvador na antiga Fazenda Sete de Abril, feito com o suporte da Companhia de Urbanização de Salvador (CURSA), precursora da Habitação e Urbanismo da Bahia (URBIS), a qual foi liquidada na época.[3]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Saúde e educação[editar | editar código-fonte]

Em 1974 foi inaugurado o posto de Saúde do bairro. O Centro de Saúde de Sete de Abril faz parte do distrito sanitário de Pau da Lima e faz pequenos atendimentos.[4]

As principais escolas são: Escola Afrânio Peixoto de ensino primário, criado 1968 e o Ginásio Eraldo Tinoco,[carece de fontes?] criado em 1981 para atender alunos do ensino fundamental (5ª a 8ª série) e que em 2002 teve a implantação do ensino médio (antigo segundo grau).[5]

Segurança[editar | editar código-fonte]

Foi listado como um dos bairros mais perigosos de Salvador, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgados no mapa da violência de bairro em bairro pelo jornal Correio em 2012.[6] Ficou entre os mais violentos em consequência da taxa de homicídios para cada cem mil habitantes por ano (com referência da ONU) ter alcançado o nível mais negativo, com o indicativo de "mais que 90", sendo um dos piores bairros na lista.[6]

Referências

  1. Bairros de Salvador
  2. «Cultura Todo Dia: Sete de Abril». Consultado em 11 de fevereiro de 2012 
  3. Rosali Braga Fernandes (20 de julho de 2004). «Processos Recentes de Urbanização / Segregação em Salvador: O Miolo, Região Popular e Estratégica da cidade». Universidade de Barcelona. www.ub.edu. Consultado em 7 de maio de 2019 
  4. «Unidades de Saúde de Salvador». Consultado em 11 de fevereiro de 2012 
  5. «Secretaria da Educação da Bahia». Consultado em 11 de fevereiro de 2012 
  6. a b Juan Torres e Rafael Rodrigues (22 de maio de 2012). «Mapa deixa clara a concentração de homicídios em bairros pobres». Correio (jornal). Consultado em 1 de maio de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Bahia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.