Matupá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Matupá
  Município do Brasil  
Símbolos
Hino
Lema Um povo forte um Município forte
Gentílico matupaense
Localização
Localização de Matupá em Mato Grosso
Localização de Matupá em Mato Grosso
Matupá está localizado em: Brasil
Matupá
Localização de Matupá no Brasil
Mapa de Matupá
Coordenadas 10° 03' 27" S 54° 55' 58" O
País Brasil
Unidade federativa Mato Grosso
Municípios limítrofes Peixoto de Azevedo, Guarantã do Norte, Nova Guarita, Novo Mundo
Distância até a capital 720 km
História
Fundação 1988 (31 anos)
Aniversário 4 de julho
Administração
Prefeito(a) Valter Miotto Ferreira (PMDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 5 237,672 km²
População total (Censo IBGE/2016[2]) 15 654 hab.
Densidade 2,99 hab./km²
Clima Tropical
Altitude 280 m
Fuso horário Hora do Amazonas (UTC−4)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [3]) 0,753 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 210 861,032 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 14 227,18

Matupá é um município brasileiro localizado na região norte do estado de Mato Grosso. Localiza-se a uma latitude 10º03'27" sul e a uma longitude 54º55'58" oeste, estando a uma altitude de 280 metros, e tem uma área de 5.237,672 km². Sua população estimada pelo IBGE em 2016 era de 15.654 habitantes.

Matupá origina-se do tupi "matupa"; o termo designa porção de terra com vegetação, que se desprende das barrancas dos rios da bacia do rio Amazonas e desce à deriva da correnteza; o mesmo que terra caída (SB).

A cidade ficou nacionalmente marcada na década de 1990 pelo linchamento que ficou conhecido como "Chacina de Matupá", ou "Massacre de Matupá", no qual três bandidos rendidos e capturados pela polícia foram levados até um descampado por um grande grupo de pessoas furiosas, que os espancaram e lhes atearam fogo ainda vivos.

História[editar | editar código-fonte]

A cidade surgiu da abertura da rodovia Cuiabá-Santarém, e a denominação, Matupá, foi dada pela diretoria do Grupo Ometto, empresa que colonizou a vasta região do atual município.

O nome Matupá foi dado pelos empreendedores, que queriam um padrão urbanístico a ser adotado. Uma cidade que sintonizasse com as condições ambientais, integrando-se ao quadro natural em que a floresta e o rio fossem valorizados, e ao mesmo tempo respondesse às nossas tradições urbanas. Assim sendo, na paisagem regional e em sua maciça cobertura vegetal original, assentavam-se núcleos urbanos de apoio e vias de penetração, a partir de vetores constituídos pelas rodovias. A denominação é de origem indígena, cujo significado é floresta à beira d'água.

O município foi criado em 4 de julho de 1988 pela Lei nº5317. No município, a aproximadamente trinta e cinco quilômetros, localiza-se a comunidade Flor da Serra. Matupá é o município sede do polo de um dos 15 CEFAPROS (Centro Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica) do Mato Grosso. No município encontra-se o projeto CEJA, atendendo alunos vários municípios vizinhos.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), desde 1995 a menor temperatura registrada em Matupá foi de 7,5 °C em 9 de agosto de 2001,[5] e a maior atingiu 40,2 °C em 26 de setembro de 2011.[6] O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 198,4 mm em 25 de novembro de 2013. Outros grandes acumulados iguais ou superiores a 100 mm foram 177,2 mm em 11 de março de 2006, 168 mm em 15 de março de 2000, 163 mm em 24 de março de 2013, 158,2 mm em 17 de dezembro de 2010, 126 mm em 15 de fevereiro de 2006, 125,1 mm em 23 de dezembro de 2016, 119,9 mm em 24 de dezembro de 2004, 112 mm em 9 de janeiro de 2002, 110,6 mm em 7 de dezembro de 2014, 106,6 mm em 25 de fevereiro de 2008, 106,4 mm em 14 de dezembro de 2010, 104,2 mm em 18 de janeiro de 2003, 101,8 mm em 4 de março de 2008 e 100 mm em 27 de janeiro de 2003.[7] Janeiro de 2012, com 587,5 mm, foi o mês de maior precipitação.[8]

