Papa Aniceto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santo Aniceto
11º papa
Nascimento Síria
110
Eleição 155
Fim do pontificado 166 (56 anos)
Antecessor Pio I
Sucessor Sotero
Listas dos papas: cronológica · alfabética

Aniceto (em latim, Anicetus) foi o décimo primeiro papa católico, entre 154 e 166. Pensa-se que tenha nascido em Emesa (atual Hims) na Síria. Como pontífice, Aniceto destaca-se por ter sido o primeiro papa a condenar oficialmente uma doutrina como heresia, em concreto o montanismo.

Deparou-se com a heresia do Gnosticismo, o racionalismo cristão, uma supervalorização do conhecimento, onde bastava isso para a Salvação. Contou muito com a ajuda do filósofo cristão São Justino e do bispo Policarpo. Auxiliado por esses doutores, combateram esse racionalismo.

Aniceto proibiu ainda os padres de deixar crescer o cabelo, para este não ser um motivo de vaidade. Foi durante o seu pontificado que São Policarpo visitou Roma e juntos discutiram a controvérsia da Páscoa, que atormentava a unidade da Igreja na época.

Pensa-se que Aniceto tenha sido martirizado[1] , mas não há provas históricas do evento. A data de sua morte é incerta, mas pensa-se que seja dia 16, 17 ou 20 de Abril[2] , mas o dia em sua comemoração é o dia 17 de Abril[1] .

Referências

  1. a b Calendarium Romanum (Libreria Editrice Vaticana 1969), p. 120
  2. Martyrologium Romanum (Libreria Editrice Vaticana 2001 ISBN 88-209-7210-7)


Precedido por
Pio I
Emblem of the Papacy SE.svg
Papa

11.º
Sucedido por
Sotero


Ícone de esboço Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Papa Aniceto