Papa Adriano IV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adriano IV, O.S.A.
169º papa
Nome de nascimento Nicholas Breakspear
Nascimento Inglaterra,
1100
Eleição 4 de Dezembro de 1154
Fim do pontificado 1 de Setembro de 1159 (59 anos)
Antecessor Anastácio IV
Sucessor Alexandre III
Listas dos papas: cronológica · alfabética

O Papa Adriano IV, OSA (nascido Nicolau de Breakspear ou Nicholas Breakspear; inglês, nascido perto de Saint Albans, ca. 11001 de Setembro de 1159), foi 169° papa e líder da Igreja Católica de 4 de dezembro de 1154 até à data da sua morte.

Adriano IV foi o único inglês a ocupar a cadeira papal.[1] [2] Acredita-se que Nicholas Breakspear nasceu na Fazenda Breakspear[3] na paróquia de Abbots Langley em Hertfordshire e recebeu sua educação na Abbey School, St Albans (St Albans School).

Biografia[editar | editar código-fonte]

O seu pai, Robert, era sacerdote na diocese de Bath, que se tornou monge em St. Albans. Nicholas viu recusada a sua aceitação no mesmo mosteiro, tendo-lhe sido dito que teria de amadurecer e estudar por forma a descobrir então a sua vocação. Entendeu não ter de esperar e foi para Paris e tornou-se frade Agostiniano em St. Rufus, perto da cidade de Arles. Foi eleito seu prior e em 1137 foi escolhido por unanimidade para seu abade.

Foi um abade zelosamente reformista, o que motivou queixas contra ele enviadas a Roma. Ali chamado para se explicar, ficou bem visto pelo Papa Eugénio III (1145–1153), que o tornou cardeal-bispo de Albano.

De 1152 a 1154 Nicholas esteve na Escandinávia como delegado papal, dirigindo os interesses do novo arcebispo de Trondheim, e realizando as diligências que permitiram o reconhecimento Gamla Uppsala (mais tarde transferido para Uppsala) como sede do metropolita sueco em 1164. Como compensação pela cedência territorial, o arcebispo dinamarquês de Lund foi designado delegado e vigário perpétuo e atribuído o título de Primaz da Dinamarca e Suécia.

No seu regresso Nicholas foi recebido em grande honra pelo Papa Anastácio IV (1153–1154), e após a morte deste foi eleito papa a 4 de Dezembro de 1154.

De imediato Adriano diligenciou a reposição da autoridade papal na cidade de Roma, dominada pelos partidários de Arnaldo de Brescia e da sua doutrina, que preconizava a mais pura pobreza clerical. Dadas as graves consequências da agitação entre as duas fações, o papa decidiu excomungar a cidade de Roma, o que induziu o senado a render-se e desterrar o referido Arnaldo de Brescia. Este foi finalmente entregue por Frederico I da Germânia, o Barbarossa, aquando da sua coroação como imperador, em 1155, e finalmente morto em Roma.

Adriano IV governou até à sua morte, a 1 de Setembro de 1159.

Defendeu com todos os meios a primazia do papado sobre o império, desafiando o imperador Frederico Barbarossa.

Foi este papa que deu autorização aos templários se instalarem no lugar de Cera que veio dar origem a Castelo de Cera que mais tarde ao castelo de Tomar.

Referências

  1. Mackie, John Duncan. Pope Adrian IV: The Lothian Essay, 1907 (em inglês). Universidade da Califórnia: Blackwell, 1907. 124 pp. p. 2. Visitado em 04 de dezembro de 2012.
  2. George F. Tull (22 de janeiro de 2009). The English Pope (em inglês) The Church in History.org. Visitado em 04 de dezembro de 2012.
  3. Clark, Clive W.. Abbots Langley Then 1760–1960 (em inglês). 143 Sussex Way, Cockfosters, Herts, EN4 0BG: Clive W. Clark, 1997. Capítulo prólogo. p. 1. ISBN 0-9531473-0-4. Visitado em 04 de dezembro de 2012.


Precedido por
Anastácio IV
Emblem of the Papacy SE.svg
Papa

169.º
Sucedido por
Alexandre III


Ícone de esboço Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.