Serra de Ibiapaba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Serra da Ibiapaba
Localização
Coordenadas 03° 52' 47" S 40° 57' 50" O
Localização Noroeste Cearense
País(es)  Brasil
Subsistemas Mata Atlântica, Cerrado, Matas dos Cocais, Caatinga e traços da Floresta Amazônica.
Características
Altitude máxima 954 m
Comprimento 200 Km de Norte a Sul e 50 Km de Leste a Oeste
Unidade federativa Ceará
Microrregiões limítrofes Limita-se ao norte pela Microrregião do Litoral de Camocim e Acaraú, ao sul Microrregião de Ipu, a leste pela Microrregião de Sobral e Microrregião de Coreaú, e a oeste pelo Piauí.
Área 5.071,142 km²
População 335.055 hab. est. 2010
Densidade 56,2 hab/km²
Indicadores
PIB R$ 551.946.315,00 IBGE/2003
PIB per capita R$ 2.025,44 IBGE/2003
BR-222 na ladeira da Serra de Ibiapaba, em Tianguá.

A Serra da Ibiapaba, também conhecida como Serra Grande, Chapada da Ibiabapa e Costa da Ibiapaba, é uma região montanhosa que localiza-se nas divisas dos estados do Ceará e Piauí.[1]

Uma região atraente em riquezas naturais que já era habitadas por diversas etnias indígenas. Os povos que viviam já negociavam diversos produtos naturais com povos europeus, tais como os franceses, antes mesmos da chegadas dos portugueses. Habitada inicialmente por índios tabajaras e tapuias, como a índia Iracema que se banhava na bica do ipu foi bastante retratada no livro Iracema de José de Alencar.

A cidade mais antiga da serra é Viçosa do Ceará, que foi colonizada pelos jesuítas da Companhia de Jesus a partir do século XVI. Também encontram-se as cidades do Tianguá, Ubajara - onde existe a Gruta de Ubajara e o bondinho do Parque Nacional de Ubajara - São Benedito, Ibiapina, Croatá, Guaraciaba do Norte - neste município encontra-se a cidade de pedras, Carnaubal e outros diversos lugarejos e Ipu que tem sua famosa bica(cachoeira) com 135m de altura que fica no sopé da serra da ibiapaba que e bastante visitada o parque da bica de ipu.

É grande produtora de hortaliças e flores que são exportadas para a Europa e também é grande produtora de cana-de-açúcar e derivados como cachaça, rapadura, mel e alfenim, entre outros, distribuindo estes produtos para toda a Região Norte do Ceará e parte do Piauí.

Atravessa de norte a sul o extremo oeste do Estado, limitando-o com o Piauí. Caracterizando-se como uma cuesta, seu relevo possui uma escarpa íngreme voltada para o Ceará e outra, cujo declive, é bastante suave e gradual em direção ao oeste, voltada para o Piauí. As altitudes médias são de 750m. De norte a sul e de leste a oeste, ocorrem variações nítidas de condições climáticas. Na sua vertente voltada para a Depressão Sertaneja cearense, em especial na parte nordeste de cuesta, possui vegetação tropical frondosa e densa, sendo considerada Mata Atlântica, por está em uma zona de transição possui micro-biomas de cerrado, matas dos cocais, floresta amazônica e caatinga, em alguns pontos, estas vegetações aparecem mescladas. Tem rica fauna, com muitas aves, roedores e mamíferos de grande porte, como onça-parda, veado-campeiro e paca. Nesta região ocorre a mais intensas pluviosidades do território cearense, superior a 2.000mm. Por outro lado, percorrendo-se alguns quilômetros para oeste, as chuvas orográficas não são mais tão intensas e configuram um clima semi-árido com vegetação de carrasco. Da mesma forma, do norte para o sul, vão diminuindo as pluviosidades, o que resulta na predominância da caatinga na parte sul da cuesta, particularmente após o boqueirão constituído pelo Rio Poti. Um destino turístico famoso da região é a Serra de Ubajara, famosa por seu bondinho, cachoeiras e grutas. Há também uma abundância de cursos e quedas d'água, destacando-se a Bica do Ipu, cujas águas lançam-se do Pico Angelim, na Serra da Amontada, a 135m de altitude, a Bica do Donato em Pires Ferreira, que é uma ótima opção para uma trilha ecológica e a Cachoeira da Pirapora em Viçosa do Ceará, na divisa com o Estado do Piauí.

Toponímia[editar | editar código-fonte]

O topônimo "Ibiapaba" é oriundo do termo tupi yby'ababa, que significa "terra fendida" (yby, terra + 'ab, cortar + aba, sufixo).[2]

Clima[editar | editar código-fonte]

Devido à altitude, o inverno na Serra da Ibiapaba tem temperaturas amenas em comparação com as demais regiões do Ceará, com a ocorrência de Neblina no começo da manhã, e com frequência à noite, dando a paisagem, a aparência das regiões de clima frio, como o Sul do País. É comum os termômetros registrarem temperaturas que chegam perto dos 15°C, ou menos. Nos pontos mais elevados da serra como em São Benedito (Ceará) e Guaraciaba do Norte, o frio pode ser mais intenso, e as temperaturas descem perto dos 13°C no inverno.

Recursos Hídricos[editar | editar código-fonte]

Bica do Ipu[editar | editar código-fonte]

Bica do Ipu é uma queda d'água de 135 metros de altura do Riacho Ipuçaba, que despenca da Serra da Ibiapaba, no município brasileiro de Ipu no estado do Ceará. No volume 16º da Enciclopédia dos Municípios Brasileiros a bica também recebe a denominação de Bica de Iracema. Faz parte do espaço do romance Iracema de José de Alencar.

Bica do Donato[editar | editar código-fonte]

Queda de água localizada, no distrito de Donato, a 8 km da sede do município de Pires Ferreira. Formada pela águas do riacho São Francisco, o local é um oásis em meio a vegetação rústica da caatinga nordestina, sendo totalmente intocada, já que ainda não foi invadida por quiosques. A cachoeira escorre de cerca de 90 metros de altura formando um "véu de noiva" de rara beleza, que dependendo da quadra invernosa pode durar de janeiro a julho.

Cachoeira da Pirapora[editar | editar código-fonte]

As Cachoeiras da Pirapora são quedas de água situadas no município de Viçosa do Ceará, Estado do Ceará, no Brasil.

Estão localizadas no rio Pirangi, um dos afluentes do rio Parnaíba. Ficam a cerca de 30 km da cidade de Viçosa do Ceará, e a 382 km de Fortaleza, a capital do Ceará bem próximo a divisa com o Piauí. São uma conjunto de quedas d'águas formando quatro cachoeiras em escala crescente, sendo a última e maior, já no estado do Piauí, a Cachoeira do Engenho Velho, que possui cerca de 30 metros de altura. A segunda maior é Cachoeira do Pinga que é a terceira queda d'água com cerca de 15 metros de altura e 30 de largura.

Cidades da Serra da Ibiapaba e suas altitudes[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 565.
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

[O Livro dos Nomes. pág. 104 - Regina Obata