Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico
OCDE
Logótipo da OCDE.
OECD member states map.svg

  Estados fundadores
  Outros Estados membros
Fundação 30 de setembro de 1961 (52 anos)
Tipo Organização internacional
Sede Paris
 França
Membros 20 Estados fundadores
10 Estados participantes
Secretário-Geral México José Ángel Gurría
Sítio oficial www.oecd.org

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (português europeu) ou Econômico (português brasileiro) (OCDE)[1] (a sigla vem do francês: Organisation de coopération et de développement économiques, OCDE) é uma organização internacional de 34 países que aceitam os princípios da democracia representativa e da economia de livre mercado[2] , que procura fornecer uma plataforma para comparar políticas económicas, solucionar problemas comuns e coordenar políticas domésticas e internacionais. A maioria dos membros da OCDE são economias com um elevado PIB per capita e Índice de Desenvolvimento Humano e são considerados países desenvolvidos.

Teve origem em 1948 como a Organização para a Cooperação Económica (OECE), liderada por Robert Marjolin da França, para ajudar a gerir o Plano Marshall para a reconstrução da Europa após a Segunda Guerra Mundial. Posteriormente, a sua filiação foi estendida a estados não-europeus. Em 1961, a Convenção sobre a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico reformou a OECE e deu lugar à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico.

A sede da OCDE é localizada no Château de la Muette em Paris, França.

História[editar | editar código-fonte]

A OCDE foi criada em 30 de Setembro de 1961, sucedendo à Organização para a Cooperação Económica Europeia, criada em 16 de Abril de 1948. Também é chamada de "Grupo dos Ricos", porque os 31 países participantes produzem juntos mais da metade de toda a riqueza do mundo.

O Secretário-Geral é, desde 1 de Junho de 2006, o mexicano José Ángel Gurría Treviño.

Objectivos[editar | editar código-fonte]

  • apoiar um crescimento económico duradouro
  • desenvolver o emprego
  • aumentar o nível de vida
  • manter a estabilidade financeira
  • ajudar os outros países a desenvolverem as suas economias
  • contribuir para o crescimento do comércio mundial

A OCDE também partilha os seus conhecimentos e troca de ideias com mais de 100 outros países e economias, desde o Brasil, China e Rússia até os países menos desenvolvidos da África.

Países membros[editar | editar código-fonte]

Existem presentemente 33 membros da OCDE, e o número deverá aumentar para 34 após a Estónia aderirem à organização. Destes 34, Hungria, México e Turquia (marcada com *) são descritos como economias de renda média alta do Banco Mundial. Os restantes membros, são descritos como economias de renda alta.[3] [4]

Membros fundadores da OCDE (1948):

Admitidos na OCDE posteriormente:

Admitidos com a reforma da OCDE (1961):

Admitidos na OCDE posteriormente:

Países convidados (a 10 de Maio de 2010[5] ) para aderir à OCDE:

A Comissão Europeia participa nos trabalhos da OCDE, ao lado dos Estados Membros da UE.[6]

Relações com não-membros[editar | editar código-fonte]

  Membros da OCDE
  Países candidatos à adesão
  Países com chances de adesão

A Dezembro de 2012, a OCDE tem 25 estados não-membros com o estatuto de observadores ou participantes de pleno direito nas suas Comissões. Cerca de 50 não-membros participam nos grupos de trabalho, regimes ou programas. A OCDE mantém um dialogo político com o propósito de partilhar as opiniões sobre quais são as melhores práticas a seguir.

A 16 de Maio de 2007, o Conselho Ministerial da OCDE decidiu iniciar negociações de adesão o Chile, Estónia, Israel, Rússia e Eslovénia.[7] Nesse mesmo conselho, decidiu-se reforçar a cooperação com o Brasil, a China, a Índia, a Indonésia e a África do Sul.[7]

Referências

  1. Diário do Governo n.º 174, I Série, de 28.07.1961 – Convenção relativa à Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Económicos
  2. About OECD. Our mission. Organisation for Economic Co-Operation and Development. Página visitada em 2010-08-01.
  3. Country Groups. High-income OECD members. The World Bank. Página visitada em 2009-01-23.
  4. Country Groups. High-income economies. The World Bank. Página visitada em 2010-05-10.
  5. Accession: Estonia, Israel and Slovenia invited to join OECD. OECD. Página visitada em 2010-05-10.
  6. Member Countries
  7. a b OECD (16 May 2007). Chair's summary of the OECD Council at Ministerial Level, Paris, 15–16 May 2007 – Innovation: Advancing the OECD Agenda for Growth and Equity. Press release. Página visitada em 2008-07-26.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons