Região Metropolitana do Norte–Nordeste Catarinense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Região Metropolitana do Norte–Nordeste Catarinense
Localização
Localização da Região Metropolitana do Norte–Nordeste Catarinense
Unidade federativa  Santa Catarina
Lei Criada pela LCE 162/1998
Extinta pela LCE 381/2007
Recriada pela LCE 495/2010
Data da criação 6 de janeiro de 1998
Número de municípios núcleo: 2; expansão: 18
Cidade-sede Joinville
Características geográficas
Área 10 830,62 km²[1]
População 1 344 089 hab. (21º) Estimativa IBGE/2015[2]
Densidade 124,1 hab./km²
PIB R$ 27.687.657,565 mil IBGE/2008[3]
PIB per capita R$ 26.399,39 IBGE/2008[3]

A Região Metropolitana Norte–Nordeste Catarinense é uma região metropolitana brasileira. Criada pela lei complementar estadual n° 162 de 1998, foi extinta pela lei complementar estadual n° 381 de 2007 e reinstituída pela lei complementar estadual n° 495 de 2010. Tem como sede a cidade de Joinville. Considerando-se apenas o núcleo urbano, formado por Joinville e Araquari, municípios conurbados que formam de fato uma única área urbana, a população em 2010 era de 540.064. A população total da região, incluindo municípios distantes sem nenhuma conurbação entre eles que compunham a área de expansão, chegava a aproximadamente 1.090.000 de habitantes, sendo a região metropolitana de Santa Catarina com a maior concentração industrial do estado. Foi colonizada principalmente por alemães, ucranianos, noruegueses, italianos, suíços, portugueses e poloneses. A região possui uma alta qualidade de vida, com cidades que estão entre as de maiores IDHs do Brasil.

Municípios[editar | editar código-fonte]

Município Anexado em Legislação
Araquari 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Joinville 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Área de expansão
Balneário Barra do Sul 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Barra Velha 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Campo Alegre 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Corupá 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Garuva 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Guaramirim 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Itaiópolis 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Itapoá 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Jaraguá do Sul 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Mafra 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Massaranduba 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Monte Castelo 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Papanduva 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Rio Negrinho 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
São Bento do Sul 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
São Francisco do Sul 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
São João do Itaperiú 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162
Schroeder 6 de janeiro de 1998 Lei complementar 162

Dados gerais[editar | editar código-fonte]

Município Área (em km²) População Absoluta (IBGE/2010) Densidade (hab. por km²; IBGE/2010) Produto Interno Bruto (PIB) Nominal (IBGE/2010)[4] PIB Nominal per capita (IBGE/2010) Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M; PNUD/2010)[5]
Araquari 392,71 24 810 63,19 R$297,25 milhões R$11.981,00 0,703 - alto
Joinville 1.120,81 515 288 459,71 R$18,47 bilhões R$35.844,00 0,809 - muito alto
Área de expansão
Balneário Barra do Sul 110,21 8 430 76,43 R$77,36 milhões R$9.176,00 0,716 - alto
Barra Velha 141,81 22 386 157,98 R$278,00 milhões R$12.418,00 0,738 - alto
Campo Alegre 497,55 11 748 23,61 R$141,79 milhões R$12.069,00 0,714 - alto
Corupá 405,22 13 852 34,18 R$185,74 milhões R$13.408,00 0,780 - alto
Garuva 503,81 14 761 29,30 R$262,08 milhões R$17.754,00 0,725 - alto
Guaramirim 268,05 35 172 131,27 R$1,13 bilhão R$32.127,00 0,751 - alto
Itaiópolis 1.296,99 20 301 15,66 R$285,44 milhões R$14.060,00 0,708 - alto
Itapoá 242,69 14 763 60,88 R$120,36 milhões R$8.152,00 0,761 - alto
Jaraguá do Sul 532,80 142 123 268,78 R$4,80 bilhões R$33.773,00 0,803 - muito alto
Mafra 1.406,31 52 912 37,63 R$866,33 milhões R$16.373,00 0,777 - alto
Massaranduba 375,05 14 674 39,11 R$233,21 milhões R$15.892,00 0,774 - alto
Monte Castelo 562,33 8 346 14,85 R$92,23 milhões R$11.050,00 0,675 - médio
Papanduva 762,24 17 928 23,52 R$256,11 milhões R$14.285,00 0,704 - alto
Rio Negrinho 909,69 39 846 43,81 R$543,70 milhões R$13.845,00 0,738 - alto
São Bento do Sul 495,53 74 801 150,94 R$1,504 bilhão R$20.106,00 0,782 - alto
São Francisco do Sul 372,69 42 520 114,22 R$3,16 bilhões R$74.317,00 0,762 - alto
São João do Itaperiú 151,20 3 435 22,74 R$49,56 milhões R$14.427,00 0,738 - alto
Schroeder 143,91 15 316 106,43 R$179,17 milhões R$11.698,00 0,769 - alto
Norte–Nordeste Catarinense RM 10.691,60 1 093 412 102,26 R$32,94 bilhões R$30.130,00 0,746 - alto