Dados climatológicos para Matupá
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 36,6 37,8 36 36 36,4 36,3 37,6 39,4 40,2 38,6 37,7 37,2 40,2
Temperatura máxima média (°C) 31,8 31,4 31,3 32 32,2 33 34,2 35,4 34,7 33,4 32,2 31,2 32,7
Temperatura média compensada (°C) 25 24,9 25 25,4 25,1 24,3 24,3 25,4 26 25,8 25,5 25 25,1
Temperatura mínima média (°C) 20,6 20,7 20,6 20,6 19,5 17,4 16,2 17,2 19,6 20,3 20,9 20,8 19,5
Temperatura mínima recorde (°C) 15,8 13,6 13,8 14,2 12,5 12 8,2 7,5 13,4 15,3 15,4 15,1 7,5
Precipitação (mm) 324,6 308 316,6 164,1 36,1 6,6 4,3 15,4 90,9 179,5 215,4 338,8 2 000,3
Dias com precipitação (≥ 1 mm) 20 18 17 12 5 1 1 2 7 12 14 - -
Umidade relativa compensada (%) 88 89 89,4 86,9 82,6 74,7 67,3 61,4 72,5 80,2 84,2 87 80,2
Horas de sol 145,7 110,8 137,9 171,8 227,1 275 289,5 222,5 141,5 182,5 153,6 137,9 2 195,8
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[9] recordes de temperatura: 01/01/1995-presente)[5][6]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Segundo o Censo do IBGE, em 2010 a população do município era de 14.174 pessoas. Segundo as estatísticas mais recentes, em 2018 a cidade tinha 16.334 habitantes.[10]

Religião[editar | editar código-fonte]



<div style="border:solid transparent;position:absolute;width:100px;line-height:0;

Circle frame.svg

Religiões em Matupá (2010)[11]

  Catolicismo Romano (69.54%)
  Protestantismo (22.90%)
  Sem religião (6.20%)
  Espiritismo (0.37%)
  Outras religiões (0,39%)

Segundo o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, realizado em 2010: 69,54% da população residente era católica romana, 22,9% era protestante, 6,2% era sem religião, 0,37% espírita, 0,6% de Testemunhas de Jeová e 0,39% restantes eram os membros de todas as demais religiões.[11] O resultado mostra que o número de católicos na cidade foi levemente maior que a média nacional naquele ano que era de 64,6% e o de protestantes foi quase igual a média brasileira de 22,2%.[12]

Dentro dos 22,9% de protestantes na cidade em 2010, 1.092 pessoas (7,7%) da população matupaense era composta por Evangélicos de Missão, dentre os quais os maiores grupos foram: 449 (3,16%) adventistas, 332 (2,34%) batistas, 209 (1,47%) presbiterianos, 89 (0,62%) luteranos e 14 (0,09%) metodistas.

Os pentecostais contaram 2.092 pessoas (14,75%) da população local, dentre os quais destacam-se: as Assembleias de Deus com 2.092 pessoas (14,75%), Congregação Cristã no Brasil com 562 pessoas (3,96%), Igreja do Evangelho Quadrangular com 111 pessoas (0,78%), Igreja Universal do Reino de Deus com 41 pessoas (0,28%), Igreja Evangélica Pentecostal O Brasil Para Cristo com 21 pessoas (0,14%), Igreja Pentecostal Deus é Amor com 19 pessoas (0,13%), e demais grupos pentecostais não nominados pelo censo (que incluem Igreja Internacional da Graça de Deus, Igreja Verbo da Vida, Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra, entre outras) com 207 pessoas (1,46%).

Economia[editar | editar código-fonte]

O município de Matupá tem uma localização extremamente favorável para pólos regionais, esta localizada no entroncamento de duas importantes rodovias se posiciona centralmente a vários municípios, sendo eles; Marcelandia, Terra Nova, Nova Guarita, Peixoto de Azevedo, Guarantã do Norte e Novo Mundo. Estes municípios totalizam cerca de 120 mil habitantes.

