Esporte Clube Metropol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Metropol
Esporte Clube Metropol.svg
Nome Esporte Clube Metropol
Alcunhas Carneiros
Mascote "Carneiro"
Fundação 15 de novembro de 1945
Estádio Estádio Euvaldo Lodi
Capacidade 20.000 pessoas
Localização BrasaoCriciuma.svgCriciúma Santa CatarinaSC BrasilBrasil
Presidente Brasil José Clésio Salvaro
Competição Atua apenas em torneios amadores.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Esporte Clube Metropol é um clube de futebol de Criciúma, no Estado de Santa Catarina. Teve grande expressão no futebol catarinense na década de 1960, tendo sido campeão estadual 5 vezes, em 1960, 1961, 1962, 1967 e 1969.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Na década de 1960, o futebol foi utilizado como fator atenuante dos conflitos entre capital e trabalho na região carbonífera catarinense. Cada companhia mineradora mantinha seu próprio time de futebol, em que os jogadores-mineiros atuavam e descarregavam tensões, esquecendo, por um pouco, as difíceis condições de trabalho a que eram submetidos. Muitas partidas terminavam em violência, porém os campeonatos da época costumavam levar famílias inteiras aos estádios.[2]

Neste contexto, a Companhia Carbonífera Metropolitana elevou o Metropol à categoria de time profissional, em 1959. A partir de então, sob o comando do dirigente "Dite" Freitas, passou a contratar jogadores profissionais para mesclar com os trabalhadores mineiros que atuavam na equipe. Com o invejável aporte financeiro da empresa, logo conquistou um tricampeonato estadual (1960 - 1962). O Metropol foi chamado de “Real Madrid Catarinense” pela imprensa de Florianópolis, em alusão ao poderoso Real Madrid, da Espanha, um dos maiores times do mundo naqueles dias. Em 1962, o clube realizou uma vitoriosa excursão à Europa, em campanha de 13 vitórias, 6 empates e 4 derrotas.[3]

Foi, ainda, campeão estadual em 1967 e 1969. Em 1969, após a conquista do campeonato catarinense, o departamento de futebol profissional foi desativado. Desde então, passou a disputar apenas competições amadoras, condição que preserva até os dias atuais.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Santa Catarina Campeonato Catarinense 5 1960, 1961, 1962, 1967 e 1969

Futebol na Região[editar | editar código-fonte]

O contexto futebolístico na região carbonífera de Criciúma, com seus pioneiros clubes financiados por empresas, também permitiu o surgimento do Esporte Clube Próspera (vinculado à companhia mineira de mesmo nome), do São Paulo (da Vila Operária) e do Comerciário Esporte Clube (da região central da cidade, que mais tarde deu origem ao atual Criciúma Esporte Clube).

Referências

  1. Federação Catarinense de Futebol. «Campeões e Vice-campeões do Futebol Catarinense». Consultado em 28 de dezembro de 2016 
  2. CAROLA, Carlos Renato (2007). Dos Subterrâneos da História: As Trabalhadoras das Minas de Carvão de Santa Catarina (1937-1964). [S.l.]: Verus. 262 páginas. ISBN 9788532802217 
  3. Douglas Tajes Jr. (Janeiro de 2014). «A generosidade do campeonato catarinense de futebol: o estadual mais equilibrado do país». Consultado em 28 de dezembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]