Esta é uma lista boa. Clique aqui para mais informações.

Grammy Award para Artista Revelação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grammy Award para Artista Revelação
Logotipo do Grammy Awards.
Descrição Prêmio atribuído para o melhor novo artista do ano correspondente.
País  Estados Unidos
Primeira cerimónia 1959
Última cerimónia 2019
Detentor Dua Lipa (2019)
Sítio oficial

O Grammy Award para Artista Revelação é uma das categorias do Grammy Awards — uma cerimônia estabelecida em 1958 e originalmente denominada como Gramophone Awards —, que presenteia os melhores novos artistas do ano, não necessariamente quando o mesmo lança seu primeiro trabalho na indústria musical.[1] As diversas categorias são apresentadas anualmente pela National Academy of Recording Arts and Sciences nos Estados Unidos em "honra da realização artística, proficiência técnica e excelência global na indústria da gravação, sem levar em conta as vendas de álbuns ou posições nas tabelas musicais".[2]

Normalmente descrita pela mídia como uma maldição, os vencedores desta categoria — especialmente artistas dos anos de 1970 e dos anos 1980 — nunca foram capazes de dar continuidade ao sucesso que experimentaram em seus anos de estreia.[3][4] Este ponto de vista foi expresso por Taffy Danoff, membro da banda Starland Vocal Band, dizendo que após ganhar o prêmio nunca conseguiu ampliar o sucesso do grupo.[5] A categoria também é notável por ser a única da premiação em que ele foi retirado de algum artista. Isso ocorreu em 1990, depois que foi revelado que a dupla vencedora, Milli Vanilli, não fazia os próprios vocais em seu álbum de estreia.[6] O prêmio foi revogado, mas não foi entregue a nenhum outro artista que concorria com o grupo.[7]

Em 1960, o primeiro prêmio da categoria foi entregue ao artista norte-americano Bobby Darin.[8] Entre 1997 e 2003, todos os vencedores do prêmio eram artistas solo femininas. Além disso, entre 1992 e 2005, nenhum artista masculino foi capaz de vencer a categoria; em 2006, John Legend quebrou essa tendência.[9] Desde o primeiro prêmio atribuído, apenas quatro artistas foram capazes de vencer a categoria no mesmo ano em que receberam o Grammy Award de Álbum do Ano, sendo eles: Bob Newhart em 1961, Christopher Cross em 1981, Lauryn Hill em 1999 e Norah Jones em 2003.[10] Entre os países que tiveram apenas um artista vencedor na categoria, encontra-se The Swingle Singers da França,[11] Men at Work da Austrália[12] e José Feliciano do Porto Rico.[13]

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Ano[n 1] Vencedores Nacionalidade Indicados Ref.
1960 Bobby Darin  Estados Unidos
  • Edd Byrnes
  • Mark Murphy
  • Johnny Restivo
  • Mavis Chloe Rivers
[8]
1961 Bob Newhart  Estados Unidos [14]
1962 Peter Nero  Estados Unidos [15]
1963 Robert Goulet  Estados Unidos [16]
1964 The Swingle Singers  França [11]
1965 The Beatles  Reino Unido [17]
1966 Tom Jones  Reino Unido [18]
1967 [n 2]
1968 Bobbie Gentry  Estados Unidos [19]
1969 José Feliciano  Porto Rico
  • Cream
  • Gary Puckett & The Union Gap
  • Jeannie C. Riley
  • O. C. Smith
[13]
1970 Crosby, Stills & Nash  Reino Unido
 Estados Unidos
[20]
1971 The Carpenters  Estados Unidos [21]
1972 Carly Simon  Estados Unidos [22]
1973 America  Reino Unido
 Estados Unidos
  • Harry Chapin
  • Eagles
  • Loggins and Messina
  • John Prine
[23]
1974 Bette Midler  Estados Unidos [24]
1975 Marvin Hamlisch  Estados Unidos [25]
1976 Natalie Cole  Estados Unidos [26]
1977 Starland Vocal Band  Estados Unidos [27]
1978 Debby Boone  Estados Unidos [28]
1979 A Taste of Honey  Estados Unidos [29]
1980 Rickie Lee Jones  Estados Unidos [30]
1981 Christopher Cross  Estados Unidos [31]
1982 Sheena Easton  Reino Unido [32]
1983 Men at Work  Austrália [12]
1984 Culture Club  Reino Unido [33]
1985 Cyndi Lauper  Estados Unidos [34]
1986 Sade  Reino Unido [35]
1987 Bruce Hornsby and the Range  Estados Unidos [36]
1988 Jody Watley  Estados Unidos [37]
1989 Tracy Chapman  Estados Unidos [38]
1990 Retirado[n 3] [39]
1991 Mariah Carey  Estados Unidos [40]
1992 Marc Cohn  Estados Unidos [41]
1993 Arrested Development  Estados Unidos [42]
1994 Toni Braxton  Estados Unidos [43]
1995 Sheryl Crow  Estados Unidos [44]
1996 Hootie & the Blowfish  Estados Unidos [45]
1997 LeAnn Rimes  Estados Unidos [46]
1998 Paula Cole  Estados Unidos [47]
1999 Lauryn Hill  Estados Unidos [48]
2000 Christina Aguilera  Estados Unidos [49]
2001 Shelby Lynne  Estados Unidos [50]
2002 Alicia Keys  Estados Unidos [51]
2003 Norah Jones  Estados Unidos [52]
2004 Evanescence  Estados Unidos [53]
2005 Maroon 5  Estados Unidos [54]
2006 John Legend  Estados Unidos [55]
2007 Carrie Underwood  Estados Unidos [56]
2008 Amy Winehouse  Reino Unido [57]
2009 Adele  Reino Unido [58]
2010 Zac Brown Band  Estados Unidos [59]
2011 Esperanza Spalding  Estados Unidos [60]
2012 Bon Iver  Estados Unidos [61]
2013 fun.  Estados Unidos [62]
2014 Macklemore & Ryan Lewis  Estados Unidos [63]
2015 Sam Smith  Reino Unido [64]
2016 Meghan Trainor  Estados Unidos [65]
2017 Chance the Rapper  Estados Unidos [66]
2018 Alessia Cara  Canadá [67]
2019 Dua Lipa  Reino Unido [68]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Cada ano apresentado corresponde ao ano em que o artista recebeu o prêmio, ou seja, o ano seguinte em que foi lançado seu primeiro trabalho musical.
  2. Prêmio não entregue neste ano por motivos desconhecidos.
  3. Milli Vanilli foi originalmente o vencedor do prêmio, mas, em seguida, foi descoberto que o grupo não fazia seus próprios vocais em seu álbum de estreia. O prêmio foi retirado e não foi entregue a nenhum outro artista concorrente.[7]

Referências

  1. Kim Renfro (7 de dezembro de 2015). «Why you can get nominated for 'Best New Artist' at the Grammys when you're not a new artist» (em inglês). Business Insider. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  2. Bruce Haring (29 de janeiro de 2018). «Bruno Mars Sweeps Majors, Wins Grammy Award For Album Of The Year With '24K Magic'» (em inglês). Yahoo!. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  3. Meredith Turits (1 de fevereiro de 2012). «Is Winning the Best New Artist Grammy Award a Curse? A Look at What Happened to the Past 11 Winners» (em inglês). Glamour. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  4. Randall Roberts (28 de janeiro de 2018). «Alessia Cara will be the latest to try and fend off the best new artist curse» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  5. ABC Staff (15 de fevereiro de 2016). «Winning Best New Artist Category Can Be a Career 'Kiss of Death'» (em inglês). ABC News. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  6. Andrew Fegelman (17 de novembro de 1990). «Milli Vanilli Unmasked» (em inglês). The Washington Post. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  7. a b LA Times Staff (19 de novembro de 1990). «Grammy Award Stripped From Milli Vanilli» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  8. a b Zack Ruskin (4 de fevereiro de 2016). «A Look Behind the Best New Artist Grammy» (em inglês). Consequence of Sound. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  9. Melba Newsome (22 de outubro de 2006). «What Becomes John Legend Most?» (em inglês). The New York Times. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  10. Brian Haack (11 de janeiro de 2018). «Bob Newhart To Lauryn Hill: 4 Best New Artist & Album Of The Year Winners» (em inglês). Grammy Awards. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  11. a b Todd Leopold (13 de fevereiro de 2016). «Grammy for best new artist: Career boost or 'kiss of death'?» (em inglês). CNN. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  12. a b Yardena Arar (24 de fevereiro de 1983). «Toto Garners 7 Grammys» (em inglês). The New York Times. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  13. a b «11th Annual GRAMMY Awards» (em inglês). Grammy Awards. Consultado em 20 de setembro de 2013 
  14. Joe Lynch (8 de novembro de 2018). «Bob Newhart Looks Back on His Game-Changing Debut Album & the Contract That Changed His Life» (em inglês). Billboard. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  15. Richard Defendorf (23 de fevereiro de 1986). «Grammy Gold Is Precious for New Guys» (em inglês). Orlando Sentinel. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  16. 4 de fevereiro de 2015. «Best New Upset: Best New Artist Grammy Winners Who Beat Out Bigger Acts» (em inglês). People. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  17. Samantha Schnurr (22 de janeiro de 2014). «The Grammy Award for Best New Artist Ends Careers — Just Ask These 8 Pop Stars» (em inglês). Bustle. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  18. Samantha Schnurr (25 de janeiro de 2014). «8 Times The Losers Of The Best New Artist Grammy Went On To Be More Successful Than The Winners» (em inglês). Business Insider. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  19. Edna Gundersen (22 de janeiro de 2013). «From Bobbie Gentry to fun.: Grammy's 'big four' club» (em inglês). USA Today. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  20. Maria Yagoda (28 de janeiro de 2018). «A Look Back at the Best New Artist Winners That Launched to Superstardom» (em inglês). People. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  21. Andy Greene (22 de janeiro de 2014). «20 Awesome Moments in Retro Grammy History» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  22. Todd Allan Yasui (25 de novembro de 1991). «Carly Simon's Different Voice» (em inglês). The Washington Post. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  23. «GRAMMY Rewind: 15th Annual GRAMMY Awards» (em inglês). Grammy Awards. Consultado em 20 de setembro de 2013 
  24. Alison M. Rosen (22 de janeiro de 2004). «Bette Midler Considered Grammy Pullout» (em inglês). People. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  25. Maura Johnston (22 de janeiro de 2014). «The 25 Most Inexplicable Wins in Grammy History» (em inglês). Spin. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  26. Alex Young (1 de janeiro de 2016). «R.I.P. Natalie Cole, Grammy Award-winning R&B singer dead at 65» (em inglês). Consequence of Sound. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  27. Helen A.S. Popkin (14 de janeiro de 2005). «And the winner is ... what's your name again?» (em inglês). Today. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  28. Canoe Staff (23 de janeiro de 2018). «Best new artist Grammy curse? Milli Vanilli, Debby Boone reflect» (em inglês). CANOE. Consultado em 2 de janeiro de 2018 
  29. Brian Mansfield (6 de fevereiro de 2015). «The Grammys' 6 biggest new-artist fails» (em inglês). USA Today. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  30. Billboard Staff (21 de janeiro de 2014). «Rickie Lee Jones: My GRAMMY Moment» (em inglês). Billboard. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  31. John Rockwell (26 de fevereiro de 1981). «4 Grammy Awards won by Christopher Cross» (em inglês). The New York Times. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  32. Richard Harrington (25 de fevereiro de 1982). «Grammy Surprises» (em inglês). The Washington Post. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  33. A.D. Amorosi (26 de outubro de 2018). «Boy George Talks Culture Club's New Album, Donald Trump and His Grammy Moment» (em inglês). Variety. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  34. RS Staff (28 de janeiro de 2010). «Grammys' Memorable Moments, 1975 to 2009» (em inglês). Rolling Stones. