Campinápolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campinápolis
  Município do Brasil  
Hino
Gentílico campinapolense
Localização
Localização de Campinápolis em Mato Grosso
Localização de Campinápolis em Mato Grosso
Campinápolis está localizado em: Brasil
Campinápolis
Localização de Campinápolis no Brasil
Mapa de Campinápolis
Coordenadas 14° 32' 35" S 52° 47' 39" O
País Brasil
Unidade federativa Mato Grosso
Municípios limítrofes Nova Xavantina, Água Boa, Novo São Joaquim, Paranatinga, Gaúcha do Norte
Distância até a capital 602 km
História
Fundação 13 de maio de 1986
Administração
Prefeito(a) Jeovan Faria (PSB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 5,967 km²
População total (estimativa IBGE/2017[2]) 15 385 hab.
Densidade 2 578,3 hab./km²
Clima Tropical
Altitude 450 m
Fuso horário Hora do Amazonas (UTC−4)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [3]) 0,538 baixo
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 100 920,371 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 7 138,74

Campinápolis é um município brasileiro do estado de Mato Grosso. Localiza-se a uma latitude 14º32'35" sul e a uma longitude 52º47'39" oeste, estando a uma altitude de 450 metros. Sua população estimada em 2017 foi estimada em 15 386 habitantes.

Possui uma área de 5.967 km².

História[editar | editar código-fonte]

A primeira denominação da localidade foi Vila Jatobá. O município foi inicialmente povoado por José de Souza Brito, Pedro Alves Pereira, Satil Gonçalves, Zico Alves Pereira, Alvarino, Firmino dos Santos Lima, Arnálio Modesto e outros grandes representantes que, posteriormente, ocasionarão a fundação.

Neste período as ruas foram medidas na corda e braço e os lotes distribuídos. No ano de 1974, já existia a estrada que vai de Nova Xavantina até a entrada da Fazenda Cristalina, a aproximadamente 15 km da cidade. Dali para frente descortinava-se apenas a mata, o cerrado pesado e ao fundo a subida íngreme da Serra do Roncador.

Os colonos produtores eram posseiros vindos de duas grandes áreas de terra escrituradas, sendo uma da viúva Estephânia Brawn e a outra do Sr. Keller, ambas de 25 mil ha cada. Assim surgiu a Vila Jatobá. A primeira missa foi rezada em 13 de maio de 1975 pelo padre Arante. 

No dia 13 de maio de 1980, Vila Jatobá foi elevada à categoria de distrito de Nova Xavantina, sua denominação alterada para Campinápolis.

Segundo relato oficial da prefeitura municipal, a denominação Campinápolis provém da união dos termos Campinas de Goiânia e Anápolis, em homenagem a algumas famílias oriundas dessas duas localidades no Estado de Goiás. Anápolis é município antigo, ao passo que Campinas de Goiânia é um bairro da cidade de Goiânia, ponto inicial da ocupação da capital goiana.

Formação Administrativa[5][editar | editar código-fonte]

Distrito criado com a denominação de Campinápolis, pela lei estadual nº 4353, de 01-10-1981, subordinado ao município de Nova Xavantina.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1983, o distrito de Campinápolis figura no município de Nova Xavantina.

Elevado à categoria de município com a denominação de Campinápolis, pela lei estadual nº 4994, de 13-05-1986, desmembrado do município de Nova Xavantina. Sede no atual distrito de Campinápolis (ex-localidade). Constituído do distrito sede. Instalado em 31-12-1986.

Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído do distrito sede.

Em divisão territorial datada de 2005, o município é constituído de 2 distritos: Campinápolis e São José do Couto. 

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Comunicação[editar | editar código-fonte]

A televisão, o rádio e a internet são os principais meios de comunicação em Campinápolis MT, sendo-as:

  • Radio Atividade FM 87.9 mhz
  • Dexismo Internacional (Lista de telecomunicações no araguaia)

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  2. «Estimativas da população 2017». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 30 de agosto de 2017. Consultado em 30 de agosto de 2017 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de outubro de 2014 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  5. Confederação Nacional de Municípios

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Mato Grosso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.