Kaiserburg Futebol Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Kaiserburg
Kaiserburg FC.png
Nome Kaiserburg Futebol Clube
Alcunhas Tricolor Germânico
Fundação 16 de março de 2007 (11 anos)
Extinção 2010
Localização Petrópolis, Brasil
Presidente André Simões
Website kaiserburg.com.br
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Kaiserburg Futebol Clube foi uma agremiação esportiva da cidade de Petrópolis, no estado do Rio de Janeiro, fundada a 16 de março de 2007. As atividades do clube foram encerradas em 2010.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

Equipe profissional do Kaiserburg em 2010

Kaiserburg significa Castelo Imperial e não é fruto do acaso, procura valorizar a forte colonização germânica da região, exibida também na escolha das cores do clube: preto, vermelho e amarelo.

Estreou no profissionalismo, em 2008, ao disputar o Campeonato Estadual da Série C. Na primeira fase a equipe se classificou em terceiro no Grupo "C", atrás de Centro Esportivo Arraial do Cabo e Várzea FC. O União de Marechal Hermes FC foi o último colocado e foi eliminado.

Na segunda fase o Kaiserburg se classificaria em segundo lugar no Grupo "III", atrás do CA Castelo Branco. O Paraíba do Sul FC e o Bela Vista FC seriam eliminados. Contudo, ao escalar cinco atletas amadores, quando o máximo seriam quatro, o Kaiserburg foi eliminado e o Paraíba do Sul se classificou em seu lugar.

Na categoria de Juniores do mesmo ano foram vinte e oito equipes disputantes e o Kaiserburg terminou em sexto. Equipe base profissional: Maicon, Jonhy, Djavan, Elvis e Marquinhos, Tiago Bello, Biril, Ricardo e Guilherme, Leonardo e Carlos Renan. Treinadores: Leandro Américo e Jairo Souza. O Tricolor Germânico mandou seus jogos no Estádio Ernani Duarte, de propriedade do Esporte Clube Correas, em 2008.

Em 2009, o clube se licenciou das competições de âmbito profissional promovidas pela FFERJ, voltando em 2010, sob o comando técnico de Roberto Júnior e sendo aceita na competição apenas por conta de uma medida judicial contra a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro que se opunha contra a sua presença.

Naquele ano o Kaiserburg se classificou na primeira fase em segundo, no Grupo "A" atrás somente do Barra Mansa FC. O Três Rios FC foi o terceiro e o Grêmio Mangaratibense, último, foi eliminado. Na segunda fase a equipe foi eliminada do Grupo I ao ficar em terceiro no seu grupo. Os classificados foram Clube de Futebol Rio de Janeiro e Associação Desportiva Itaboraí. O Rubro Social Esporte Clube foi o último colocado. O time disputou partidas no município de Areal e no estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador.

Após essa campanha o clube não disputou a categoria de juniores e encerrou as suas atividades.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2018
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Rio de Janeiro Série B2 do Carioca 2 13º colocado (2010) 2008 2010

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. VIANA, Eduardo. Implantação do futebol Profissional no Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Editora Cátedra 
  2. http://www.rsssfbrasil.com/tablesr/rj2010l3.htm