Uiramutã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Uiramutã
A fronteira Brasil-Venezuela-Guiana, no Monte Guyana

A fronteira Brasil-Venezuela-Guiana, no Monte Guyana
Bandeira de Uiramutã
Brasão de Uiramutã
Bandeira Brasão
Hino
Fundação Não disponível
Gentílico uiramutense
Prefeito(a) Eliesio Cavalcanti de Lima (PT)
(2009–2012)
Localização
Localização de Uiramutã
Localização de Uiramutã em Roraima
Uiramutã está localizado em: Brasil
Uiramutã
Localização de Uiramutã no Brasil
04° 35' 45" N 60° 10' 04" O04° 35' 45" N 60° 10' 04" O
Unidade federativa  Roraima
Mesorregião Norte de Roraima IBGE/2008[1]
Microrregião Nordeste de Roraima IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Guiana, Venezuela, Normandia e Pacaraima
Distância até a capital 279 km[2]
Características geográficas
Área 8 065,520 km² [3]
População 9,127 hab. (RR: 12º) –  IBGE/2013[4]
Densidade 0 hab./km²
Altitude 804 m
Clima Equatorial
Fuso horário UTC−4
Indicadores
IDH-M 0,453 muito baixo PNUD/2010[5]
PIB R$ 46 849,680 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 6 051,37 IBGE/2008[6]
Página oficial

Uiramutã é um município do nordeste do estado de Roraima, sendo o município mais setentrional do Brasil.

Abrigando grandes reservas indígenas e um Parque Nacional, e submetido à condição de fronteira tríplice com Guiana e Venezuela, Uiramutã sedia o 6º Pelotão Especial de Fronteira do Exército Brasileiro.

História[editar | editar código-fonte]

Criado pela lei nº 098 de 17 de outubro de 1995, com terras desmembradas dos municípios de Normandia, onde se localiza a sede municipal, e da Capital do Estado.O município do Uiramutã é o ponto mais setentrional do Brasil. O seu nome designa -local de espera de aves.Conta-nos a história que o seu primeiro habitante foi Severino Pereira da Silva, conhecido como Severino Mineiro, que ergueu ali a primeira casa. Paraibano de nascimento explorou muitos garimpos em Roraima o que lhe originou o apelido. Em 1911 expulsou à bala colonos britânicos interessados no ouro; na luta perdeu seu filho,Vitor. Era também um sonhador, tocava viola e violão e fabricava sapatos e roupas para uso da família.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A população estimada em 2010 era de 8.375 habitantes e a área é de 8.066 km², o que resulta numa densidade demográfica de 1,04 hab/km².

O município inclui em seu território o Monte Caburaí, de 1.456 m de altitude, na fronteira com a Guiana. A +05,2° de latitude, o monte é o ponto mais setentrional do País. O Monte Roraima, também no município, é o ponto tríplice com a Guiana e a Venezuela e o décimo pico mais alto do Brasil, com 2.739 m.

Sua área urbana, a sede de Uiramutã, tem uma população total de 1.138 habitantes. [7]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima do município é de tipo tropical chuvoso com período Seco-Awi e a temperatura média é em torno de 26 °C.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

É representada pelos rios: Maú, Cotingo, Canã e Ailã. Já a precipitação pluviométrica é de 1.500 mm.

Limites[editar | editar código-fonte]

Seus limites são a Venezuela a noroeste, a Guiana a norte, nordeste e leste, Normandia a sul e Pacaraima a sudoeste.

Economia[editar | editar código-fonte]

Esta região é tradicionalmente rica em ouro e diamante. Apresenta também um grande potencial para a pecuária. Entretanto, a beleza natural de que dispõe o município, pode vir a transformá-lo num futuro polo turístico, representando então sua principal vocação econômica.

Mesmo com todos esses benefícios, estatísticas do IBGE revelam que Uiramutã é a cidade que teve a maior queda do IDH no Brasil entre 1991 e 2000: foi de 0,569 para 0,542, uma queda de 4,75%. Além disso, Uiramutã também teve a maior queda no IDH de renda: de 0,551 para 0,423, queda de 23,23%: a maior do Brasil.

Atualmente, a cidade está na 5365ª colocação na lista do IDH das cidades brasileiras.

Produto Interno Bruto[editar | editar código-fonte]

  • Valor adicionado na agropecuária - R$ 428.000
  • Valor adicionado na indústria - R$ 48.000
  • Valor adicionado no serviço - R$ 18.374.000
  • APU - R$ 16.761.000
  • DUMMY - R$ 0
  • Impostos - R$ 1.000.000
  • PIB - R$ 46 849,680
  • PIB per capita - R$ 6 051,37

Política[editar | editar código-fonte]

Administrada por Eliesio Cavalcanti de Lima, do Partido dos Trabalhadores (PT), desde 2009, Uiramutã foi o único município do estado de Roraima onde a petista Dilma Rousseff venceu no segundo turno da eleição presidencial de 2010, obtendo 58,3% dos votos contra 41,6% de José Serra.[8] No primeiro turno, além de Uiramutã, Dilma também venceu em Iracema, Rorainópolis e São João da Baliza.[9]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. Google Maps
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (29 de novembro de 2010). CENSO 2013 - RORAIMA. Página visitada em 11 de janeiro de 2013.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 07 de agosto de 2013.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  7. bestatistica/populacao/censo2010/default.shtm Dados com base em levantamentos utilizando os resultados do Censo 2010 do IBGE. Acesso em 7 fev 2012.
  8. Raio-X das eleições para Presidente da República em Roraima - 2° turno. UOL Eleições. 31 de outubro de 2010.
  9. Raio-X das eleições para Presidente da República em Roraima - 1° turno. UOL Eleições. 29 de outubro de 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências