João Lyra Neto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de João Soares Lyra Neto)
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura biógrafo brasileiro, veja Lira Neto.
João Lyra Neto
56.° Governador de Pernambuco Bandeira de Pernambuco.svg
Período 4 de abril de 2014
até 1º de janeiro de 2015
Vice-governador Nenhum
Antecessor(a) Eduardo Campos
Sucessor(a) Paulo Câmara
Vice-governador de Pernambuco Pernambuco
Período 1º de janeiro de 2007
até 4 de abril de 2014
Governador Eduardo Campos
Antecessor(a) Mendonça Filho
Sucessor(a) Raul Henry
Prefeito de Caruaru Caruaru Flag.png
Período 1° de janeiro de 1997
até 1° de janeiro de 2001
Antecessor(a) José Queiroz de Lima
Sucessor(a) Tony Gel
Deputado estadual de Pernambuco Pernambuco
Período 1º de janeiro de 1995
até 17 de dezembro de 1996
Prefeito de Caruaru Caruaru Flag.png
Período 1º de janeiro de 1989
até 1º de janeiro de 1993
Antecessor(a) José Queiroz de Lima
Sucessor(a) José Queiroz de Lima
Dados pessoais
Nascimento 13 de setembro de 1953 (63 anos)
Caruaru, PE, Brasil
Alma mater UFPE
Partido PSDB
Profissão Advogado e Empresário
linkWP:PPO#Brasil

João Soares Lyra Neto (Caruaru, 24 de janeiro de 1947) é um empresário e político brasileiro, ex-governador de Pernambuco.

Exerceu mandatos de prefeito de Caruaru (de 1989 a 1993 e de 1997 a 2000), deputado estadual (1995-1996), vice-governador (2007-2014), secretário de saúde de Pernambuco (2008-2010), e ainda foi vice-líder do Governo de Miguel Arraes na Assembleia Legislativa de Pernambuco (1994-1996).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado em Direito e natural de Caruaru, ingressou na militância na década de 60 com o movimento estudantil, quando estudava na Faculdade de Direito do Recife. Voltou a Caruaru logo depois de formado para ajudar a administrar os negócios da família, no setor de transportes.

Na década de 1970, em plena ditadura militar, lutou junto com os mais importantes líderes políticos pela resistência democrática durante todo o período do regime militar. Filiado ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), chegou a ser presidente do partido em Caruaru. Nos início dos anos 80, começou a participar ativamente de campanhas políticas e fez parte da Coordenação Estadual pela retomada das “Diretas Já” no país.

Trajetória política[editar | editar código-fonte]

Sua trajetória política teve início em 1988, quando, seguindo os passos do pai, João Lyra Filho, foi eleito prefeito de Caruaru, cargo que voltou a assumir em 1997, para um segundo mandato. Foi vice-líder do governo Miguel Arraes na Assembleia Legislativa durante seu mandato de deputado estadual.

Ao lado de Eduardo Campos, foi eleito vice-governador em 2006. Em 2008, assumiu a Secretaria de Saúde. Comandou o processo de mudança de gestão da pasta em Pernambuco, cuidando particularmente da regionalização da Saúde. João Lyra também coordenou duas outras áreas, Segurança e Educação. Após a renuncia de Campos, em abril de 2014 para concorrer a presidência da república, João Lyra assumiu o comando do estado. É pai de Raquel Lyra , atual prefeita de Caruaru .

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Eduardo Campos
Governador de Pernambuco
20142015
Sucedido por
Paulo Câmara
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.