Vale das Pedrinhas (Salvador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o distrito de Guapimirim, Rio de Janeiro, veja Vale das Pedrinhas (Guapimirim).
Vale das Pedrinhas
  Bairro do Brasil  
Y - Rio Vermelho Pituba Beach of Salvador.png
Unidade federativa Bahia
Região administrativa Região Rio Vermelho, RA VII[1]
Município Salvador
Limites Amaralina, Nordeste de Amaralina, Santa Cruz, Candeal, Rio Vermelho[2]
Fonte: Projeto de Lei municipal (PL) (363/17)/2017[3]

Vale das Pedrinhas é um bairro da cidade de Salvador - BA.[4] É vizinho aos bairros Amaralina, Nordeste de Amaralina, Santa Cruz, Candeal e Rio Vermelho.[2]

História[editar | editar código-fonte]

O nome do bairro deriva de uma pedreira que forneceu matéria-prima para a construção de casas no local.[5]

Em 2014 o bairro ganhou o primeiro Multicentro de Saúde de Salvador.[6] A unidade possui 19 especialidades médicas, podendo atender até 500 pacientes por dia. Tendo uma equipe composta por 105 profissionais, sendo 24 médicos.[6] Segundo a prefeitura, a reforma da unidade de saúde, que estava fechada desde 2011, custou R$ 1,2 milhão e foi custeada com verbas municipais.[7]

Um dos principais problemas do bairro é a precária coleta do lixo, o que tem causado reclamações de seus moradores.[4][8]

O Vale das Pedrinhas e seus dois bairros vizinhos, Santa Cruz e Nordeste, fazem parte de uma região que começou a ser ocupada na década de 50.[9] A região tinha em 1999 uma população de aproximadamente 90 mil habitantes. A pobreza é um dos traços que caracterizam o bairro.[9]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Foi listado como um dos bairros mais perigosos de Salvador, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgados no mapa da violência de bairro em bairro pelo jornal Correio em 2012.[2] Ficou entre os mais violentos em consequência da taxa de homicídios para cada cem mil habitantes por ano (com referência da ONU) ter alcançado o segundo nível mais negativo "61-90", sendo um dos piores bairros na lista.[2]

Referências

  1. Prefeitura Municipal do Salvador. Lei n° 7.400/2008 Dispõe sobre o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano do Município do Salvador – PDDU 2007 e dá outras providências.[ligação inativa]
  2. a b c d Juan Torres e Rafael Rodrigues (22 de maio de 2012). «Mapa deixa clara a concentração de homicídios em bairros pobres». Correio (jornal). Consultado em 28 de abril de 2019 
  3. Redação (18 de setembro de 2017). «Aprovado projeto que amplia para 163 número de bairros de Salvador». A Tarde. Universo Online. Consultado em 28 de abril de 2019 
  4. a b Rede Globo, ed. (5 de dezembro de 2012). «Moradores dos Vale das Pedrinhas sofrem com o lixo no local». Consultado em 11 de novembro 2014 
  5. Fundação Gregório de Matos. Salvador Cultura Todo Dia. (Página acessada em 16 de outubro de 2009)
  6. a b Tribuna da Bahia, ed. (27 de março de 2014). «Moradores dos Vale das Pedrinhas ganham primeiro Multicentro». Consultado em 11 de novembro 2014 
  7. Correio24horas, ed. (27 de março de 2014). «Multicentro de saúde vai atender 19 especialidades em Salvador.». Consultado em 11 de novembro 2014 
  8. BN20, ed. (20 de março de 2014). «Salvador: mar de lixo deixa moradores ilhados em rua no Vale das Pedrinhas». Consultado em 11 de novembro 2014 
  9. a b Míriam Cristina Rabelo (1999). «Experiência de doença e narrativa (Coleção Antropologia e saúde)». Fiocruzess. Consultado em 11 de novembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Bahia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.