Transporte coletivo[editar | editar código-fonte]

O transporte coletivo na Região Metropolitana do Norte–Nordeste Catarinense é composto basicamente por ônibus, sendo utilizado largamente para deslocamento da população residente nos municípios que abrangem a região metropolitana.

Ele pode ser dividido em:

  • Linhas municipais urbanas de Joinville (Sistema Integrado de Transporte, com 10 terminais) é operado pelas empresas Gidion Transporte e Turismo Ltda. (antiga Transgidion, Transporte e Turismo Gidion Ltda., Gidion S/A Transporte e Turismo) e Transporte e Turismo Santo Antônio Ltda. – Transtusa (antiga Empresa de Ônibus Santa Catarina).
  • Linhas municipais urbanas de Araquari é operado pela empresa Viação Verdes Mares Ltda.
  • Linhas municipais urbanas de São Francisco do Sul é operado pela empresa Viação Verdes Mares Ltda.
  • Linhas municipais urbanas de Garuva é operado pela empresa Garuva Transporte e Turismo Ltda. – Garuvatur.
  • Linhas municipais urbanas de Itapoá é operado pela empresa Transita Transportes
  • Linhas municipais urbanas de Guaramirim é operado pela empresa Viação Canarinho Ltda.
  • Linhas municipais urbanas de Schroeder é operado pela empresa Transpantanal Transportes de Passageiros Ltda.
  • Linhas municipais urbanas de Jaraguá do Sul é operado pela empresa Viação Canarinho Ltda.
  • Linhas municipais urbanas de Corupá é operado pela empresa Hansatur Transporte e Turismo Ltda.
  • Linhas municipais urbanas de São Bento do Sul (Sistema Integrado de Transporte, com 4 terminais) é operado pela empresa Coletivos Rainha Ltda.
  • Linhas municipais urbanas de Rio Negrinho (Sistema Integrado de Transporte, com 1 terminal) é operado pela empresa Transporte e Turismo Santo Antônio Ltda. – Transtusa
  • Linhas municipais urbanas de Mafra é operado pelas empresas Viação Santa Clara Ltda. e Viação Ello Ltda. – Ellotur Turismo
  • Linhas intermunicipais urbanas é operado pelas empresas Viação Verdes Mares Ltda., Viação Canarinho Ltda., Transpantanal Transportes de Passageiros Ltda., Viação Nossa Senhora dos Navegantes Ltda., Viação Santa Clara Ltda.
  • Linhas intermunicipais rodoviárias é operado pelas empresas Auto Viação Catarinense Ltda., Empresa Boqueron S.R.L., Auto Viação 1001 Ltda., Empresa Santo Anjo da Guarda Ltda., Reunidas S.A. Transportes Coletivos, Real Transporte e Turismo S.A., Empresa União de Transportes Ltda., Pluma Conforto e Turismo S.A., Empresa União Cascavel de Transporte e Turismo Ltda. – Eucatur, Viação Itapemirim S.A., Brasil Sul Linhas Rodoviárias Ltda., Unesul de Transportes Ltda., Transporte e Turismo Santo Antônio Ltda. – Transtusa, Viação Verdes Mares Ltda., Viação Canarinho Ltda., Expresso Presidente Getúlio Ltda., Empresa de Ônibus Massarandubatur Ltda., Viação Graciosa Ltda., Viação Sudoeste Transportes e Turismo Ltda., Expresso Maringá Ltda., Empresa Princesa do Norte S.A., Expresso São Bento Ltda.

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «IBGE divulga as estimativas populacionais dos municípios em 2015». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2015. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  3. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 12 de dezembro de 2010 
  4. ftp://ftp.ibge.gov.br/Pib_Municipios/2010/pdf/tab01.pdf
  5. http://www.atlasbrasil.org.br/2013/pt/home/