Wikipédia:Mas deve haver fontes!

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Crystal Clear mimetype txt.png
Atenção: Esta página contém um ensaio da Wikipédia que é seguido por parte dos seus editores, mas é contestado por outro grupo de editores. Sinta-se livre para melhorar a página assegurando-se de que as suas alterações refletem consenso, de acordo com o Status quo, ou utilize a página de discussão. Tenha prudência ao considerar esse ponto de vista e utilizá-lo recorrentemente em discussões. Veja o(s) ponto(s) de vista(s) contrário(s): Wikipedia:Melhoracionismo, Wikipédia:As Páginas para Eliminar não são o Estaleiro, Wikipédia:Não há data final.
Text-x-generic-highlight-yellow-pen.png Resumindo: Não insista simplesmente que devem existir fontes em algum lugar. Prove apresentando as fontes.

Você pode estar confiante da existência de fontes, mas ao afirmar isso sem ter provas provavelmente terá pouco sucesso em convencer quem não acredita que elas existam. Seus oponentes podem chegar a esta conclusão procurando eles próprios por referências, sem sucesso. Os administradores normalmente darão pouco peso a afirmações sem evidências e, por isso, a melhor e mais confiável forma de convencer os céticos a encerrar o debate é de fato trazer as famigeradas fontes requeridas ao invés de simplesmente declarar que "elas devem existir em algum lugar".

A política de verificabilidade é uma de nossas políticas centrais sobre conteúdo e exige que todo o material incluído na Wikipédia em português esteja referenciado, caso contrário pode ser questionado e retirado. Apesar de alguns editores acreditarem que, estritamente, esse direito de questionar só se refere ao material que se acredita ser "factualmente incorreto", na prática, conteúdos podem ser questionados por uma variedade de outros motivos, incluindo preocupações sobre notoriedade, relevância, peso indevido, pesquisa inédita etc. Artigos podem - e frequentemente são - removidos por esses motivos. O ônus da prova de indicar fontes que satisfaçam os critérios é de quem adiciona ou defende o material contestado.

Como regra geral, em discussões sobre remoções de conteúdo, deve-se evitar insistir na existência de fontes se não for capaz de as apresentar. Alguns exemplos hipotéticos:

Manter
  1. Prejulgador (discussão) 01:01 de 1 janeiro de 2001 (UTC) Isso é obviamente notável, então poderia ser referenciado.
  2. Presumidor (discussão) 01:01 de 1 janeiro de 2001 (UTC) Deve haver várias fontes.
  3. ÉTeuTrabalho (discussão) 01:01 de 1 janeiro de 2001 (UTC) Você deveria achar fontes em vez de marcar para eliminar.
  4. AgulhaNoPalheiro (discussão) 01:01 de 1 janeiro de 2001 (UTC) Há 20.000 resultados no Google para todas as palavras do título, certamente há fontes.
  5. ProveUmaNegativa (discussão) 01:01 de 1 janeiro de 2001 Você precisa mostrar que não há fontes.
  6. Achador (discussão) 01:01 de 1 janeiro de 2001 (UTC) Acho que teremos fontes para os dados básicos.
  7. TenhaFé (discussão) 01:01 de 1 janeiro de 2001 Outras pessoas trarão as fontes.

Mantemos artigos porque sabemos que eles têm fontes e não porque assumimos que eles as têm sem as termos visto. Qualquer afirmação sobre a existência de fontes precisa ser verificável. Enquanto não se indicar quais fontes e onde elas estão, não são verificáveis.

Atalho:
WP:ProcureVocê


P. Por que você não vai e procura fonte?
R. Frequentemente as pessoas procuram. Isso é uma enciclopédia colaborativa que funciona num processo de melhora incremental. Porém, exigir que outras pessoas façam o trabalho por você não é justo por várias razões:

  1. É um insulto. Dizer a uma pessoa que questionou algum material que você não foi capaz referenciar que ela deve ir procurar as fontes se assemelha a um tapa na cara.
  2. É presunçoso. Você não tem direitos sobre o tempo dos outros editores. Você está adicionando ou defendendo material que, tal como está, não é adequado às regras da Wikipédia e ainda diz que é trabalho de outra pessoa corrigir. Não é correto passar esse trabalho para outros editores, que podem não ter o tempo, a vontade ou o conhecimento do assunto, especialmente se eles acreditam, de boa-fé, que isto seja simplesmente impossível.
  3. A política de verificabilidade impõe a responsabilidade de referenciar no editor que adiciona ou defende o material e não na pessoa que o questiona.


P. E as coisas que deveriam ser feitas antes de marcar para eliminar? As "Páginas para Eliminar" não são o "Estaleiro".
R. Insistir que um artigo deve ser mantido somente porque quem fez essa indicação não seguiu os conselhos do que fazer antes de eliminar não ajuda e fica muito próximo de wikiadvocacia, pois se foca em problemas procedimentais ao invés de enfrentar o problema (e artigos sem fontes são um problema). Se um artigo não pode ser referenciado, ele deve ser eliminado e o fato de quem indicou não ter seguido os conselhos não muda esse fato. O melhor a fazer é procurar fontes! Se quem nomeou o artigo pra deleção não fez o seu "dever de casa" é por que as fontes provavelmente não são fáceis de achar e ele ficou com o mico na mão.


P. E a recomendação de não morder os novatos?
R. Fomos todos novatos em algum ponto e alguém nos ajudou a compreender as políticas e recomendações sobre referências, você paga isso fazendo o mesmo para novatos e fazendo isso sem os morder. Deixar passar afirmações vagas presumindo a existência de fontes simplesmente porque o editor que as fez é novato não faz nenhum bem a ele ou à Wikipédia.
P. Mas o artigo tem somente X dias/semanas/meses, as referências não estão lá, mas virão. Sem o artigo na Wikipédia, como uma terceira parte irá saber que deve escrever sobre isso?
R. Essa ideia inverte completamente a maneira como a Wikipédia funciona. A fonte deve vir antes, e o artigo na Wikipédia, depois. A Wikipédia não está aqui para promover ideias antes que elas se tornem notórias, essa notoriedade deve vir antes.