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  35. «28th Grammy Awards» (em inglês). Grammy Awards. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  36. Aly Semigran (30 de janeiro de 2012). «Best New Artist Grammy winners over the past 25 years: Did they live up to their title?» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  37. Billboard Staff (22 de janeiro de 2018). «A Grammy Curse? Milli Vanilli's Fab Morvan, Others Reflect on Best New Artist Award» (em inglês). Billboard. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  38. RS Staff (20 de janeiro de 2014). «21 Strangest Best New Artist Grammy Wins» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  39. Robert Hilburn (22 de fevereiro de 1990). «Bonnie Raitt, Midler Win Top Grammys» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  40. Luke Morgan (8 de março de 2018). «Mariah Carey says she's been "screwed" out of winning Grammys» (em inglês). NME. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  41. Hardeep Phull (26 de janeiro de 2018). «The Best New Artist Grammy isn't a prize - it's a career killer» (em inglês). The New York Post. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  42. McKenna Aiello (28 de janeiro de 2018). «What Happened to These Grammy Winners? A Look Back at the Best New Artist Curse» (em inglês). E! News. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  43. Erin Clements (24 de janeiro de 2014). «Toni Braxton Shares Grammy Memories and Advice for New Artists» (em inglês). People. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  44. Ryan Reed (9 de maio de 2018). «Common, Sheryl Crow Join Recording Academy Inclusion Task Force» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  45. Chris Serico (15 de fevereiro de 2016). «Grammys flashback: 11 unforgettable moments from the 1996 show» (em inglês). Today. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  46. Nicole Sands (6 de fevereiro de 2017). «LeAnn Rimes Looks Back on Winning the 'Best New Artist' Grammy 20 Years Later» (em inglês). People. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  47. Billboard Staff (19 de janeiro de 2018). «Paula Cole, Grammy Winner & Voice Behind 'Dawson's Creek' Theme, Looks Back» (em inglês). Billboard. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  48. Brian Hiatt (25 de fevereiro de 1999). «Lauryn Hill Is Best New Artist» (em inglês). MTV. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  49. Lola Ogunnaike (30 de julho de 2006). «Christina Aguilera, That Dirrty Girl, Cleans Up Real Nice» (em inglês). The New York Times. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  50. Chris Willman (10 de outubro de 2014). «Shelby Lynne Recreates Grammy-Winning Breakout Album for Lucky L.A. Crowd: Concert Review» (em inglês). Hollywood Reporter. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  51. Joe Dangelo (27 de fevereiro de 2002). «Alicia Keys Takes Five, 'O Brother' Gets Most At 44th Grammy Awards» (em inglês). MTV. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  52. Billboard Staff (24 de fevereiro de 2003). «Norah Jones Sweeps Grammys» (em inglês). Billboard. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  53. Sam Goldner (23 de janeiro de 2018). «The 30 Weirdest Grammys Moments of All Time» (em inglês). Spin. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  54. James Montgomery (13 de fevereiro de 2005). «Kanye Steals The Show, But Ray Dominates Grammy Winners' Circle» (em inglês). MTV. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  55. Alex Horton (10 de setembro de 2018). «With Emmy win, John Legend achieves status worthy of his last name» (em inglês). The Washington Post. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  56. «GRAMMY Rewind: 49th Annual GRAMMY Awards» (em inglês). Grammy Awards. Consultado em 20 de setembro de 2013 
  57. Jeff Leeds (11 de fevereiro de 2008). «Amy Winehouse Wins Big at Grammy Awards» (em inglês). The New York Times. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  58. People Staff (5 de fevereiro de 2009). «Grammy 2009: Winners & Nominees» (em inglês). People. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  59. Andrew Unterberger (31 de janeiro de 2010). «Grammys 2010 winners list» (em inglês). Billboard. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  60. Jocelyn Vena (13 de fevereiro de 2011). «Esperanza Spalding Beats Justin Bieber, Drake For Best New Artist» (em inglês). MTV. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  61. Jenn Pelly (12 de fevereiro de 2012). «Bon Iver Wins Grammys for Best New Artist, Best Alternative Music Album» (em inglês). Pitchfork. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  62. Mikael Wood (10 de fevereiro de 2013). «Grammys 2013: Fun. wins for best new artist» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  63. Nadeska Alexis (26 de janeiro de 2014). «Grammys Best New Artist Award Goes To.... Macklemore & Ryan Lewis» (em inglês). MTV. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  64. Times Staff (8 de fevereiro de 2015). «Grammys 2015: List of nominees» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  65. Zack O'Malley (15 de fevereiro de 2016). «Meghan Trainor Wins Best New Artist Grammy, As Expected» (em inglês). Forbes. Consultado em 2 de janeiro de 2018 
  66. Lee Moran (20 de outubro de 2017). «Chance The Rapper Unboxing His Grammys With His Daughter Is Too Cute For Words» (em inglês). The Huffington Post. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  67. Hugh McIntyre (28 de janeiro de 2018). «Grammys 2018: Alessia Cara Is The Best New Artist» (em inglês). Forbes. Consultado em 2 de janeiro de 2019 
  68. Brittany Spanos (7 de dezembro de 2018). «Grammys 2019: Meet the Best New Artist Nominees» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 2 de janeiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]