Areia Branca (Salvador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Areia Branca
  Bairro do Brasil  
Unidade federativa Bahia
Região administrativa Região Itapuã, RA X (divisão defasada de 2007)[1]
Itapuã/Ipitanga (divisão de 2014)[2]
Município Salvador
Limites Simões Filho, Itinga, Nova Esperança[3]
Fonte: Projeto de Lei municipal (PL) (363/17)/2017[4]

Areia Branca é um bairro brasileiro localizado na cidade de Salvador, na Bahia.[4]

História[editar | editar código-fonte]

É uma das localidades mais antigas do Miolo de Salvador, em 2004 tinha séculos de existência.[5] Em 2007 era parte da Região administrativa Itapuã, RA X.[1] Em 2014 foi realocado para Região Itapuã/Ipitanga.[2] Em 2017 tornou-se oficialmente um bairro, após ser aprovado o projeto de lei 363/17.[6]

Demografia

Foi listado como um dos bairros mais perigosos de Salvador, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgados no mapa da violência de bairro em bairro pelo jornal Correio em 2012.[3] Ficou entre os mais violentos em consequência da taxa de homicídios para cada cem mil habitantes por ano (com referência da ONU) ter alcançado o nível mais negativo, com o indicativo "mais que 90", sendo um dos piores bairros na lista.[3]

Referências

  1. a b «PDDU 2007». www.cms.ba.gov.br. Consultado em 24 de junho de 2019. Arquivado do original em 15 de julho de 2016 
  2. a b «Prefeitura implanta Conselhos Comunitários nos bairros de Salvador». G1 Bahia. Rede Bahia. 5 de agosto de 2013. Consultado em 24 de junho de 2019 
  3. a b c Juan Torres e Rafael Rodrigues (22 de maio de 2012). «Mapa deixa clara a concentração de homicídios em bairros pobres». Correio (jornal). Rede Bahia. Consultado em 28 de abril de 2019 
  4. a b Redação (18 de setembro de 2017). «Aprovado projeto que amplia para 163 número de bairros de Salvador». A Tarde. Universo Online. Consultado em 28 de abril de 2019 
  5. Rosali Braga Fernandes (20 de julho de 2004). «Processos Recentes de Urbanização / Segregação em Salvador: O Miolo, Região Popular e Estratégica da cidade». Universidade de Barcelona. www.ub.edu. Consultado em 24 de junho de 2019 
  6. Redação (19 de setembro de 2017). «ARRUMANDO A CASA: Após aprovação de projeto na Câmara, Salvador pula de 36 para 163 bairros». TV Aratu. Aratu Online. Consultado em 24 de junho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Bahia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.