Encontra-se estrategicamente bem localizado para o escoamento da produção no entroncamento entre a BR-163 e a MT 322 (antiga BR 080), faz com que o município seja visto como um corredor para os estados do Norte e Nordeste. A cidade concentra um pólo frigorífico forte, além de grandes produtores de grãos que movimentam a economia, trazendo consigo mais recursos e a atenção do governo. Mais recentemente, foi dado início nas obras de asfaltamento da MT322, que ligam os Estados de Mato Grosso e Goiás, onde serão investidos inicialmente, R$ 3 milhões em sistema de consórcio envolvendo o Governo do Estado e a Associação MT. Possui um Aeroporto regional e um Centro de Eventos, um grande Centro de Ensino Superior estadual com 15 salas de aula, além de uma Escola Técnica Estadual com 12 salas de aulas, refeitório, ginásio de esportes coberto, 8 laboratórios, sendo dois de multiúso, auditório para 250 pessoas, teatro de arena onde investidos R$ 5 milhões nas obras, que podem ser vistas do trevo de acesso na entrada da cidade, região onde está localizado o Parque de Exposições que abriga a arena de rodeio. A cidade conta com vários postos de gasolina, hotéis, restaurantes, lojas de informática, farmácias, Lan Houses, bancos, salões de beleza, pet shops, autopeças, carvoarias, cerâmicas, panificadoras, casa lotérica, açougues, mercados, veterinárias, concessionárias de motocicletas e veículos, além de lojas de confecções, calçados e eletrodomésticos. No setor de serviços, a cidade é contemplada com hospitais públicos e privados, postos de saúde, APAE, escolas públicas e privadas, creches, correios, biblioteca pública, fórum, Destacamento de Polícia Militar, Delegacia de Polícia Civil e Conselho Tutelar. No Agronegócio conta com armazéns da Cargill e do Grupo Bom Futuro.

Matupá possui 419 empresas atuantes com média de 2,0 salários mensais. O município é grande produtor agropecuário e faz parte da fronteira agrícola do norte do estado com grande produção de Carnes, Leite e o desenvolvimento da agricultura na produção de grãos.

Pecuaria:

Bovino - efetivo dos rebanhos 244.893 Cabeças
Bubalino - efetivo dos rebanhos 29 Cabeças
Equino - efetivo dos rebanhos 2.823 Cabeças
Galináceos - total - efetivo de rebanhos 28.946 Cabeças
Ovino - efetivo dos rebanhos 1.049 Cabeças
Ovos de galinha - produção - quantidade 154 Mil dúzias
Suíno - total - efetivo dos rebanhos 2.630 Cabeças
Vacas ordenhadas - quantidade 5.163 Cabeças

Agricultura.

Abacaxi - Área colhida 20 hectares
Banana (cacho) - Área colhida 450 hectares
Arroz (em casca) - Área colhida 9.000 hectares
Café (em grão) - Área colhida 6 hectares
Cana-de-açúcar - Área colhida 10 hectares
Coco-da-baía - Área colhida 25 hectares
Feijão (em grão) - Área colhida 50 hectares
Mandioca - Área colhida 600 hectares
Maracujá - Área colhida 10 hectares
Melancia - Área colhida 30 hectares
Milho (em grão) - Área colhida 15.500 hectares
Soja (em grão) - Área colhida 42.100 hectares
Tomate - Área colhida 4 hectares
Uva - Área colhida 3 hectares

Turismo[editar | editar código-fonte]

Em 1988 havia apenas um córrego, que foi deixado como reserva ambiental, a colonizadora tinha ideia de construir um parque central, mas quando o primeiro prefeito assumiu deixou que os garimpeiros invadissem o centro da cidade para retirada de ouro, após isso foram criados lagos artificiais deixando um deles arborizado e pronto para uso de lazer. Que mais tarde foram desativado, e abandonado.

Porem na administração de Valter Mioto os lagos da cidade foram reabertos com projetos urbanísticos, com pistas de caminhadas, praças, deixando os 4 lagos prontos para Ecoturismo. Hoje Matupá possui o maior Réveillon de Mato Grosso, pela estrutura e pela animação do público que chega a 35 mil pessoas que lotam o Complexo dos Lagos, famílias inteiras confraternizaram. Réveillon tradicional do norte do Mato Grosso. Faz-se uma grande queima de fogos, com fogos sendo disparados de três balsas e também em solo, reservando muitas surpresas ao público presente. Ao todo são 15 Minutos de queima de fogos que ao explodirem iluminando o céu faziam o público gritar de emoção.

Referências

  1. «Matupá» 
  2. «Matupá» 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Matupá». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 26 de junho de 2018 
  6. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Matupá». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 26 de junho de 2018 
  7. «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Matupá». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 26 de junho de 2018 
  8. «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Matupá». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 26 de junho de 2018 
  9. «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 26 de junho de 2018 
  10. «IBGE: Censo de Matupá em 2010». Consultado em 7 de maio de 2019 
  11. a b «IBGE: Religião em Matupá em 2010». Consultado em 7 de maio de 2019 
  12. «Censo 2010: Religiões no Brasil». Consultado em 7 de maio de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Mato Grosso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.